Estado

Estado recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Publicados

em

 

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas para a imunização da população capixaba contra a Covid-19. O quantitativo faz parte de um total de 6 milhões de seringas adquiridas pelo Governo do Espírito Santo e que serão entregues de forma fracionada nas próximas semanas. O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, estiveram presentes na entrega dos insumos.

“Recebemos um lote de seringas e agulhas para usar na vacinação contra a Covid-19. Acabou de chegar um caminhão com 1,5 milhão de seringas com agulhas. Compramos 6 milhões em outubro e o primeiro lote está chegando agora. O Estado já estava preparado e no mês que vem chega mais um lote. O Espírito Santo está totalmente preparado para a vacinação contra a Covid-19 e a nossa angústia é com a vacina. Estamos ansiosos para que possa chegar logo. Ao que cabe ao Estado, estamos preparados”, garantiu o governador Casagrande.

Nésio Fernandes explicou que a Sesa se organizou desde antes da polêmica em torno das seringas no País. “Nosso objetivo sempre foi garantir a vacinação da população. Por isso, nos antecipamos e, desde outubro do ano passado, estávamos com um processo de compras finalizado para essa aquisição das 6 milhões de seringas. Atualmente, os estoques dos municípios contam com cerca de 800 mil unidades, e ainda temos um processo tramitando para a aquisição de mais de 10 milhões de seringas. Ou seja, o Espírito Santo está mais que preparado para receber as doses da vacina e iniciar a imunização”, garantiu.

Leia Também:  Sefaz realiza operação para fiscalizar transporte de rochas

Escolta dos imunizantes será feita pela Polícia Militar

O esquema para a escolta das vacinas já está montado. De acordo com o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, a Polícia Militar fará a escolta das doses no local onde forem armazenadas e no translado para os municípios. “Está tudo alinhado para garantir a segurança onde elas estiverem, assim como, no momento da vacinação, que estaremos dando total proteção à população nos pontos de vacinação”, disse.

Logística para iniciar a vacinação

Mesmo aguardando as definições finais do Ministério da Saúde em relação aos grupos prioritários que receberão as primeiras doses da vacina contra a Covid-19, e quando os imunizantes chegarão ao Estado, o Governo do Estado vem se preparando com a organização da logística para garantir a celeridade do processo.

O Estado investiu na compra de 80 equipamentos de refrigeração que serão distribuídos aos municípios capixabas, e realizou adaptação nos caminhões frigoríficos e furgões das Regionais de Saúde com novo isolamento térmico e climatização.

A Central Estadual de Rede de Frio da Sesa tem freezers negativos a menos 20ºC, enquanto as Centrais Regionais contam com equipamentos para armazenamento dos componentes, como câmara frigorífica.

Estratégias de vacinação

O Programa Estadual de Imunização está realizando capacitações on-line aos servidores municipais para a operacionalização da vacina em cada território, uma vez que os municípios são os executores das ações de vacinação, seguindo as políticas do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Leia Também:  Banestes libera mais de R$ 100 milhões em microcrédito em 2020

Pactuado pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado, os municípios capixabas realizarão a pré-campanha da vacina contra a Covid-19 de forma on-line ou por telefone, em contato com os grupos prioritários. É previsto que cerca de dois mil profissionais estarão envolvidos no processo de imunização nas 493 salas de vacinação do Espírito Santo.

Os municípios também poderão desenvolver estratégias de ações denominadas “extra-muro”, ou seja, não apenas realizadas dentro da sala de vacinação na Unidade de Saúde.

Mais equipamentos para armazenamento de vacinas

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) disponibilizou para a Secretaria de Saúde (Sesa) uma câmara frigorífica e dois ultrafreezers, que poderão ser utilizados para armazenamento de vacinas contra a Covid-19, inclusive, a temperaturas de até -86 °C, assim como da conservação de testes com amostras de swab.

De acordo com o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, desde o início da pandemia, o Instituto tem tido a possibilidade de apoiar as ações do Governo do Estado no enfrentamento à doença.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO DIVULGA 46º MAPA DE RICO COVID-19

Publicados

em

 

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (26), o 46º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência a partir desta segunda-feira (01) até o próximo domingo (07). Dos 78 municípios capixabas, 41 estão classificados em Risco Baixo e 36 estão em Risco Moderado. Somente o município de Piúma está classificado como Risco Alto.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Leia Também:  Ao invés de convocar aprovados, presidente da Câmara de Castelo prorroga validade de concurso

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Piúma

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Águia Branca, Anchieta, Aracruz, Baixo Guandu, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Iconha, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marilândia, Pedro Canário, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, Vargem Alta, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Roque do Canaã, Serra. Sooretama e Venda Nova do Imigrante.

Leia Também:  Bolsonaro anuncia que dará posse aos novos ministros nesta quarta-feira
Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA