Cidades

Em Cachoeiro, Procon orienta usuários de plano de saúde sobre direito a exames de Covid-19

Publicados

em

Os planos de saúde devem garantir testes para detecção do novo coronavírus aos seus clientes, nos casos em que há indicação médica, alerta o Procon de Cachoeiro.

De acordo com o órgão de defesa do consumidor, exames de diagnóstico do vírus foram inclusos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio das Resoluções Normativas 453/2020 e 457/2020, no Rol de Cobertura Obrigatória para beneficiários dos planos.

Entre os exames, estão a pesquisa por RT-PCR; Dímero D (dosagem); Procalcitonina (dosagem); Pesquisa rápida para Vírus Sincicial Respiratório e PCR em tempo real para Vírus Sincicial Respiratório.

O Procon também esclarece que, caso o consumidor tenha feito o exame fora da rede credenciada pelo plano, ele tem direito ao reembolso, se esse procedimento estiver previsto em contrato ou se o exame para a confirmação da infecção tiver sido indicado pelo médico em uma situação de urgência e emergência.

“O usuário deve sempre procurar informações e orientações junto à operadora do seu plano de saúde, para sanar dúvidas e tentar solucionar eventuais transtornos. A ANS está orientando as empresas para que disponibilizem, em seus portais na internet, e disseminem, por meio de seus canais de relacionamento, as informações necessárias”, ressalta o coordenador do Procon de Cachoeiro, Osvaldo de Sousa.

Leia Também:  Coritiba e São Paulo empatam de 1 a 1 pela 32ª rodada do Campeonato

Se, ainda assim, o consumidor não conseguir equacionar conflitos com a operadora do plano, ele também pode recorrer ao Procon, pelos telefones (28) 3155-5262 e (28) 3155-5276.

Procedimentos que devem ser oferecidos pelo plano

  • Apesar de não existir ainda tratamento específico para a Covid-19, os tratamentos gerais hoje disponíveis devem ser cobertos pelo plano de saúde, conforme a segmentação de assistência contratada.
  • Para o reajuste deste ano, 2020, são levados em consideração os atendimentos realizados nos anos anteriores, 2018 e 2019. Ou seja, não pode haver, em 2020, reajuste com repasse de custos do coronavírus.
  • No entendimento do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), seja durante o tratamento de saúde do novo coronavírus ou de outra doença, o plano de saúde não pode ser suspenso ou cancelado em razão da inadimplência.
  • A operadora deve fornecer todos os medicamentos indispensáveis para o controle e evolução da doença, conforme prescrição do médico responsável pelo tratamento do consumidor, durante o período.
COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Cachoeiro recebe mais doses da Coronavac para profissionais de saúde

Publicados

em

Foto: Márcia Leal/PMCI

Cachoeiro recebeu, nesta sexta-feira (22), mais 771 doses da vacina Coronavac, para a campanha de imunização contra a Covid-19. Elas são destinadas a profissionais de saúde da linha de frente de combate à doença, grupo prioritário da primeira fase do Plano Municipal de Vacinação.

“Com essa nova remessa, chegamos ao quantitativo para alcançar cerca de 34% dos profissionais de saúde do município com a primeira dose do imunizante. Lembrando que, agora, devem ser priorizados aqueles trabalhadores mais expostos ao risco de contágio, que são indicados pelos estabelecimentos de saúde que atendem pacientes com Covid-19”, frisa o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

A campanha de imunização foi iniciada em Cachoeiro, na terça-feira (19), com a chegada das primeiras 1.475 doses da Coronavac. A equipe de vacinadores da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) está indo aos estabelecimentos de saúde para imunizar o público-alvo.

De acordo com a Semus, Cachoeiro deve ultrapassar o número de 1.000 vacinados ainda nesta sexta-feira. Além dos trabalhadores da saúde, são grupos prioritários da primeira fase da campanha os residentes e cuidadores das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), já integralmente contemplados com a primeira dose da vacina.

Leia Também:  Técnica em enfermagem é a primeira pessoa vacinada contra Covid-19 em Cachoeiro

Duas doses

A vacina Coronavac é administrada em duas doses, e a segunda deve ser aplicada no intervalo de duas a quatro semanas após a aplicação da primeira.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA