Esporte

Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio

Publicados

em

 

.

Fluminense e Volta Redonda conseguiram na noite desta quinta (2) chegar às semifinais da Taça Rio. Com situação mais cômoda na tabela, o Fluminense foi o primeiro a entrar em campo, em Bacaxá (Saquarema, na Região dos Lagos), diante do Macaé. Depois da derrota por 3 a 0 para o Volta Redonda na última rodada, a torcida aguardava uma reação, mas o time voltou a jogar mal e empatou por 0 a 0. Apesar da má atuação, inclusive do artilheiro Fred, a equipe de Odair Hellmann garantiu a liderança do Grupo B, com 10 pontos ganhos. O Botafogo, vice-líder do grupo A, será o adversário da próxima fase.

Já o Vasco precisava de uma combinação de resultados para arrancar a classificação. O primeiro passo era superar o Madureira dentro de casa. O gol da vitória só veio aos 38 minutos do segundo tempo, com o argentino Gérman Cano. Apesar do esforço do elenco cruzmaltino em São Januário, o Volta Redonda venceu por 2 a 1 o Resende e ficou com a segunda vaga. Seu adversário será o Flamengo.

As semifinais da Taça Rio serão no próximo final de semana, mas ainda estão sendo aguardadas as confirmações de datas pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que lançou nota afirmando estar surpresa pela rescisão de contrato da TV Globo. A decisão da emissora foi motivada pela transmissão do Flamengo, pelas redes sociais, do jogo contra o Boavista na última quarta. Nesta quinta o Vasco fez o mesmo. Os clubes estão amparados pela MP 984, que confere poderes exclusivos aos mandantes dos jogos para negociar os direitos de transmissão.

Edição: Fábio Lisboa

Leia Também:  Policiais Militares apreendem plantação de maconha em Marataízes-Es

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Érica Sena supera dificuldades e segue treinos no Equador

Publicados

em


.

Até o momento, o atletismo brasileiro tem 24 vagas confirmadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, sendo, desta forma, a modalidade individual com o maior número de representantes já garantidos. Uma delas é Érica Rocha de Sena, da marcha atlética. Com a marca de 1h27min35, obtida em La Coruña, em junho de 2019, a pernambucana se classificou para a prova dos 20 km.

Após passar mais de três meses apenas treinando em uma esteira dentro de sua casa em Cuenca (Equador), onde vive com seu marido Andrés Chocho, a atleta de 35 anos está voltando às atividades na pista e nas ruas da cidade. Porém, os impactos causados pela pandemia novo coronavírus (covid-19) ainda não foram totalmente superados.

“Meu corpo mudou um pouco nesta quarentena, continuo pesando a mesma coisa, mas com algumas mudanças. Estou voltando aos poucos aos treinos fortes e recuperando o que perdemos”, disse a quarta colocada nos 20 km dos dois últimos Campeonatos Mundiais (Doha 2019 e Londres 2017).

Leia Também:  CRB vence no fechamento da segunda rodada da Série B

“Temos que treinar com a máscara, o que dificulta muito. Além disso, tem muita gente saindo às ruas para correr, muitos sem nenhuma proteção”, disse a atleta. Sena está ansiosa pela oportunidade de voltar a treinar na Europa. “Com mais tranquilidade na preparação para recomeçar, de fato, os treinos para a Olimpíada de Tóquio. Lá é o ideal. Meu objetivo é brigar por uma medalha em 2021”, declarou a marchadora, sétima colocada nos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro.

Alteração do calendário para busca de índices

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) recebeu na última quarta-feira (12) uma circular da World Athletics (entidade máxima do atletismo) com informações sobre a antecipação do calendário da janela de obtenção dos índices olímpicos das provas de maratona e marcha atlética, passando de 1º de dezembro para 1º de setembro de 2020.

A decisão da entidade limita-se apenas ao índice de qualificação. O acúmulo de pontos para o ranking mundial e a classificação automática por meio da colocação nas maratonas dos selos gold e platinum permanecem suspensos até 30 de novembro. Durante o período de 1º de setembro a 30 de novembro os atletas podem alcançar os índices apenas em eventos identificados e autorizados por uma federação membro, ou que façam parte do circuito mundial de atletismo, com controle de dopagem e seguindo todos os requisitos da World Athletics.

Leia Também:  Policiais Militares apreendem plantação de maconha em Marataízes-Es

Sendo assim, a CBAt informou que os atletas que desejarem tentar a qualificação olímpica em tais eventos devem comunicar a confederação.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA