Geral

Em Cachoeiro, Operação “Lobo de Wall Street”  apreende uma grande quantidade de dinheiro em espécie em um dos alvos da busca e apreensão

Publicados

em

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Sul), e a Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, por meio da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (Deic) de Cachoeiro de Itapemirim, com o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, deflagraram hoje (09/06/2021) a chamada operação “Lobo de Wall Street”.

 

O objetivo é desarticular uma associação criminosa suspeita de atuar ofertando investimentos financeiros fraudulentos, com possível crime contra a economia popular, por meio das chamadas “pirâmides”.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão deferidos pela 4ª Vara Criminal da Justiça Estadual de Cachoeiro de Itapemirim nas residências e endereço comercial e de trabalho dos investigados, com apreensão de computadores, notebooks, celulares e documentação que foram encaminhados para o Gaeco.

 

Serão posteriormente enviados ao Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) do MPES para extração de informações e os documentos serão encaminhados para a Deic para análise.

Leia Também:  Operação “Lobo de Wall Street” cumpre mandados em Cachoeiro para desarticular associação criminosa suspeita de atuar ofertando investimentos financeiros fraudulentos

 

Foi apreendida uma grande quantidade de dinheiro em espécie em um dos alvos da busca e apreensão. Além disso, duas pessoas foram presas em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo, e conduzidas para a Deic.

Participam da operação promotores de Justiça do Gaeco-Sul, delegados de Polícia Civil de Cachoeiro de Itapemirim, policiais civis e policiais militares do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

Entenda o caso:

A Operação Lobo de Wall Street foi deflagrada após cooperação e prévia investigação da Polícia Civil e do Ministério Público. As diligências, em um primeiro momento, indicam que os investigados estariam oferecendo investimentos financeiros a curto prazo, com ganhos muito acima do percentual praticado pelo mercado financeiro nacional, com o pretenso argumento para os investidores de que estariam adquirindo cotas de consórcio.

As investigações apontam que a oferta de ganhos expressivos a curtíssimo prazo é a forma de atrair potenciais novos investidores que retroalimentam os ganhos de quem deu origem ao esquema. A situação, porém, não se sustenta, podendo se tratar de prática de pirâmide financeira.

Leia Também:  Investigações no STF e pressões internacionais pesaram na demissão de Salles

Os promotores de Justiça do Gaeco-Sul do MPES, Luiz Agostinho Abreu da Fonseca e Jeferson Gonzaga Ribeiro, e o delegado da Deic, Rafael Amaral, concederão uma entrevista coletiva virtual, às 10h30. Mais informações podem ser obtidas junto à Assessoria de Comunicação (ASCM) do Ministério Público Estadual pelos telefones: (27) 3194-4800 e 3194-4801.

Veja as fotos da operação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Cachoeiro receberá projeto para revitalização de bacias hidrográficas

Publicados

em

Cachoeiro de Itapemirim será um dos três municípios da região Sul do Espírito Santo contemplados com um projeto do governo estadual para revitalização de bacias hidrográficas. A proposta foi apresentada pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) na tarde desta quarta-feira (23), em reunião com representantes da Prefeitura de Cachoeiro no Palácio Bernardino Monteiro.

O projeto visa a realização de um trabalho de preservação em uma comunidade com cerca de 100 propriedades rurais que tenha relação direta com uma microbacia específica. As ações incluem instalação de fossas sépticas biodegradáveis em locais sem rede de esgoto, criação de mecanismos de reservação de água (barraginhas, caixas secas, cordões de infiltração) e direcionamento de benefícios do Programa Reflorestar para recuperação e conservação de cobertura florestal.

Essa comunidade – que ainda será definida – servirá como uma unidade demonstrativa, a ser monitorada ao longo de três anos para averiguação dos resultados gerados com as ações, como evolução na qualidade da água, por exemplo.

Leia Também:  Estados Unidos doam 3 milhões de doses da Janssen para o Brasil

As conclusões obtidas com o trabalho nas unidades demonstrativas servirão para reproduzir as ações em outras comunidades. Esse segundo momento do projeto também prevê a criação de mecanismos mais robustos para lidar com eventos extremos, como a construção de estruturas para amortecer as ondas de cheias nos rios em períodos de chuvas intensas.

Para a realização do projeto, que deverá ser iniciado ainda em 2021, serão direcionados cerca de R$ 8,5 milhões do Fundo Estadual de Recursos Hídricos e Florestais do Espírito Santo (Fundágua) para as unidades demonstrativas dos três municípios participantes – Cachoeiro, Muqui e Vargem Alta. As prefeituras também darão apoio às ações.

Durante a reunião desta quarta-feira, o diretor-presidente da Agerh, Fábio Ahnert, destacou que a tendência é de que eventos naturais extremos, como enchentes, se tornem cada vez mais frequentes, e que é preciso investir na revitalização das bacias hidrográficas.

“Nossa expectativa é de que o projeto proporcione melhor qualidade de vida para os moradores da área rural e contribua com o meio ambiente, principalmente melhorando a qualidade da água dos afluentes. E esperamos tornar a bacia do rio Itapemirim mais resiliente, mais preparada para os eventos adversos”, afirmou o diretor-presidente da Agerh.

Leia Também:  População pode colaborar com estudos para universalização do saneamento em Cachoeiro

“Se não iniciarmos o trabalho preventivo, que não se restringe ao monitoramento da vazão do rio, nós teremos desastres todos os anos. Nós já temos feito ações de preservação dos recursos hídricos, como o programa Nascentes Vivas, mas esse projeto nos permitirá monitorar os resultados de forma mais eficaz – o que contribui, inclusive, para o convencimento da população sobre a importância desse trabalho”, acrescentou o prefeito Victor Coelho.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA