Análise Política

Em semana decisiva para filiações, Itapemirim ferve

Publicados

em

Não tem sido fácil a vida de todos nós em épocas de isolamento social por conta dessa pandemia que assola o mundo todo.

Imagine, então, para a classe política que está a menos de 5 dias do encerramento do prazo legal para filiação daqueles que irão concorrer às próximas eleições.

Sábado (04/04) é o dia D e Itapemirim ferve em articulações.

Para a eleição majoritária  (prefeito e vice), sem novidades: a disputa será polarizada entre a máquina, comandada por Dr. Thiago (PSDB), e a oposição, com o nome de Dr. Antônio Rocha (PP) genro do ex-prefeito Alcino Cardoso.

Dr. Thiago tem a sua disposição um poderio político construído com muita sabedoria, colocando no bolso velhas raposas da política capixaba como o deputado Theodorico Ferraço (DEM).

A base de Dr. Thiago hoje é composta por, pelo menos, 6 partidos: PDT, MDB, CIDADANIA, PATRIOTAS, PSDB E PRB.

Do outro lado, na oposição, Dr. Antonio possui, garantidos 2: PP e PSB, entregues a Ferraço numa composição geopolítica para favorecer a deputada federal Norma Ayub (DEM) em Marataízes. Pelo que se sabe, indiretamente Ferraço apoia Dr. Antônio. Não porque goste dele, mas por nutrir especial ódio do atual prefeito que pintou o sete com ele e com seu grupo, escorraçando-os do município.

Leia Também:  Puxão de orelhas do governador fará bem a Jonas Nogueira

Correm por fora o PSC (Partido Social Cristão), o Pros e o PTC, com discurso de neutralidade e nivelamento entre os candidatos. Essas siglas estão mais preocupadas em formar chapa de vereadores do que propriamente disputar a prefeitura.

A base do prefeito Thiago possui pelo menos 75 nomes. O Prefeito tem formado 4 partidos na base, já com as 4 chapas bem definidas. A ideia é que façam entre 9 ou 10 vagas no legislativo.

Com direito de resguardar as fontes, conversamos com lideranças ligadas à Dr  Antônio Rocha e o que vemos é uma desorganização muito grande. Ainda há pouco tivemos uma conversa com um dos interlocutores que garantiu que Dr. Antônio vem com uma chapa completa só com o PP, que vai abrigar os vereadores com mandato (João Bechara, Joceir e Rogerinho) e os demais nomes do quadro, como Alcione e Oziel (cueca), irmão do candidato a vice na chapa de Antônio.

“Seria o chamado blocão, para ocupar entre 1 e 2 vagas, sobrando 1 ou 2 para o PSC, PROS ou PTC.”, crava a fonte.

Leia Também:  Ex-secretário Vilcimar Batista contribuindo para eleger Norma Ayub em Marataízes

Política é matemática. Ganha quem conseguir somar os números certos.

De fato, pelos bastidores, a única saída para o grupo de oposição é exatamente essa que está planejada pelo núcleo de campanha de Rocha: formar um bloco reunindo todo o quadro e encarar a pedreira que será.

Um dos interlocutores de Dr. Antônio divulgou informações via áudio pelo WhatsApp que confirmam o cenário. Apesar de algumas resistências dentro do próprio grupo o caminho deverá ser um só.

A disputa majoritária, se for levada em consideração a história do município, favorece Thiago, pois desde a derrota de Alcino Cardoso (sogro de Dr. Antônio) para Norma Ayub em 2004, nenhum prefeito perdeu a reeleição.

NORMA AYUB – 2005/2008 – 2009/2012

LUCIANO PAIVA – 2013/2016 -2017….

THIAGO PEÇANHA 2017/2020 e tem grandes chances de dar sequencia ao histórico de reeleições no município.

****************************************************************

“E esse sol entrou / De repente, em minha vida / Já tão fria e sem desejos / Esses festejos, esta emoção / Luminosa manhã / Tanta luz / Tanto azul / É demais pro meu coração” – Canção da Manhã Feliz (Haroldo Barbosa/Luis Reis)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Análise Política

Derrota de Norma Ayub em Marataízes pode tirar Ferraço definitivamente da política capixaba

Publicados

em

Baluarte da política capixaba por décadas, o deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM) percebe que o espaço para sua família está afunilando, por isso movimenta-se agora para ganhar fôlego em 2022.

O lançamento da deputada federal Norma Ayub pré-candidata em Marataízes é mais que mero interesse pelo poder municipal, trata-se de uma estratégia de sobrevivência dos Ferraços. Uma vitória facilita um arranjo futuro. Já uma eventual derrota colocará o velho político de quase 83 anos em uma encruzilhada que pode encerrar sua participação na política.

A deputada, que está na metade mandato, poderia esperar, apoiando um nome para a prefeitura ou mesmo ficando neutra, em um grande acordo para que o próximo prefeito, seja ele que fosse, ajudasse na sua reeleição. Mas não há tempo.

A inexorabilidade do tempo coloca Theodorico em fim de carreira, para, no máximo, mais um mandato de deputado estadual. A missão dele, portanto, passa ser acomodar sua mulher e seu filho Ricardo Ferraço (PSDB) no poder.

Leia Também:  Um olhar na saúde e educação de Castelo

Os Ferraços sabem que dificilmente Ricardo volta a ser senador. Abre-se uma vaga em 2022 no Senado e é praticamente certo que essa vaga não é dele. Há outros na fila em melhor colocação para disputar. Sobra para ele a Câmara Federal. Mas como Ricardo disputaria a vaga de deputado se Norma Ayub tentar a reeleição?

Logo, a necessidade de espaços explica a entrada de Norma na disputa municipal. Com ela eleita, o caminho fica livre para Ricardo disputar a Câmara, e Theodorico tentar a reeleição na Assembleia.

Num cenário pior, a derrota de Norma em Marataízes forçará Theodorico abrir mão da reeleição para acomodar sua mulher em uma vaga na Assembleia, já que ela tem mais longevidade política que ele. E assim Ricardo disputaria a Câmara Federal.

Como se vê, é muito mais que apenas disputar uma prefeitura. É questão de sobrevivência política mesmo!

*****************************************************

Após a publicação de matéria neste site mostrando que a administração Tininho Batista em Marataízes investe R$ 154 milhões em obras, uma raposa política comentou:

Leia Também:  Itapemirim tem rol heterogêneo de possíveis vices 

“Ferraço gosta tanto de obra e é tanta obra em Marataízes, que se Norma não fosse candidata até ele iria votar em Tininho”.

*****************************************************

 “Sem nada, / Nem no peito qualquer mágoa / Sem rancor e sem saudade / Venho agora te dizer adeus / Quem sabe / Não encontro pela madrugada / Uma esperança vaga / Nos olhos de alguém / Que também despertou / De um sonho igual ao meu” – Quem Sabe (Paulinho da Viola)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA