Segurança

ES lança Cadastro Inteligente criado pela Sesp para restituição mais fácil de celulares

Publicados

em

O governador do Estado, Renato Casagrande, apresentou, nesta quarta-feira (18), mais uma tecnologia inovadora para a população capixaba: o Cadastro Inteligente. A funcionalidade permite que o cidadão registre o aparelho celular em um banco de dados integrado ao sistema da polícia, que poderá, assim, informar ao dono a recuperação do objeto e o local onde ele pode ser resgatado. O link para o Cadastro estará disponível nos sites da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (www.sesp.es.gov.br) e da Polícia Civil (www.pc.es.gov.br).

Em transmissão ao vivo em suas redes sociais, o governador destacou as vantagens no uso da tecnologia, que torna desnecessário o deslocamento físico até uma unidade policial. “Quando o seu celular é furtado ou roubado, a pessoa vai até a delegacia e pede o bloqueio. Fazendo o cadastro no site ou pelo aplicativo (App 190) no próprio aparelho é possível solicitar o bloqueio e inutilizá-lo. Caso o telefone seja recuperado pela polícia, a pessoa é acionada e tem de volta seu celular”, afirmou.

Casagrande mencionou que foram recuperados mais de 11 mil aparelhos celulares no ano passado, mas que ainda não foi possível identificar os seus donos. “Somente nos dois primeiros meses deste ano tivemos 1300 aparelhos recuperados”, destacou o governador, ao lado do secretário de Estado da Segurança Pública, Roberto Sá, e de outras autoridades policiais.

Leia Também:  Time Banestes se reúne para encontro anual com metas e desafios para 2020

O serviço é uma realização da Sesp, em parceira com o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest). Com o Cadastro Inteligente, o Estado cumpre com mais eficiência o papel de devolver o bem perdido, furtado ou roubado do cidadão.

Funcionamento

Para se registrar, o proprietário do smartphone irá entrar no portal, com a maior quantidade de informações sobre o produto em mãos, preencher os campos disponíveis e aquele telefone será incluído no banco de dados, onde uma equipe de profissionais da Segurança Pública fará o monitoramento.

Caso o cidadão tenha aquele objeto perdido, roubado ou furtado, imediatamente ele poderá acessar o perfil no site do Cadastro Inteligente e sinalizar para as forças de segurança, com o registro do boletim de ocorrência, item obrigatório, que o aparelho deve ser colocado em restrição.

Quando aquele telefone for recuperado em abordagens policiais e operações, a vítima poderá receber uma notificação que chegará em sua conta no Cadastro Inteligente e no e-mail registrado, informando que o celular perdido foi encontrado, mostrando ainda, em qual unidade policial está e o número do Boletim de Ocorrência ao qual está ligado.

Leia Também:  Melhorias no saneamento mudam a realidade de diferentes bairros de Cachoeiro

Bloqueio de aparelho online

Além disso, a Sesp divulga uma nova funcionalidade da Delegacia Online. Agora o cidadão poderá solicitar o bloqueio do aparelho junto à Anatel, sem precisar ir até uma delegacia física, facilitando o acesso ao serviço e desafogando os atendimentos nos balcões das unidades policiais do Estado.

Acesse o portal aqui, e faça seu cadastro

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Polícia Civil indicia empresário que divulgou vídeo sobre falsa contaminação por Coronavírus

Publicados

em

 

.
A Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) indiciou um empresário, morador da Grande Vitória, por provocar alarde e tumulto divulgando falsas informações, por meio das redes sociais. O caso chegou ao conhecimento da DRCC na sexta-feira passada (20) e a conclusão do inquérito foi divulgada nesta quinta-feira (26), em entrevista coletiva.

O titular da DRCC, delegado Brenno Andrade, afirmou que, ao receber o vídeo, chegou a ficar comovido com o relato do empresário, mas depois decidiu apurar o caso. Acabou comprovado que o homem não estava contaminado com o coronavírus, mas tinha uma síndrome respiratória aguda e alarmou a população capixaba ao divulgar um vídeo com quase nove minutos de duração, falando sobre a doença.

“É importante frisar que não é mérito da polícia verificar o problema respiratório dele, mas sim verificar se a conduta dele estava infringindo algum artigo do Código Penal. E realmente estava, o artigo 41 da Lei de Contravenções Penais, que é causar alarma, pânico ou túmulo. O vídeo viralizou, várias pessoas tiveram acesso ao conteúdo e comprovou-se depois que ele não estava infectado”, explicou o delegado.

Leia Também:  Prefeito de Marataízes revoga Decreto que determinava o fechamento do comércio; mas lembra que determinação estadual ainda vale

A pena prevista para este tipo de infração é de 15 dias a seis meses de detenção e multa. Desta forma, o indiciado responderá em liberdade ao processo. A DRCC tem recebido várias denúncias de fake news relacionadas à pandemia de Coronavírus, circulando em aplicativos de mensagens, principalmente.

“Nós pedimos que não cliquem em links recebidos e tenham cuidado com as falsas mensagens. Caso tenha dúvidas, procurem as fontes de informações governamentais oficiais ou a grande mídia. Fora isso, desconfie, pois você poderá ser vítima de uma informação falsa circulando em meio virtual”, orientou o delegado.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, determinou que casos como este sejam firmemente investigados: “Toda pessoa que tiver intenção de praticar esse tipo de comportamento alarmante, utilizando-se não só de vídeos, mas também de páginas, sites e outros canais, será investigado e, se for constatado crime, sofrerá punição”.

A população pode ajudar a inibir este tipo de ação, denunciando pelos canais disponibilizados pela polícia. Denúncias anônimas podem ser encaminhadas pelo Disque-Denúncia 181, que também tem um site, pelo qual é possível enviar fotos e vídeos, o disquedenuncia181.es.gov.br. Já Boletins de Ocorrência podem ser registrados pela Delegacia Online, no endereço delegaciaonline.sesp.es.gov.br.

Texto: Camila Ferreira 

 

Leia Também:  Prefeito de Cachoeiro se reúne com comerciantes e reforça necessidade de manter estabelecimentos fechados até 7 de abril

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
Agente de Polícia Fernanda Pontes
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536(27) 99846-1111(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA