Carros e Motos

Ferrari Roma chegará ao Brasil por cerca de R$ 2,8 milhões

Publicados

em

 

 

source
Ferrari Roma
Divulgação

Ferrari Roma novo supercarro da marca italiana com alta tecnologia e desempenho de tirar o fôlego

Apresentada ao mundo em novembro de 2019, eis que a Casa de Maranello vai começar a mandar a nova Ferrari Roma ao Brasil. Desenvolvido para remeter aos clássicos modelos GTs, a Roma exibe uma dianteira no formato de nariz de tubarão e faróis de LED. Estes dois últimos, inspirados nos modelos Monza SP1 e SP2. Deve chegar no segundo semestre, por cerca de R$ 2,8 milhões.

LEIA MAIS: Novo Audi R8 chega com 1,6 milhão de combinações de acabamento

O visual da Ferrari Roma também se destaca pelas curvas musculosas, pelas quatro saídas de escapamento e também pelas lanternas distintas. Ainda quanto a traseira, segundo a Ferrari, um defletor de ar ativo produz 95 kg a mais de pressão aerodinâmica, nos 250 km/h, comparado ao modelo Portofino.

LEIA MAIS: Vídeo mostra fabricação da Ferrari SF90 Stradale; assista

A cabine oferece um quadro de instrumentos digital configurável de 16 polegadas. Opcionalmente, pode vir com uma outra tela de 8,8 polegadas para o passageiro, com informações de desempenho, sistema de som e navegação. Como um bom superesportivo , o modelo traz Alcântara em diversas partes do revestimento interno. O material está presente, por exemplo, no painel à frente do único passageiro, onde se lê a inscrição Roma.

Leia Também:  Mercado de usados fecha com queda de 33,7% em um ano

LEIA MAIS: Ferrari lança o conversível F8 Spider que será vendido no Brasil em breve

O motor da Ferrari Roma é um V8 3.9 turbo de 620 cv. O câmbio de dupla embreagem de oito marchas é derivado do modelo Ferrari SF90 Stradale . Esse conjunto permite acelerar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, 0 a 200 km/h em 9,3 segundos e a velocidade máxima é de 320 km/h. Estão disponíveis cinco modos de condução, entre eles, Comfort, Sport, Race (corrida), Wet (chuva) e ESC Off (desligamento do controle de estabilidade).

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Novo Dodge Durango SRT Hellcat se torna o SUV mais potente do mundo

Publicados

em


source
Dodge
Divulgação

Dodge Durango SRT Hellcat: Com 710 cv, seus rivais diretos têm todos menos de 100 cv ante o V8 americano envenenado

A Dodge acaba de anunciar, nos Estados Unidos, o lançamento da linha 2021 do Durango com uma série de novidades. Além de uma leve reestlização e atualizações nos seus equipamentos, o SUV traz como destaque a nova versão esportiva SRT Hellcat, desenvolvida pela divisão de alto desempenho da marca. Deve chegar às concessionárias americanas somente em 2021, com planos de fazer os carros sob demanda por apenas um ano.

LEIA MAIS: Dodge Dart V8 com blower chega nos 425 cv. Veja vídeo da raridade

O interior do novo SUV da Dodge foi reestilizado, recebendo detalhes de couro vermelho. Além disso, o novo Durango SRT Hellcat é oficialmente o SUV mais potente da categoria. Com 710 cv e 93,3 kgf, o motor V8 de 6,2 litros, equipado com compressor mecânico, desbancou inclusive o recordista anterior Jeep Grand Cherokee Trackhawk, bem como os rivais da BMW, Mercedes e Porsche por mais de 100 cv de diferença. O resultado é uma aceleração até 100 km/h em 3,5 segundos e a velocidade máxima de 290 km/h.

Leia Também:  CBF afirma que Brasileiro começa no dia 9 de agosto

Ele recebeu o mesmo sistema de transmissão com câmbio automático, de oito marchas e tração integral. Além disso, a suspensão pode ser alterada pelos modos de direção Auto, com direção mais leve e confortável, e Track (pista), que oferece maior controle sobre a dinâmica do carro. Os freios Brembo foram atualizados, com seis pinças na frente e quatro nas rodas traseiras.

LEIA MAIS: Jeep aumenta preços de toda linha. Veja nova tabela

Como se não bastasse, de série, o Hellcat vem com um jogo de pneus Pirelli Scorpion Zero 295/45 R20. Mas as rodas aro 20 também podem calçar pneus P-Zero 295/45 de superesportivos, menos apropriados para os climas de inverno dos países do hemisfério norte. Também vale lembrar que é capaz de rebocar até 3.946 kg.

O sistema de exaustão do Dodge Durango envenenado promete ser alto e barulhento, já que foi produzido especialmente para o modelo em dois tubos com formato de “X”, de 260 mm, os maiores da gama. Por fim, além do capô com a entrada de ar e as listras de corrida, a frente recebeu uma linha que corta a grade ao meio, mas perdeu os faróis de neblina.

Leia Também:  Novo Dodge Durango SRT Hellcat se torna o SUV mais potente do mundo

LEIA MAIS: Jeep Compass renovado será mostrado no mês que vem

O aerofólio na traseira é funcional, além de deixar o visual ainda mais agressivo. De acordo com a Dodge , acrescenta 400% de pressão aerodinâmica na traseira em comparação com o modelo “normal”. São 63 kg de força a 290 km/h, pressão que ajuda a prender o SUV ao solo.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA