Estado

Espírito Santo dá continuidade à vacinação de novo grupo prioritário contra a Covid-19

Publicados

em


O Governo do Estado deu sequência à vacinação dos novos grupos prioritários contra o novo Coronavírus (Covid-19). Em ato simbólico realizado nesta terça-feira (04) no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador Renato Casagrande recebeu pacientes com fibrose cística, obesidade mórbida, problema renal crônico em diálise e uma puérpera. Desde a última quinta-feira (29), o Estado distribuiu aos municípios doses da vacina Covishield (Oxford/Fiocruz) para atender este novo grupo.

“Essa vacina representa esperança, ainda mais para esse grupo. A gente tem avançado na vacinação com todo o esforço do Governo do Estado e dos municípios. A gente não está perdendo tempo e vamos continuar imunizando as pessoas com comorbidade. São mais de 400 mil pessoas e queremos que todos estejam vacinados com a primeira dose ainda em maio para que a gente siga dando velocidade na vacinação”, afirmou o governador.

Nessa segunda-feira (03), o Espírito Santo iniciou a vacinação deste grupo, com o ato simbólico de imunização de portadores de Síndrome de Down e deficiência intelectual/mental.

Estes grupos citados fazem parte da Fase I, segundo a Resolução da Comissão Intergestora Bipartite (CIB) nº 048/2021, que irá vacinar proporcionalmente, de acordo com o quantitativo de doses disponibilizadas, pessoas de 18 a 59 anos com Síndrome de Down ou deficiência intelectual/mental (autismo, paralisia cerebral ou outras síndromes que desencadeiam a deficiência intelectual/mental); pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise); pessoas com fibrose cística; gestantes e puérperas com comorbidades pré-determinadas no Plano Nacional de Operacionalização (PNO); e pessoas com obesidade mórbida (índice de massa corpórea – IMC ≥40).

Leia Também:  Web Dicas tira dúvidas de alunos do Pré-Enem em São Roque do Canaã

Além de pessoas na faixa etária de 55 a 59 anos com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, ressaltou o avanço da vacinação no Espírito Santo. “É um momento importante para a vacinação no Estado. Estamos bem adiantados em relação ao restante do País. Agora estamos avançando no grupo de comorbidades, um grupo com mais de 400 mil pessoas, dividido em duas etapas”, disse.

Ainda segundo o subsecretário, o Estado está trabalhando com a primeira fase do grupo de comorbidade, e tem a expectativa de iniciar a segunda fase na próxima semana. “Provavelmente no início da semana que vem iniciamos a segunda fase para acelerar a vacinação no mês de maio. É importantíssimo para salvar mais vidas e prevenir que pessoas adoeçam pela Covid-19. O Espírito Santo fará um esforço grande para atingir o mais rápido possível a meta de vacinação”, observou.

Ansiedade, felicidade e segurança marcam vacinação

Entre os usuários que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o sentimento era de felicidade e ansiedade. “Agora me sinto mais seguro”, comemorou o aposentado Luis Célio Ferreira, ao ser vacinado na tarde desta terça-feira. Aos 57 anos, ele tem obesidade mórbida e contou que, mesmo recebendo a vacina, vai continuar com todos os cuidados. “Tenho muito medo de pegar essa doença”, relatou.

Leia Também:  Em um mês de Campanha contra Influenza, Espírito Santo tem 12,6% de cobertura vacinal

Para o microempreendedor e paciente renal crônico, Cláudio Marianelli, 59 anos, a emoção marcou esse dia. “Vivemos meses e meses de muita restrição. Estou emocionado hoje e feliz porque vou ver meu neto nascer”, contou. Já a autônoma Dayane Karsten, 30 anos, portadora de fibrose cística, também não escondia a ansiedade. “Hoje estou muito feliz e grata a Deus por tomar essa vacina. Eu venci até aqui. E aguardo ansiosa a segunda dose”.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Espírito Santo conquista IG de Indicação de Procedência para Café Conilon

Publicados

em

 

O Espírito Santo conquistou mais uma Indicação Geográfica (IG), agora para o Café Conilon, na categoria de Indicação de Procedência (IP). Trata-se da primeira IG do Brasil que abrange a produção de conilon em um estado inteiro, representando um alcance inédito. A solicitação da IG foi realizada pela Federação dos Cafés do Espírito Santo (Fecafés), em janeiro de 2020, e a concessão foi dada pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), nessa terça-feira (11). 

A publicação do INPI conclui a comprovação de que o nome geográfico Espírito Santo se tornou conhecido pela produção de café conilon. A conquista inédita promove o protagonismo do Estado e a finalidade de tornar o café reconhecido nacional e internacionalmente pela produção sustentável, rastreável e de qualidade.

O selo de IP Café Conilon do Espírito Santo contempla os cafés produzidos em todo o território capixaba. O Espírito Santo é o maior produtor nacional de café conilon, com produção aproximada de 10 milhões de sacas por ano, em uma área que chega a quase 300.000 ha, o que representa mais de 20% da produção mundial do produto. O café  conilon é o principal produto agrícola do Estado, sendo responsável pela geração da maior parte da renda e dos empregos do meio rural. 

O laudo de delimitação da área geográfica de produção foi elaborado pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), com base nos estudos técnicos e científicos realizados pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae-ES) e seus parceiros. O documento, anexado à solicitação ao INPI, teve por objetivo subsidiar a solicitação da Indicação Geográfica feita pela Fecafés.

O coordenador de cafeicultura e diretor-presidente interino do Incaper, Abrãao Carlos Verdin, destacou que a conquista da IG representa uma ferramenta coletiva de proteção e promoção comercial do café conilon, agora vinculado ao território capixaba. “É também um instrumento de preservação da biodiversidade, do conhecimento, dos recursos naturais e humanos. Contribui para a manutenção da qualidade do café, para a economia local e para os cafeicultores. A IG promove a herança histórico-cultural única do café conilon capixaba”, completou Verdin.

“Em menos de dois meses tivemos as três IG’s sendo reconhecidas, um passo importante para a cafeicultura capixaba. O Espírito Santo é o maior produtor de café conilon do Brasil. É referência no desenvolvimento e agora é focado na qualidade e no manejo sustentável. Essa valorização é resultado de um trabalho sério e de muitos anos. Agradecemos a todos os envolvidos nessa conquista”, disse o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto.

A conquista da IG de Indicação de Procedência é fruto do trabalho em conjunto entre Incaper, Seag, Fecafés, Seabre-ES, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Café); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes); Organização das Cooperativas Brasileiras do Espírito Santo (OCB-ES); Ministério da Agricultura; Instituto de Inovação e Tecnologias Sustentáveis (Inovates); entre diversas outras instituições.

Leia Também:  Gestão da Água em Ação: veja programação do workshop virtual sobre Planos de Recursos Hídricos

Texto: Andreia Ferreira

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Incaper
Andreia Ferreira
(27) 3636-9868 / 9865
[email protected] 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA