Entretenimento

Donald Trump pode ser processado pelos Rolling Stones; entenda motivo

Publicados

em

 

 

source
A banda britânica Rolling Stones
Divulgação

A banda replicou artigo que noticia proibição em sua página oficial no Twitter

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , tem usado a música ” You Can’t Always Get What You Want “, da lendária banda britânica Rolling Stones, em sua campanha de reeleição. Mas parece que os roqueiros não ficaram nada felizes com isso e podem, inclusive, processar Trump .

Os integrantes do grupo recorreram ao órgão norte-americano de direitos autorais musicais, o BMI. O presidente está proibido de utilizar a canção novamente.

Caso aconteça, ele violará contrato de licença com a organização e pode ser processado pelos Rolling Stones .

Segundo o portal Deadline, sediado no distrito de Hollywood, em Los Angeles, o IMC informou à equipe de campanha de Trump que o uso da música não está autorizado.

Leia Também:  Manchester City perde e Liverpool comemora campeonato inglês

O artigo foi replicado pela própria banda, em seu perfil oficial do Twitter.

 

 

Não é a primeira vez que o presidente Donald Trump se envolve em polêmicas por conta de direitos autorais. Ele já utilizou músicas de diversos artistas em suas campanhas e comícios.

Em 2016, o presidente, então em campanha e candidato a ocupar a Casa Branca, foi recebido na Convenção Nacional Republicana com “We Are Tha Champions”, do Queen. O guitarrista da banda, Brian May, se posicionou contra o uso de qualquer canção do Queen por Trump ou pelo partido republicano.

 

 

Artistas como Adele , Neil Young e R.E.M, ou representantes, também proibiram o uso de suas canções por parte do partido republicano.

Fonte: IG GENTE
Leia Também:  Dia do Orgulho LGBT: Drag queens pioneiras falam de história e esquecimento

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Polícia interfere em festa com Bruno da dupla Bruno e Marrone

Publicados

em


source

Uma festa que contou com um show de Bruno, da dupla Bruno e Marrone, foi interrompida em Caldas Novas (GO), na noite deste sábado. Segundo relato da polícia, a festa ia contra um decreto municipal que proíbe festas e aglomerações.

show
Reprodução/Instagram

Em fotos que circulam nas redes sociais o cantor Bruno está no palco

De acordo com informações do O Popular , a Polícia Militar foi chamada por conta do som alto, os oficiais pediram para que o som fosse reduzido, sem saber que se tratava de um evento maior. Depois de algumas horas, as denúncias continuaram chegando, dessa vez com imagens que mostravam que era um evento com em torno de 50 pessoas.

Ver essa foto no Instagram

Então? Sem respostas, sem expectativas, sem respeito…

Uma publicação compartilhada por Lucius Eventos (@luciuseventos) em 28 de Jun, 2020 às 12:58 PDT


Segundo a PM, o evento era uma festa de aniversário do proprietário. Imagens e vídeo mostrando o show de Bruno estão sendo divulgadas pelas redes sociais. Uma foto das ex-BBBs Ivy Moraes e Anamara juntas nessa festa também foi divulgada.


A Polícia Militar registro um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o organizador da festa. Segundo o portal G1 , a Secretaria de Meio Ambiente de Caldas Novas informou ainda que foi ao local e que fez um auto de infração contra o dono do evento por desobediência aos decretos municipais. A multa pode chegar a R$ 30 mil. Uma audiência na Justiça sobre o caso foi marcado para o dia 3 de julho.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Atores brancos não dublarão personagens de outras etnias em 'Os Simpsons'
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA