Agronegócio

Em 10 anos, Senar atende mais de 1 milhão de produtores com educação a distância

Publicados

em


Brasília (27/11/2020) – A Educação a Distância do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (EaD/Senar) completou 10 anos em 2020 com mais de um milhão de matrículas. Apenas este ano, a instituição promoveu 158,9 mil em 81 cursos.

A procura neste ano cresceu devido à pandemia da Covid-19, afirmou a diretora de Educação Profissional e Promoção Social da entidade, Janete Lacerda, durante a reunião do Comitê de EaD na sexta (27), Dia da Educação a Distância, que discutiu as ações de 2020 e os projetos para novos cursos e formatos de ensino a partir de 2021.

“A Educação a distância veio para ficar de vez e, mais do que nunca, agora na pandemia, se faz necessária. O produtor rural está se reinventando e a prova disso são os acessos aos cursos a distância do Senar”, afirmou. “Estamos completando 10 anos de educação a distância e sinto muito orgulho porque foi um grande desafio para nós aprender como fazer e levar cursos a distância para o nosso público.”

O Comitê também discutiu o modelo de curso via aplicativo WhatsApp. O Senar Bahia desenvolveu este ano um projeto piloto em parceria com o Sebrae direcionado aos bovinocultores de leite do estado. Segundo Daniela Lago, da Bahia, a aceitação do evento foi muito boa. Com duração de oito horas/aula e dividido em dois dias, teve a participação de 162 participantes.

Leia Também:  Sistema Faeg/Senar: inscrições para o Desafio AgroStartup vão até 31 de janeiro

“Temos que analisar quais os recursos vamos usar via WhatsApp. São muitos, vão desde cards, infográficos, podcasts, links, quiz, etc. Temos que pensar no nosso público, no tempo dele de aprender e também de resposta”, explicou a coordenadora do Núcleo de Educação a Distância do Senar, Ana Ângela Sousa.

Outro tema da reunião foi a Formação Profissional Rural em modelo híbrido. O Senar está desenvolvendo o formato com apoio das Administrações Regionais para identificar como será o espaço de aprendizagem, avaliação e tecnologia no ensino híbrido e a certificação dos produtores.

Em 2021, o Senar lançará um aplicativo de cartilhas, em que o produtor terá acesso ao material elaborado pela entidade sobre diversos temas. Atualmente, o Senar tem a Estante Virtual, com 175 títulos disponíveis para download.

Em 2020, os 10 cursos mais procurados no portal EaD Senar (http://ead.senar.org.br/) foram: Fixação Biológica de Nitrogênio, Recuperação de Pastagens Degradadas, Negócio Certo Rural, Mudanças Climáticas e Agricultura, Proteção de Nascentes, Tratamento de Dejetos Animais, Cultivo e Produção de Grãos, Florestas Plantadas, Integração Lavoura-Pecuária-Floresta e Sistema Plantio Direto.

Leia Também:  Últimos dias para inscrições no curso Senar Jovem em Glória

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agronegócio

Amazonas recebe concentradores de oxigênio doados pelo Sistema CNA

Publicados

em


Brasília (26/01/21) – Os 38 concentradores de oxigênio doados pelo Sistema CNA para atender pacientes com a Covid-19 no Amazonas chegaram, nessa madrugada, a Manaus em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

O presidente da CNA, João Martins, afirmou que “a população do estado do Amazonas enfrenta uma verdadeira batalha pela sobrevivência e, com a doação dos concentradores de oxigênio, o Sistema CNA/Senar espera contribuir para minimizar o impacto da pandemia e ajudar as autoridades de saúde para que possam dar o melhor atendimento possível aos pacientes”.

Para Muni Lourenço, vice-presidente da CNA e presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), “a doação de concentradores de oxigênio pela CNA ao Amazonas é de extrema importância neste momento da pandemia aqui, onde os pacientes precisam de oxigênio. Com essa iniciativa estamos ajudando a salvar vidas na capital e no interior”.

O estado enfrenta um pico da doença e está com déficit na oferta de oxigênio para atender a população infectada com o novo coronavírus. O governo local também decretou restrição de circulação em vias e espaços públicos devido ao crescimento no número de casos da doença.

Leia Também:  Últimos dias para inscrições no curso Senar Jovem em Glória

A Defesa Civil recebeu os equipamentos que foram entregues à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas e ao Comitê Estadual de Gestão da Pandemia. “Essa doação representa uma renovação de fé para as famílias do nosso estado”, afirmou Renan Rocha, representante da Defesa Civil que recebeu os concentradores no aeroporto da capital.

Cada concentrador tem 10 litros e não necessita de recarga de oxigênio porque é elétrico e converte o ar do ambiente em oxigênio para o paciente. A Secretaria de Saúde irá distribuir os aparelhos de acordo com a necessidade dos hospitais da capital e interior do estado.

Além do oxigênio, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas também está solicitando doações de medicamentos, insumos descartáveis e equipamentos de Proteção Individual (EPI).

“A solidariedade é fundamental para vencermos o vírus da Covid 19”, ressaltou Lourenço.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA