Notícias em Geral

Final feliz: cachorro agredido por idosa em Cachoeiro já está em nova casa

Publicado em

Marcela Mendes disse que, apesar de ser carinhoso, ‘Ambrósio’ é muito bravo e late para quem passa na rua
Foto: ​Divulgação

Há quase uma semana na nova casa, o cachorro agredido por uma idosa em Cachoeiro, já se adapta bem ao ambiente e aos novos donos. Para não ser confundido, Carlos Ambrósio é chamado agora, carinhosamente, por ‘Junior’. “Com dois em casa com o mesmo nome, um precisou ganhar um apelido”, disse a esposa do biomédico que adotou o cão, Marcela Mendes.

Segundo ela, ‘Ambrósio’ está bem e já anda por todo o quintal da casa. “Ele ainda cansa e está muito bravo e relutante com pessoas diferentes, mas isso é normal, por causa dos traumas das agressões. Ele não aceita casinha, panos e roupas. Estamos tomando muito cuidado para que ele não fuja. Ele é bravo e corre atrás das pessoas. Eu acho lindo, mas as pessoas têm medo”, comenta.

O cachorro
O cachorro ‘Ambrósio’, espancado pela ex-dona, já está na nova casa e em processo de adaptação
Foto: ​Divulgação

Marcela ressalta que o cachorro adora ficar no quintal e não entra de maneira nenhuma dentro de casa, e demonstra medo quando é convidado. “Ele fica no portão da casa o tempo todo, latindo para todo mundo que passa. É bravo mesmo. Ele já se adaptou aos outros cachorros, mas ainda não aceita o rottweiler, o Kendall, que foi até mordido por ele”, conta.

Leia Também:  Finalizada a primeira etapa do projeto de PPP da iluminação pública

O ‘Ambrósio’ não foi castrado antes de ir para o novo lar. “Ele não passou no teste cardíaco. Agora está fazendo exercícios e já deve passar. Por isso, o cansaço que ele ainda sente. Além disso, ficou cego de um olho e não se equilibra bem. O ‘Junior’ não sacode como os outros cachorros. Tem muita coisa que ele não faz, a não ser avançar nas pessoas”, diverte-se Marcela.

Apesar de bravo com as pessoas que passam na rua, com os novos donos, ‘Ambrósio’ é carinhoso e demonstra isso. “Quando chegamos perto dele, ele sobe, pula e dá ‘lambeijos’. Ele está feliz e sorri. Estamos felizes com ele aqui”, completa.

Agressão e novo lar

A nova dona disse que o lugar prefeito de ‘Ambrósio’ na casa é o portão, onde passa o dia vigiando 
Foto: ​Divulgação

‘Ambrósio’ foi agredido pela própria dona, Cremilda da Silva Conceição Caetano, de 62 anos, no bairro Boa Vista, em Cachoeiro, no dia 28 de julho, e permaneceu 50 dias internado em uma clínica particular da cidade em tratamento. O vídeo em que a idosa aparece espancado o cachorro foi gravado e postado por um vizinho e teve mais de 20 milhões de visualizações. 

Leia Também:  Matrículas para cursos técnicos do Senai encerram nesta sexta-feira (15)

O animal chegou à clínica veterinária com trauma-crânio-encefálico, com perfuração em um dos olhos e estava inconsciente. Todo o tratamento do cão foi custeado pelo plano de saúde Petsalut.

No dia 19 de agosto, Cremilda foi ouvida durante uma reunião da CPI dos Maus-Tratos aos Animais e disse que não queria ficar com ‘Ambrósio’. Os outros dois cachorros, recolhidos da residência da idosa estão no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A Prefeitura de Cachoeiro já solicitou ao Ministério Público uma orientação legal para que os critérios de adoção sejam definidos.

No último dia 6, o veterinário Marcos Lesqueves, que estava responsável pelo animal, escolheu o novo lar para ‘Ambrósio’, e ele foi adotado pelo biomédico, homenageado com o nome do animal, e que doou todos os exames do cachorro durante o tratamento.

fonte http://www.folhavitoria.com.br/

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias em Geral

Procon do ES divulga balanço e telefonia lidera reclamações

Published

on

By

Proteção e Defesa do Consumidor

As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

Por | 06.02.2020

 

Em 2019, a telefonia móvel liderou o ranking de atendimentos no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES). No mesmo período de 2018, bancos foram o assunto mais demandado. As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

No último ano, 52.204 atendimentos foram realizados pelo Procon-ES. Desse total, mais de 5 mil atendimentos estão relacionados à telefonia móvel. Ocupa a primeira posição do ranking a telefonia móvel, seguida das financeiras, bancos, energia elétrica, telefonia fixa, cartão de crédito, aparelho de telefone, água e esgoto, TV por assinatura e, em décimo lugar, móveis.

Os segmentos que lideraram os atendimentos foram, com 19.961 registros, os assuntos financeiros; seguido por serviços essenciais, com 13.572 queixas; produtos (7.518); serviços privados (4.962); saúde (906); habitação (211) e alimentos (200).

O diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, ressaltou que diferentemente do ranking de atendimento dos últimos anos, que foram liderados por bancos e empresas de cartão de crédito, a telefonia móvel ocupou a primeira posição em 2019.

“Cobrança indevida, incluindo lançamentos de serviços não solicitados na fatura e a mudança unilateral nos contratos com reajuste no valor do serviço são as queixas dos consumidores quando se trata de telecomunicação”, disse.

Leia Também:  Ponte fechada para nova tubulação de água em Itapemirim

Para evitar problemas, o consumidor deve ter atenção redobrada antes da contratação de serviços. “É preciso ler atentamente o contrato, tirar todas as dúvidas e só assiná-lo se estiver de pleno acordo com as cláusulas estabelecidas. É preciso sempre conferir os lançamentos cobrados nas faturas. Em caso de dúvidas, procurar o Procon”, afirmou Athayde.

Negociação de dívidas

Rogério Athayde ressaltou ainda que grande parte das demandas de bancos, operadoras de cartões e financeiras estão relacionadas a cobrança indevida e a negociação de dívidas. “No ano de 2019, realizamos 5.261 atendimentos no setor de cálculo e negociação de dívidas do Procon-ES”.

Os atendimentos do setor são realizados de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas, presencialmente na sede do Procon-ES, localizada na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, Centro, Vitória. Também disponibilizamos o mesmo atendimento na unidade localizada no Faça Fácil Cariacica.

Fornecedores

Em relação aos fornecedores mais demandados no Procon-ES em 2019, em primeiro lugar no ranking, está a Vivo, em segundo aparece a concessionária de energia elétrica EDP, seguida do Banco BMG, Telemar, Banco Bradesco, Caixa Econômica Federal, Dacasa Financeira, Banco Itaú, Claro e, em décimo lugar, aparece a Oi Móvel.

Leia Também:  Carnês do IPTU começam a ser distribuídos em Cachoeiro

“A maioria dos atendimentos realizados pelo Procon-ES é solucionado de maneira preliminar, ou seja, sem necessidade de abertura de processo e realização de audiências. Esse número demonstra o alto índice de resolução das demandas que chegam ao órgão e a rapidez com a qual os problemas dos consumidores são solucionados”, informou o diretor Rogério Athayde.

Reclamação

Os consumidores poderão registrar suas reclamações pelo aplicativo Procon-ES (disponível para Android) ou pessoalmente, na sede do Procon Estadual, na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, das 9h às 17 horas, de segunda a sexta. Os consumidores podem procurar ainda a Unidade Faça Fácil, em Cariacica, que atende também aos sábados, até às 13 horas.

Existe também uma plataforma online, do Ministério da Justiça, para o registro de reclamações. Por meio do site www.consumidor.gov.br é possível registrar queixas e solucionar os problemas de consumo diretamente com as empresas em até dez dias.

Para atendimento é preciso que o consumidor tenha disponível o RG (Carteira de Identidade), CPF, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA