Cidades

Disk Aglomeração de Cachoeiro recebeu 175 denúncias no primeiro fim de semana

Publicados

em

Em seu primeiro fim de semana em funcionamento, o Disk Aglomeração da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim recebeu 175 denúncias. De acordo com a central de atendimento, de sexta-feira (15) a domingo (17), houve 130 denúncias relacionadas à aglomeração em estabelecimentos, 40 denúncias sobre aglomeração em outras áreas e cinco denúncias de uso irregular de máscaras.

Atendendo aos chamados do Disk Aglomeração, bem como a outras demandas relativas a suas funções, a Guarda Civil Municipal (GCM) percorreu mais de 30 bairros, distritos e localidades no fim de semana. A equipe de Fiscalização de Posturas, por sua vez, realizou 223 vistorias a estabelecimentos, com 23 notificações expedidas e cinco interdições realizadas – números que abrangem tanto o atendimento ao Disk Aglomeração, quanto ao trabalho de fiscalização rotineiro.

Com o Disk Aglomeração, a população pode fazer ligações para o número 153, central de atendimento montada pela Prefeitura de Cachoeiro, e denunciar a ocorrência de aglomeração de pessoas tanto em áreas públicas, quanto em estabelecimentos e locais privados. Também são recebidas reclamações a respeito do descumprimento de outras medidas sanitárias em vigor, como o não uso de máscaras no interior de estabelecimentos comerciais.

Leia Também:  Seguradoras apostam em bônus e descontos progressivos para manter clientes

A central atende todos os dias da semana, 24h. Após o recebimento da denúncia, a demanda é repassada para os agentes responsáveis por tomar as devidas providências. Se o problema persistir nas 24h seguintes, o denunciante deverá ligar, novamente, para reforçar o pedido.

“A quantidade de demandas para atender, diariamente, é muito grande, mas estamos sempre aprimorando os nossos procedimentos, de forma a tornar o combate à Covid-19 cada vez mais efetivo”, afirma o coordenador do Sistema de Comando de Operações (SCO) de combate à Covid-19 em Cachoeiro, Ruy Guedes.

“O poder público municipal está fazendo todo o possível para combater a pandemia em Cachoeiro, mas precisamos da contribuição de cada cidadão. Portanto, frisamos mais uma vez: não saia de casa, se não for realmente necessário; não faça aglomerações e denuncie aqueles que descumprirem as regras”, destaca o prefeito Victor Coelho.

Confira os canais de comunicação com o poder público:

Disk Aglomeração: Central de atendimento a denúncias de aglomerações tanto em áreas públicas, quanto em estabelecimentos e locais privados (incluindo residências, se for o caso). Também são recebidas denúncias de descumprimento de medidas no comércio, como a não utilização de máscaras. Funciona todos os dias da semana, 24h, atendendo pelo telefone 153.

Leia Também:  Em meio a guerra de informações, paralisação dos motoristas da Flecha Branca continua em Cachoeiro

Ouvidoria Geral do Município: Recebe solicitações gerais relacionadas a serviços públicos municipais. Pode ser contatada pelo site www.cachoeiro.es.gov.br/ouvidoriageral; pelo aplicativo de celular “TodosJuntos“; pelo e-mail [email protected]; e, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, pelos telefones 156 e (28) 98814-3357 (WhatsApp).

Ouvidoria Geral do SUS: Recebe solicitações de saúde pública, como as relacionadas à pandemia de Covid-19. Pode ser contatada por meio de sua página no portal da Prefeitura; pelo aplicativo de celular “TodosJuntos“; pelo e-mail [email protected]; e, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, pelos telefones 0800 081 1696 e (28) 3521-1696.

Segurança Pública: Para demandas específicas relacionadas à segurança pública, como denúncias de ações criminosas, é preciso acionar as forças de segurança que atuam no município pelo telefone 190. O atendimento é 24h.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prefeitura de Presidente Kennedy assina termo de cooperação técnica com o Porto Central

Publicados

em

A Prefeitura de Presidente Kennedy assinou nesta quarta-feira(27) termo de cooperação técnica com o Porto Central. O termo é uma das condicionantes feitas pelo Ibama para a instalação do empreendimento no município e faz parte das diretrizes socioeconômicas.

No documento assinado hoje, Prefeitura de Presidente Kennedy, Governo do Estado, Porto Central, Ifes, Senac, entre outras instituições, irão formar um Comitê de Acompanhamento  do Termo de Cooperação Técnica dos programas: PADR – Programa de Apoio ao Desenvolvimento Regional; PMD.-  Programa de Mobilização e Desmobilização de Mão de Obra; PCP – Programa de Capacitação Profissional; e PMSE – Programa de Monitoramento Socioeconômico.

Os programas irão facilitar a geração e a disseminação de informações sobre a realidade social e econômica, por meio de políticas públicas estruturadas.

O Comitê irá acompanhar projetos que envolvem qualificação profissional, apoio tecnológico, promoção do empreendedorismo e auxílio a micro, pequenos e médios empresários, além de programas de qualidade ambiental, ações em infraestrutura e serviços públicos.

A construção do Porto Central de Presidente Kennedy é um grande empreendimento que influencia de forma regional e aumentará a competitividade da economia estadual. Novas oportunidades de geração de emprego e renda para a população kennedense serão disponibilizadas antes e durante a operação do porto.

Leia Também:  Em meio a guerra de informações, paralisação dos motoristas da Flecha Branca continua em Cachoeiro

Porto

O acordo firmado tem também como objetivo intensificar as ações preparatórias que antecedem as obras do Porto Central, destacando o cumprimento das condicionantes socioeconômicas estabelecidas na Licença de Instalação do porto emitida em março de 2018 pelo Ibama.

O Porto Central será instalado em uma área de aproximadamente 2.000 hectares, com até 25 metros de profundidade para receber os maiores navios do mundo. A primeira fase do porto visa atender à crescente demanda da indústria de óleo, gás e energia do país.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA