Economia

Especial 80 anos: Academia da Força Aérea apresenta aviões com pinturas comemorativas

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Calebe Murilo

Especial 80 anos: Academia da Força Aérea apresenta aviões com pinturas comemorativas

Em comemoração aos 80 anos da Academia da Força Aérea (AFA), a Força Aérea Brasileira pintou duas de suas aeronaves para celebrar esta importante data. Trata-se de um T-25 Universal, matriculado FAB 1908 e um T-27 Tucano, de matrícula FAB 1443.

As aeronaves em questão, pertencem aos esquadrões de instrução aérea (EIA), localizados em Pirassununga, interior do estado de São Paulo. Os aviões são utilizados nas atividades de instrução aérea para os cadetes aviadores e agora levarão a marca dos 80 anos da instituição pelos céus.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Apresentamos hoje nossas aeronaves com pintura comemorativa alusiva aos nossos 80 anos! Um T-25 e um T-27 receberam um esquema que faz memória às aeronaves dos nossos primórdios e trazem na cauda o logotipo desenvolvido para a data.

Citou a Academia da Força Aérea em uma publicação do Facebook.

Ambas aeronaves que foram pintadas com as cores comemorativas, tiveram suas artes feitas pelo designer gráfico Alexandre Guedes. O processo de pintura foi realizado no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS), localizado na região metropolitana de Belo Horizonte.

Leia Também:  Um a cada quatro brasileiros estava abaixo da linha de pobreza em 2018, diz IBGE

O post Especial 80 anos: Academia da Força Aérea apresenta aviões com pinturas comemorativas apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Sancionado às vésperas da eleição por Covas, auxílio de R$ 100 em SP não começou

Publicados

em


source

Brasil Econômico

bruno covas
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Sancionado por Covas às vésperas das eleições, auxílio emergencial paulistano de R$ 100 ainda não foi pago

Sancionado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) às vésperas do primeiro turno das eleições municipais, o auxílio emergencial paulistano de R$ 100, chamado de renda básica emergencial, ainda não foi pago a nenhum cidadão, segundo a Prefeitura de São Paulo.

Aprovada pela Câmara Municipal em 22 de outubro, a lei que criou a renda básica emergencial em São Paulo foi assinada por Covas em 12 de novembro, três dias antes do primeiro turno. Até esta quarta-feira (25), no entanto, ainda há indefinições sobre os pagamentos, como qual será o total de beneficiários, como o dinheiro será pago e qual será o calendário para isso.

Leia Também:  Black Friday: Diferença entre preços de lojas online e físicas chega a 32%

A promessa é que o auxílio de R$ 100 na capital paulista beneficie pessoas de baixa renda cadastradas no Bolsa Família e trabalhadores ambulantes.

A lei define que sejam pagas três parcelas de R$ 100 ainda em 2020, então há pressa para definir como serão feitos os pagamentos. De acordo com a Prefeitura, os pagamentos podem inclusive ser feitos de uma só vez, com um único pagamento de R$ 300, somando as três parcelas de R$ 100.

Cada membro das famílias beneficiadas recebe R$ 100, segundo a lei. De acordo com a Prefeitura, não há um limite de benefícios por família, o que permite, inclusive, que o benefício seja maior do que o auxílio emergencial do governo federal, que começou em R$ 600 e posteriormente passou a ser de R$ 300.

Quem tem direito ao auxílio de R$ 100 em São Paulo?

  • Famílias aprovadas para receber Bolsa Família até 30 de setembro de 2020;
  • Vendedores ambulantes que tenham o Termo de Permissão de Uso (TPU), documento que permite a atuação desses profissionais; e
  • Trabalhadores cadastrados no Tô Legal, programa responsável por regularizar a atividade de comércio ou prestação de serviços nas ruas de São Paulo.
Leia Também:  Helisul adquire novos helicópteros por conta da alta demanda de operações especiais

Quem recebe o auxílio emergencial federal pode também receber o auxílio municipal de R$ 100. Pessoas com deficiência que tiverem direito ao benefício receberão três parcelas dobradas, de R$ 200, a menos que já recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC), um outro benefício social pago pelo INSS. Nesse caso, será pago o valor normal, três parcelas de R$ 100.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA