Estado

Espírito Santo inicia vacinação de adolescentes com comorbidades e define novos critérios para as doses de reforço

Publicados

em


O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), dará início a vacinação dos adolescentes capixabas de 12 a 17 anos com comorbidades. Também foram estabelecidos novos critérios para aplicação da dose de reforço na população idosa. As definições foram publicadas na tarde desta terça-feira (14), por meio das Resoluções da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) n° 171/2021 e 172/2021.

De acordo com o documento, a partir desta quarta-feira (15), podem ser vacinados os adolescentes de 12 a 17 anos com deficiências permanentes, que possuem comorbidades, que sejam gestantes, puérperas e lactantes, ou ainda aqueles privados de liberdade. Para esse público, serão utilizadas exclusivamente doses da Pfizer/BioNTech.

No ato da vacinação, será necessária a apresentação do documento comprobatório daqueles que possuem condições permanentes, com emissão de, no máximo, três anos. Para os que possuem condições adquiridas e transitórias, a comprovação deverá ser de, no máximo, 90 dias. Vale ressaltar que a cópia será retida no local da vacinação.

Além disso, também está autorizada a imunização de adolescentes sem comorbidades entre 15 a 17 anos. Após a conclusão desses grupos, será a vez dos adolescentes de 12 a 14 anos de idade sem comorbidades. A população de adolescentes de 12 a 17 anos com e sem comorbidades no Espírito Santo é de 338.971 pessoas.

Leia Também:  PIB capixaba acumula crescimento de +7,9% no ano e supera desempenho nacional

A nova Resolução também redefine a vacinação com a dose de reforço. Antes, a vacina estava destinada para idosos com 70 anos de idade ou mais, além de seis meses ou mais de intervalo da segunda dose ou dose única. A partir da publicação, passa a valer os seguintes critérios: todos os cidadãos do Estado com 60 anos ou mais que tenham completado o esquema básico de vacinação contra Covid-19 (segunda dose ou dose única) há pelo menos cinco meses poderão ser imunizados com a dose de reforço.

Para essa campanha, será utilizado a vacina da Pfizer/BioNTech, ou, de maneira alternativa, da Janssen ou AstraZeneca. Até o final da tarde desta terça-feira (14), o Estado havia aplicado 5.697 doses de reforço.

Clique aqui e confira a Resolução N° 171/2021

Clique aqui e confira a Resolução N° 172/2021

Novas doses de vacinas

As 122.850 mil doses da Pfizer/BionTech que chegaram ao Estado nesta segunda-feira (13) serão destinadas a estes dois novos públicos, além de dar continuidade a vacinação da população capixaba com a segunda dose. 

Leia Também:  Horário de verão: governo não vê benefícios para a crise, mas pede novos estudos

As novas remessas foram encaminhadas à Central Estadual de Rede de Frio, sendo iniciada a distribuição aos municípios da região Metropolitana nesta terça-feira (14). Já as doses destinadas às regionais de Saúde Norte, Central e Sul serão encaminhadas nesta quarta-feira (15).

O Ministério da Saúde também sinalizou o envio de 25.740 doses da Pfizer/BionTech para a noite desta quarta-feira, sendo destinadas ao mesmo público.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais / Ana Cláudia dos Santos
[email protected]  

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Espírito Santo recebe primeiro lote da Coronavac adquiridas com recursos próprios

Publicados

em


O Governo do Espírito Santo recebeu, neste sábado (18), o primeiro lote das 500 mil doses de Coronavac, adquiridas pelo Estado diretamente junto ao Instituto Butantan. Foram entregues 200 mil doses de vacinas contra o novo Coronavírus (Covid-19), que foram armazenadas na Central da Rede de Frio Estadual. A previsão é de que o restante das doses chegue ao Estado até o final da próxima semana.

O valor total investido na aquisição dos imunizantes é de R$ 26,5 milhões, sendo esta mais uma ação do Governo do Estado para garantir a imunização de toda população contra a doença.

As doses serão encaminhadas para as Regionais de Saúde até este domingo (19), e a partir desta segunda-feira (20) os municípios poderão iniciar o agendamento para vacinação. O imunizante será utilizado para dar celeridade à vacinação da população acima de 18 anos no Espírito Santo, juntamente com as doses enviadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O governador Renato Casagrande acompanhou a chegada das doses e destacou que o Espírito Santo é o primeiro Estado a comprar e receber vacinas contra a Covid-19. “Esse é um dia de muito alegria para nós. Estamos adquirindo essas doses para que as vacinas possam chegar mais rápido à população. A cada dia que antecipamos a vacinação, a gente salva vidas. Cada vida salva não tem preço”, afirmou.

Leia Também:  46 milhões de lares não têm renda do trabalho no Brasil, diz Ipea

Em relação à vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, ressaltou que eles serão imunizados com as doses da vacina da Pfizer. “Essas doses que compramos serão utilizadas para otimizar a vacinação dos adultos com mais de 18 anos. As doses que chegarem da Pfizer e Astrazeneca serão utilizadas para os idosos com segunda dose e antecipação da Astrazeneca. Avançando e sobrando doses, também utilizaremos a Pfizer nos adolescentes, já que os demais imunizantes não têm autorização no Brasil para serem utilizadas em crianças e adolescentes”, explicou.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais / Ana Cláudia dos Santos
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA