Política

Eleições 2018: veja como será a ordem de votação na urna eletrônica

Publicado em

No último pleito, o voto ia dos cargos menores até o maior. Em outubro, a votação começará pela escolha de deputado federal

Por | 00.00.

Urna eletrônica

Foto: abio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Diferente da sequência de votação nas eleições de 2014, o eleitor que for votar neste ano vai começar seu voto a partir da escolha de deputado federal. Seguindo uma lei aprovada pelo Congresso Nacional em 2014, a ordem de votação dos cargos em disputa será: deputado federal (4 dígitos), deputado estadual (5 dígitos), 1º senador (3 dígitos), 2º senador (3 dígitos), governador (2 dígitos) e presidente (2 dígitos).

Esta sequência retorna ao modelo implementado nas eleições de 1998. Apenas nas eleições de 2010 e 2014, as duas últimas, os deputados estaduais vieram primeiro na hora da votação.

Esta sequência, com os cargos de eleições proporcionais (vereadores, deputados federais e estaduais) vindo primeiro, tem como objetivo incentivar o eleitor a ir até o final da votação, escolhendo seu candidato cargo por cargo, até chegar ao voto de presidente, que é definido por eleição majoritária (assim como os cargos de senador e governador), que, em tese, tem maior apelo com as pessoas.

Leia Também:  Pastor Josué aceita o desafio: mais um pré-candidato a prefeito de Cachoeiro

> Eleições 2018: a cobertura completa

“Nas eleições gerais de 2010 e 2014, por uma questão de lógica, de ir do ‘menor cargo até o maior’, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu colocar os votos para estadual primeiro. Só que, em 2014, o Congresso entendeu que essa nova ordem poderia confundir o eleitor, que em tese estaria acostumado a votar em deputado federal primeiro”, explica o assessor-chefe de Gestão Eleitoral do TSE, Thiago Fini Kanashiro.

VOTO DE LEGENDA

Outro fator que ajuda a explicar a sequência de votos na urna é a forma como são computados os votos de legenda em eleições proporcionais. Quando um eleitor vota em um número que não representa nenhum candidato ou digita apenas os dois primeiros números do partido, o sistema da urna computa o voto para a coligação ao qual o partido “escolhido” faz parte.

Além disso, se um eleitor votar apenas para o primeiro cargo e “abandonar” a sessão, o sistema da urna irá anular os demais votos aos quais esse eleitor teria direito.

Leia Também:  Prefeito de Castelo por oito anos, Cleone anuncia saída do PT

“Quem disputa os cargos que vêm primeiro se beneficia dessa ordem, já que eles vão receber os votos daquele eleitor que resolve colocar só o número do partido que tem mais confiança e ir embora, sem escolher os demais”, afirma o advogado eleitoral Marcelo Abelha.

 

 

Confira a fonte original do Gazeta Online, clicando aqui.

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Prefeito de Marataízes exonera quatro secretários municipais e mais 15 comissionados

Published

on

O prefeito em exercício de Marataízes, Jaiminho Machado, exonerou, em uma canetada só, quatro secretários municipais.

A lista foi publicada no diário oficial desta sexta-feira (12).

Além deles, consta na lista João Antonio Neto, o Joãozinho, gerente de gestão, que estava lotado no gabinete e também já exerceu cargo em primeiro escalão.

Em importância menor dentro da escala administrativa, também foram exoneradas outras 15 pessoas, entre diretores e outros.

Todos os nomes exonerados foram nomeados pelo então prefeito afastado Tininho Batista e eram colaboradores desde o seu primeiro mandato como prefeito.

Um dos secretários exonerados é Robson Abreu Silva que respondia por três secretarias.

Confira os secretários exonerados:

ANDERSON GOUVEIA DE OLIVEIRA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE DEFESA SOCIAL E SEGURANÇA PATRIMONIAL

ROBSON SEYR – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

ANTÔNIO CARLOS SADER SANT’ANNA –  SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PESCA E AQUICULTURA

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA DE INTERIOR

Leia Também:  Ferraço quer limitar pedido de verificação de quórum

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA, AGROPECUÁRIA E ABASTECIMENTO

JOÃO ANTONIO NETO – GERENTE DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA