Cidades

Em Cachoeiro, Disk Aglomeração já recebeu mais de 800 denúncias

Publicados

em

O Disk Aglomeração da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim já recebeu mais de 800 denúncias desde o início de seu funcionamento, no dia 15 de maio. A central de atendimento foi montada para acolher demandas da população relacionada a flagrantes de desrespeito às medidas restitivas em vigor para o combate à Covid-19.

Até a manhã desta terça-feira (26), foram registradas 441 demandas de aglomerações em estabelecimentos e 380 de aglomerações em outras áreas públicas e privadas. Houve também 25 reclamações de uso irregular de máscaras em estabelecimentos, 19 denúncias de uso irregular de máscaras em outras áreas e 7 a respeito de funcionamento irregular de estabelecimentos.

A grande maioria das denúncias está relacionada a bares, proibidos de funcionar desde domingo (24): 346. Também há um número significativo de reclamações a respeito de descumprimento de regras de funcionamento em igrejas: 33.

Na relação por bairro, Vila Rica, um dos que apresenta maior número de casos confirmados de Covid-19 em Cachoeiro, está no topo do ranking de demandas: 41.

Leia Também:  Cachoeiro recebe 5 mil doses de cloroquina do governo estadual

Atendimento

Dentre as demandas já atendidas pelas equipes responsáveis, seja da Guarda Civil Municipal (GCM) ou da Fiscalização de posturas, estão de pessoas se aglomerando para soltar pipa nas ruas Cassio Dutra e Pedro Feitosa, no bairro Vila Rica; utilização da quadra de esportes do bairro Basileia; e de aglomeração de pessoas em um bar na rua Idália Rocha Cordeiro, no bairro Amarelo.

“O número de denúncias é muito alto, e as nossas equipes estão se desdobrando para conseguir atender a todos os chamados da forma mais ágil possível. Precisamos que os cidadãos cachoeirenses deem sua contribuição”, comenta Ruy Guedes, coordenador do Sistema de Comando de Operações (SCO) de enfrentamento à Covid-19 em Cachoeiro.

“Temos tido avanços, mas o índice de isolamento social ainda está muito abaixo do ideal. Como temos visto, a maior parte das pessoas está se aglomerando sem nenhuma necessidade. Se os cidadãos não assumirem suas responsabilidades, a situação de saúde pública vai piorar e nós teremos que tomar medidas ainda mais restritivas”, alerta o prefeito Victor Coelho.

Leia Também:  BRK Ambiental de Cachoeiro mantém excelência em Sistema de Gestão Integrado

Contatos do Disk Aglomeração

O Disk Aglomeração funciona 24h. Para fazer denúncias, entre em contato com a central de atendimento pelo telefone 153 ou pelo site cachoeiro.es.gov.br/ouvidoriageral.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Calçadão da Beira Rio terá mais acessibilidade e novos atrativos para população de Cachoeiro

Publicados

em

 

O calçadão da avenida Beira Rio, em Cachoeiro de Itapemirim, terá mais recursos de acessibilidade e novos atrativos de esporte e lazer. O local passa por reforma desde novembro do ano passado, com o objetivo de proporcionar melhores condições para pedestres e praticantes de atividades físicas.

Estão sendo construídas quatro rampas de acesso, sendo três delas ao longo da via – em frente a faixas de pedestres – e uma na parte da calçada que faz cruzamento com a ponte Juscelino Kubitschek. Outra melhoria em acessibilidade é a colocação de piso tátil (faixa em alto-relevo que auxilia na locomoção) por toda a extensão do calçadão.

Nas últimas semanas, foram iniciadas intervenções em uma área em frente ao Teatro Municipal Rubem Braga onde haverá bancos, equipamentos de academia e um espaço aberto para prática de exercícios físicos. Além disso, está sendo feita uma pequena plataforma elevada, na qual profissionais de educação física poderão se colocar para dar instruções a alunos, durante atividades ao ar livre.

Leia Também:  Calçadão da Beira Rio terá mais acessibilidade e novos atrativos para população de Cachoeiro

Neste mês de junho, também é feita a aplicação de granilite no calçadão, material mais apropriado para a prática de caminhada do que o antigo piso de pedras portuguesas. O projeto prevê, ainda, recuperação dos guarda-corpos e melhorias em iluminação e jardinagem.

A reforma é divida em dois trechos: o primeiro tem início na altura do acesso à rua Bernardo Horta e termina na ponte de pedestres Rosalina Despoli; o segundo, segue da ponte Rosalina Despoli até a altura do Teatro Rubem Braga. A expectativa é de que o trabalho de concretagem e acabamentos estruturais nas duas partes seja concluído nos próximos 45 dias.

“A reforma do calçadão da Beira Rio é uma demanda de longa data da população cachoeirense, e nós estamos trabalhando com responsabilidade para entregar instalações de qualidade e mais acessíveis a todos. Enquanto as obras acontecem, pedimos às pessoas que passarem pelo local que respeitem a sinalização para não passar pela área das intervenções – e, de preferência, que evite sair de casa durante a pandemia”, afirma o prefeito Victor Coelho.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA