Esporte

EUA e Reino Unido denunciam Rússia por ciberataques contra Olimpíada

Publicados

em


O Reino Unido e os Estados Unidos condenaram nesta segunda-feira (19) o que chamaram de ciberataques que teriam sido orquestrados por agentes de serviços de espionagem russos, incluindo tentativas de atingir os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Autoridades britânicas e norte-americanas afirmaram que os ataques foram conduzidos pela Unidade 74455 da agência de espionagem militar russa GRU, também conhecida como Centro Principal de Tecnologias Especiais. O Departamento de Justiça dos EUA afirmou que seis membros da unidade tiveram papéis importantes nos ataques contra alvos que variaram desde a Organização para a Proibição de Armas Químicas às eleições de 2017 na França. As acusações envolvem quatro anos de atividades entre 2015 e 2019.

As autoridades dos EUA não comentaram se o momento da revelação, há poucas semanas da eleição nos Estados Unidos, foi escolhido para alertar sobre a atividade de grupos de hackers apoiados por governos estrangeiros. Já autoridades britânicas afirmaram que os hackers do GRU também conduziram operações de “ciber reconhecimento” contra os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que seriam realizados neste ano, mas acabaram sendo adiado para 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Leia Também:  Após uma sequência invicta de 19 jogos, Chapecoense perde para o Cruzeiro

As autoridades britânicas se recusaram a dar mais detalhes sobre os ataques ou a afirmar se foram bem sucedidos, mas disseram que tinham como alvo os organizadores das Olimpíadas, fornecedores e patrocinadores. O secretário do Exterior do Reino Unido, Dominic Raab, afirmou que as “ações do GRU contra as Olimpíadas são cínicas e imprudentes. Condenamos elas nos termos mais fortes possíveis”.

O vice-diretor da polícia federal dos EUA (FBI) David Bowdich afirmou: “O FBI repetidamente tem alertado que a Rússia é um adversário altamente capaz em ciberataques e a informação revelada neste indiciamento ilustra como as atividades cibernéticas da Rússia são invasivas e destrutivas”.

Em dezembro de 2019, a  Rússia foi banida dos Jogos Olímpicos por quatro anos por causa de acusações de doping de seus atletas.

As autoridades britânicas e norte-americanas afirmaram nesta segunda-feira (19) que os hackers russos se envolveram em outros ataques, como o que comprometeu sistemas de computadores dos Jogos de Inverno em 2018, durante a cerimônia de abertura na Coreia do Sul. Este ataque comprometeu centenas de computadores, derrubou acesso à internet e interrompeu as transmissões de mídia.

Leia Também:  Corinthians e Coritiba se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Corinthians e Coritiba se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta

Publicados

em


Nesta quarta-feira (25), o Corinthians entra em campo mais uma vez pelo Campeonato Brasileiro da Série A 2020. Em partida válida pela 23ª rodada do torneio, o Alvinegro enfrenta o Coritiba fora de casa, no estádio Couto Pereira, às 21h30. Confira dez curiosidades do confronto:
– As duas equipes já se enfrentaram 57 vezes na história. E o retrospecto alvinegro é positivo: são 29 vitórias, 12 empates e 16 derrotas, além de 78 gols marcados e 54 sofridos;
– A primeira vez que as duas equipes se enfrentaram foi em um amistoso interestadual. Em 20 de abril de 1941, o Corinthians foi até a capital do estado do Paraná e foi superado por 1 a 0;
– A resposta veio logo no jogo seguinte, que foi, também, a maior goleada do confronto. Em 17 de maio do mesmo ano, o Alvinegro recebeu o Coritiba no Pacaembu, em um amistoso, e venceu por 7 a 3. Os gols corinthianos foram marcados por Teleco (2), Carlinhos, Servílio, Dino, e Milani (2);
– O primeiro jogo oficial entre os dois times foi apenas 28 anos depois. Pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão, o Alvinegro venceu o adversário por 3 a 2 fora de casa, com gols de Rivellino, Benê e Suingue, em 12 de novembro de 1969;
– Já a primeira partida oficial ocorrida fora de casa pelo Brasileirão foi há 38 anos. Também no estádio Couto Pereira, o Coringão venceu por 1 a 0, com gol de Marco Antônio;
– Os dois times já ficaram um máximo de 13 anos sem se enfrentar: isso ocorreu entre o último amistoso, ocorrido em 1956, e o jogo seguinte, este de 1969, pelo Robertão;
– Aliás, o Alvinegro não é derrotado pelo adversário desde 2011, quando perdeu por 2 a 1 fora de casa. De lá para cá, foram 13 jogos, sendo oito vitórias e cinco empates;
– Em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro, o retrospecto do confronto também é positivo para o Timão: são 22 vitórias, dez empates e 11 derrotas, com 55 gols marcados e 38 sofridos;
– E em partidas como visitante, o Timão não perde há seis jogos: desde 2012, foram uma vitória e cinco empates longe de seus domínios;
– O último confronto entre as duas equipes ocorreu neste ano. No primeiro turno do Brasileirão, o Coringão recebeu o adversário na Neo Química Arena em 19 de agosto de 2020, e venceu por 3 a 1, com gols de Léo Natel, Jô e Gustavo Silva.-

  Defesa do Goiás bloqueia o Botafogo e placar termina em 0 a 0

Leia Também:  Operário perde de 1 na 0 para CSA pela 23ª rodada da Série B

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA