Geral

Evaldo Batista será velado nesta sexta-feira, no Cemitério do IBC, em Cachoeiro

Publicados

em

Morreu na noite desta quinta-feira (17), vítima de infarto, o servidor público da Prefeitura Municipal de Marataízes, Evaldo Batista da Silva.

O velório será nesta sexta-feira, à partir das 9hs no cemitério parque do IBC, em Cachoeiro de Itapemirim. O sepultamento sera as 11hs, em Conduru.

Evaldo passou mal e chegou a ser atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. Mas não resistiu.

Um dos braços direito da gestão do prefeito Tininho Batista, Evaldo ocupava o cargo de Gerente de Gestão Orçamentária da Secretaria Municipal de Planejamento de Marataízes.

Peça fundamental na reeleição do prefeito de Marataízes, Evaldo também já ocupou cargos de primeiro escalão em Cachoeiro e Itapemirim.

Entre as grandes contribuições de Evaldo para o serviço público da região sul do Espírito Santo, pode-se destacar seu empenho como servidor de Cachoeiro na construção do teatro Rubem Braga.

Amante das artes, era muito envolvido com a cultura de Cachoeiro, onde fundou o grupo de teatro Ela, que marcou época no município. Na sua página oficial, integrantes do grupo postaram a homenagem.

Leia Também:  Governo do Estado anuncia medidas para evitar majoração no preço do gás

“É com grande tristeza que o Grupo ELA de Teatro neste momento, de véspera de comemoração de 30 anos, informar e ao mesmo tempo se despedir da primeira pessoa que apostou na criação do Grupo ELA de Teatro com os jovens do Bairro Novo Parque, EVALDO BATISTA. Nós só podemos agradecer a sua grande contribuição através de seus conhecimentos, de sua arte e de seu amor ao teatro cachoeirense. Se não fosse toda a sua boa vontade e sonho no início da década de 90 não estaríamos comemorando 30 anos de teatro. A sua história não será esquecida. Todos os membros do Grupo ELA, os primeiros, os alunos e os atuais te aplaudem de pé”.

O prefeito de Marataízes, Tininho Batista, também postou homenagem ao servidor e amigo:

“Foi com profunda tristeza que recebi hoje a notícia da morte de Evaldo Batista da Silva. Perdi um amigo especial, um companheiro fiel. Tínhamos uma convivência baseada na lealdade mútua. Evaldo era um ser humano ímpar e estava com o coração cheio de esperança e amor e com muita vontade para trabalhar pelo povo. Neste momento de extrema dor, onde as palavras me faltam, peço a Deus que com toda a Sua misericórdia dê o conforto necessário à família e a todos que assim como eu, já sentem o vazio que esse grande amigo deixou. Marataízes perde um grande homem, e o céu ganha uma estrela”.

Leia Também:  Uniaves, Cajugram e Magban vão reverter seus impostos em investimentos na categoria de base do Estrela do Norte

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em Cachoeiro, mais de 2 mil professores da rede municipal receberão abono de R$ 4 mil

Publicados

em

A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim protocolou, na Câmara Municipal, nesta terça-feira (16), em regime de urgência, o projeto de lei para concessão de abono salarial de R$ 4 mil aos profissionais do magistério da rede municipal de ensino.

O benefício será pago em parcela única a 2.084 professores de educação básica – efetivos, celetistas e contratados temporariamente – em atividade, com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

As secretárias municipais de Educação, Cristina Lens, e de Administração, Lorena Vasques, participaram da sessão ordinária da Câmara, nesta terça, para apresentar a proposta e tirar dúvidas dos vereadores.

Lens explicou que o abono será possível neste ano porque houve sobra dos recursos do Fundeb que são destinados, exclusivamente, ao pagamento de remuneração dos profissionais da educação básica.

“Com a lei federal 14.113, de dezembro de 2020, o percentual de recursos do Fundeb que devem ser usados para remunerar os professores foi ampliado de 60% para 70%. Essa margem percentual, somada ao que não foi gasto ao longo do ano, que nos permitiu fazer o pagamento do abono”, informou.

Leia Também:  Operação “Lobo de Wall Street” cumpre mandados em Cachoeiro para desarticular associação criminosa suspeita de atuar ofertando investimentos financeiros fraudulentos

“É importante frisar que, pela lei, esses 70% só podem ser gastos com o grupo do magistério, razão pela qual não podemos estender o abono aos profissionais do âmbito administrativo da rede municipal”, complementou.

A intenção da administração municipal é pagar o benefício junto com o salário de novembro, por isso, protocolou o projeto de lei em regime de urgência.

Atualização de progressões e promoções de servidores efetivos

A secretária Lorena Vasques aproveitou a oportunidade para informar sobre as medidas que estão sendo tomadas para colocar em dia o pagamento das progressões e promoções funcionais dos servidores efetivos da Prefeitura de Cachoeiro.

Ela explicou que, com a lei complementar 173, que estabeleceu o programa federativo de enfrentamento da pandemia de coronavírus, foi vedado o aumento de despesas com pessoal nos municípios, sendo necessário suspender o pagamento de progressões e promoções previstos no plano de cargos e salários dos servidores.

“Recentemente, houve um novo entendimento jurídico sobre esse tema e o município se sente resguardado, do ponto de vista legal, para colocar em dia o pagamento desses valores aos servidores que fizerem jus. A avaliação de cada servidor já foi iniciada nos seus setores e nossa expectativa é de que os valores devidos comecem a ser pagos a partir deste mês, retroativamente. Tudo depende do ritmo das avaliações nos setores”, disse.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA