Política

Experiência e contas equilibradas são as marcas de Saulo Belisário em Conceição do Castelo

Publicado em

Por | 00.00.

Gestão, transparência, ética e trabalho em equipe. Essas são as características que marcam a trajetória de Saulo Belisário (PSD) na administração pública. Finalizando seu terceiro mandato como prefeito de Conceição de Castelo, na Região Serrana, Saulinho disputa a reeleição com as finanças públicas equilibradas e com o pagamento dos funcionários em dia. O foco de um possível novo governo é atenção à manutenção das estradas e pontes do município e a diversificação da agricultura.

Atuante na política municipal desde 1997, Saulo traz consigo a experiência adquirida em três gestões à frente da prefeitura, e também, a passagem pelo Poder Legislativo, como vereador e presidente da Câmara Municipal. Segundo Belisário, esse conhecimento, construído ao longo dos anos, é fundamental para ajudar na condução da prefeitura, no atual período de instabilidade econômica e escassez de recursos.

Casa Organizada e experiência

No início do mandato atual, em 2013, Belisário se deparou com uma dívida muita alta, deixada pela gestão anterior. “Quando eu assumi, o susto foi grande. Eu sabia que a casa estava desorganizada, mas não sabia da dívida. Gastei um bom tempo da nossa administração para organizar as coisas e começar a fazer a máquina pública voltar a funcionar”, conta Saulo.

Leia Também:  Obstrução adia votação da Lei Geral da Copa para a próxima semana

Após organizar as contas, um novo desafio apareceu na gestão de Belisário: a crise econômica nacional, onde os municípios tiveram grandes perdas de recursos estaduais e federais. Em Conceição do Castelo não foi diferente. Então, um novo planejamento foi elaborado para conseguir vencer a crise. “Em fevereiro de 2014, começamos a perder muitos recursos. A partir daí, comecei a segurar e pisar no freio. Mesmo com contenção de gastos, não faltou combustível nas máquinas, nem remédio no hospital e os pagamentos dos funcionários e fornecedores foram feitos”, acrescenta.

Saulo atribui seu bom desempenho diante dos desafios à sua experiência como gestor e o conhecimento das leis que regem a administração pública. Contribui para isso também, o fato de ser comerciante e lidar com os negócios de forma estratégica e eficaz, acompanhando de perto as aquisições, orçamentos, pesquisa de preço e licitações da prefeitura.

Contas equilibradas e pagamentos online

Ao encerrar o atual mandato, uma das preocupações de Saulo foi deixar recursos garantidos para as obras que estão em andamento e uma reserva para que a gestão 2017 comece melhor do que a atual começou.

Leia Também:  Segurança: salários de servidores em pauta

Dentre as realizações, Saulo destaca que conseguiu enxugar a folha de servidores e implantar formas mais transparentes de operação do recurso público. “Acabo de assinar um compromisso dizendo que não tenho débito tributário. E nosso pagamento, hoje, é feito de forma online, para ficar mais fácil registrar e rastrear o uso do dinheiro”.

 

Infraestrutura e incentivo à agricultura

De 2002 a 2008, Saulo investiu na organização do município, infraestrutura urbana, proporcionando melhora na autoestima dos habitantes. Foram construídas escolas, quadras e áreas de eventos no interior. A partir de 2013, os trabalhos foram voltados para a construção de 48 pontes na zona rural e duas no centro.

Caso alcance novo mandato, o objetivo é investir na agricultura, melhorando as estradas, construindo caixas secas, bem como ajudar na contenção de água através de projetos e construção de barragens. “Se quisermos que Conceição do Castelo desenvolva, temos que investir e diversificar a agricultura. A grande saída para o futuro é tornar nosso município uma referência na produção de alimentos e frutas”, finaliza Saulo.

fonte Aqui Notícias

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Prefeito de Marataízes exonera quatro secretários municipais e mais 15 comissionados

Published

on

O prefeito em exercício de Marataízes, Jaiminho Machado, exonerou, em uma canetada só, quatro secretários municipais.

A lista foi publicada no diário oficial desta sexta-feira (12).

Além deles, consta na lista João Antonio Neto, o Joãozinho, gerente de gestão, que estava lotado no gabinete e também já exerceu cargo em primeiro escalão.

Em importância menor dentro da escala administrativa, também foram exoneradas outras 15 pessoas, entre diretores e outros.

Todos os nomes exonerados foram nomeados pelo então prefeito afastado Tininho Batista e eram colaboradores desde o seu primeiro mandato como prefeito.

Um dos secretários exonerados é Robson Abreu Silva que respondia por três secretarias.

Confira os secretários exonerados:

ANDERSON GOUVEIA DE OLIVEIRA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE DEFESA SOCIAL E SEGURANÇA PATRIMONIAL

ROBSON SEYR – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

ANTÔNIO CARLOS SADER SANT’ANNA –  SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PESCA E AQUICULTURA

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA DE INTERIOR

Leia Também:  Prefeito volta ao cargo e nomeia novos secretários em Marataízes

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA, AGROPECUÁRIA E ABASTECIMENTO

JOÃO ANTONIO NETO – GERENTE DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA