Esporte

Flamengo massacra Corinthians no Itaquerão, com vitória de 5 a 1

Publicados

em


O Flamengo venceu o Corinthians por 5 a 1, neste domingo (18), na Arena Neo Química. A partida, foi válida pela 17ª sétima rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, foi transmitida pela Rádio Nacional. O resultado coloca a equipe carioca na liderança provisória da Série A, com 34 pontos. Os cariocas podem ceder o lugar, pois o G4 só será definido após os resultados desta noite, dos duelos Internacional x Vasco, e  Atlético-MG x Bahia.  A derrota deixou o Timão na 14ª posição, com 18 pontos, próximo da zona de rebaixamento. 

A partida começou equilibrada. Aos nove minutos, Pedro mandou para as redes, mas o VAR anulou o lance, porque a bola tinha saído antes pela linha lateral. O Flamengo seguiu melhor e, aos 31, Éverton Ribeiro marcou de cabeça, após ótimo cruzamento da esquerda de Filipe Luís.

No segundo tempo, os cariocas voltaram com mais apetite ofensivo. Da entrada da grande área, Vitinho chutou e ampliou. O terceiro nasceria da cobrança de escanteio, aproveitado pelo zagueiro Natan, de cabeça. O Timão esboçaria uma reação, descontando com uma cabeçada certeira de Gil, aos 18 minutos, para a meta do goleiro Hugo. Entretanto, atacando em velocidade, o Rubro-Negro chegaria ao quarto gol com Bruno Henrique. Aos 40 minutos, a zaga corintiana bobeou e Diego Ribas, limpando a jogada entre dois marcadores, selou a goleada.   

Leia Também:  EUA e Reino Unido denunciam Rússia por ciberataques contra Olimpíada

O Flamengo enfrenta o Internacional, no próximo domingo (25), no Beira-Rio, em Porto Alegre, pelo Brasileirão. Antes disso, porém, encara o Junior Barranquilla (Colômbia) no Maracanã. O Rubro-Negro entrará em campo na quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), já com a vaga garantida para as oitavas de final do principal torneio das Américas. O jogo terá transmissão ao vivo na Rádio Nacional, com narração de André Marques, comentários de Mário Silva, reportagem de Rodrigo Campos e plantão de Luiz Ferreira. O Show de Bola Nacional começa às 21h (horário de Brasília) e também pode ser acompanhado abaixo:

Já o Corinthians visita o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro, na próxima quarta-feira (21), pela 18ª rodada do Brasileirão.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

EUA e Reino Unido denunciam Rússia por ciberataques contra Olimpíada

Publicados

em


O Reino Unido e os Estados Unidos condenaram nesta segunda-feira (19) o que chamaram de ciberataques que teriam sido orquestrados por agentes de serviços de espionagem russos, incluindo tentativas de atingir os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Autoridades britânicas e norte-americanas afirmaram que os ataques foram conduzidos pela Unidade 74455 da agência de espionagem militar russa GRU, também conhecida como Centro Principal de Tecnologias Especiais. O Departamento de Justiça dos EUA afirmou que seis membros da unidade tiveram papéis importantes nos ataques contra alvos que variaram desde a Organização para a Proibição de Armas Químicas às eleições de 2017 na França. As acusações envolvem quatro anos de atividades entre 2015 e 2019.

As autoridades dos EUA não comentaram se o momento da revelação, há poucas semanas da eleição nos Estados Unidos, foi escolhido para alertar sobre a atividade de grupos de hackers apoiados por governos estrangeiros. Já autoridades britânicas afirmaram que os hackers do GRU também conduziram operações de “ciber reconhecimento” contra os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que seriam realizados neste ano, mas acabaram sendo adiado para 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Leia Também:  Série D: em partida truncada, Brasiliense vence Villa Nova por 1 a 0

As autoridades britânicas se recusaram a dar mais detalhes sobre os ataques ou a afirmar se foram bem sucedidos, mas disseram que tinham como alvo os organizadores das Olimpíadas, fornecedores e patrocinadores. O secretário do Exterior do Reino Unido, Dominic Raab, afirmou que as “ações do GRU contra as Olimpíadas são cínicas e imprudentes. Condenamos elas nos termos mais fortes possíveis”.

O vice-diretor da polícia federal dos EUA (FBI) David Bowdich afirmou: “O FBI repetidamente tem alertado que a Rússia é um adversário altamente capaz em ciberataques e a informação revelada neste indiciamento ilustra como as atividades cibernéticas da Rússia são invasivas e destrutivas”.

Em dezembro de 2019, a  Rússia foi banida dos Jogos Olímpicos por quatro anos por causa de acusações de doping de seus atletas.

As autoridades britânicas e norte-americanas afirmaram nesta segunda-feira (19) que os hackers russos se envolveram em outros ataques, como o que comprometeu sistemas de computadores dos Jogos de Inverno em 2018, durante a cerimônia de abertura na Coreia do Sul. Este ataque comprometeu centenas de computadores, derrubou acesso à internet e interrompeu as transmissões de mídia.

Leia Também:  Brasiliense e Villa Nova-MG se enfrentam nesta segunda pela Série D

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA