Notícias em Geral

Detran/ES automatiza e agiliza processo de acerto de dados de veículos

Publicado em

Por | 00.00.

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) implementou um novo modelo informatizado para o procedimento de acertos de dados em veículos que traz mais agilidade ao serviço, gera economia ao órgão e, principalmente, contribui para a maior segurança nas ruas, com a garantia da realização da inspeção de segurança veicular.

A mudança foi possibilitada com a implementação do projeto de Gestão Eletrônica de Documentos (GED) pela Coordenação de Renavam do Detran|ES. O procedimento era feito por meio de envio de processos físicos das Ciretrans de todo o Estado para a coordenação na sede do órgão, em Vitória, toda vez que era identificada a necessidade de correção no registro, inclusão de alteração ou observação no Certificado de Registro de Veículo (CRV) e no Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV). O sistema foi informatizado e hoje é feito por meio da inclusão no sistema eletrônico. “Todo o trâmite passou a ser feito de forma automatizada, eliminando as etapas de envio de documentos para a sede e retorno para as unidades nos municípios. Com isso reduzimos o tempo de conclusão do serviço de 15 dias para cerca de três dias”, destaca o coordenador do Renavam, Silvio Cesar Teixeira dos Santos.

A redução da movimentação de processos das Ciretrans para a sede do órgão e retorno para o usuário no seu município contribuiu para desafogar o protocolo do órgão, que chegava a tramitar cerca oito mil processos do tipo por ano, gerando também economia com envio de malotes. Outro benefício da automatização do processo é a transparência na gestão, já que todos os documentos apresentados, assim como o andamento dado ao processo pelo órgão, ficam arquivados em formato digital e estão acessíveis para consulta pelos usuários do sistema e demais setores da autarquia, viabilizando auditoria instantânea dos processos. A revisão no procedimento adequou melhor o serviço à legislação vigente e também diminuiu a possibilidade de fraudes e falhas na inclusão de informações no registro do veículo e emissão de documento.

Leia Também:  Bolão dos assessores do PT ganha prêmio da Mega de R$ 120 milhões

Além da agilidade e economia proporcionada pelo novo procedimento, Silvio ressalta que o principal objetivo a ser alcançado é a maior segurança no trânsito. “Conseguimos garantir que o serviço está sendo executado de forma correta e que o veículo passará pela inspeção de segurança veicular exigida e, assim, deixamos de colocar em circulação veículos sem o Certificado de Segurança Veicular (CSV) expedido por Instituição Técnica Licenciada pelo Denatran”, explica.

O assistente técnico de trânsito Thayender Pratti Ricardo dos Reis, servidor efetivo do órgão, foi o responsável por percorrer as Ciretrans para implantar o projeto e treinar os servidores e relata que o projeto foi bem recebido pelos servidores. “O procedimento de inclusão dos processos é fácil e todas as correções são feitas de forma digital. É um ganho em agilidade para as unidades que recebem os processos, para nós que avaliamos e principalmente para o usuário, que recebe o seu documento mais rápido. Além disso, todos os processos podem ser visualizados para consulta facilitando o trabalho de todos”, diz.

O chefe da Ciretran de Afonso Cláudio, Carlos Alberto Jarske, utiliza o novo procedimento e considera que foi um grande passo para agilizar e integrar o atendimento e é um bom exemplo de como a gestão publica pode implementar ferramentas operacionais  que  vão ao anseio dos usuários, que cada vez mais necessitam de agilidade no atendimento de suas demandas. “A ação facilitou a troca de informações, a análise de processos e o usuário saiu ganhando com a eficiência e agilidade no atendimento. Além disso, é um grande aliado na economia, evitando gasto desnecessário de papel e despesas com remessa de processos”, acredita.

Leia Também:  Hospital Comunitário vai atender adultos e crianças em Atílio Vivácqua

 

Implantação

A equipe da Coordenação do Renavan identificou juntamente com o Protocolo do Detran|ES o trâmite dos processos no setor, responsável por receber os documentos das Ciretran e devolvê-los às unidades após análise da coordenação responsável, o que representava cerca de 15 mil movimentações por ano. A construção do projeto foi feita em conjunto com a Diretoria de Habilitação e Veículos, a Gerência Operacional e a Subgerência de Veículos e com apoio da Diretoria Administrativo, Financeiro e de Recursos Humanos.

O projeto começou a ser implantado no início do ano em quatro Ciretrans no interior do Estado, que funcionaram como piloto. A partir daí, foi estendido às demais Ciretrans e seus respectivos Postos de Atendimento Veicular (PAV’s), abrangendo praticamente todo o estado, com o apoio administrativo do Escritório de Processos Organizacionais (EPO) do Detran|ES, que viabilizou a implantação em todo o Estado. “A atuação do Escritório de Processos foi fundamental para auxiliar na implantação do projeto em todas as unidades, demonstrando aos servidores a importância do projeto, os benefícios e apresentando a implantação como um projeto do órgão e não apenas do setor”, disse o coordenador do Renavam, Silvio Cesar Teixeira dos Santos.

fonte Aqui Notícias

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias em Geral

Procon do ES divulga balanço e telefonia lidera reclamações

Published

on

By

Proteção e Defesa do Consumidor

As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

Por | 06.02.2020

 

Em 2019, a telefonia móvel liderou o ranking de atendimentos no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES). No mesmo período de 2018, bancos foram o assunto mais demandado. As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

No último ano, 52.204 atendimentos foram realizados pelo Procon-ES. Desse total, mais de 5 mil atendimentos estão relacionados à telefonia móvel. Ocupa a primeira posição do ranking a telefonia móvel, seguida das financeiras, bancos, energia elétrica, telefonia fixa, cartão de crédito, aparelho de telefone, água e esgoto, TV por assinatura e, em décimo lugar, móveis.

Os segmentos que lideraram os atendimentos foram, com 19.961 registros, os assuntos financeiros; seguido por serviços essenciais, com 13.572 queixas; produtos (7.518); serviços privados (4.962); saúde (906); habitação (211) e alimentos (200).

O diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, ressaltou que diferentemente do ranking de atendimento dos últimos anos, que foram liderados por bancos e empresas de cartão de crédito, a telefonia móvel ocupou a primeira posição em 2019.

“Cobrança indevida, incluindo lançamentos de serviços não solicitados na fatura e a mudança unilateral nos contratos com reajuste no valor do serviço são as queixas dos consumidores quando se trata de telecomunicação”, disse.

Leia Também:  Justiça capixaba começa liberar precatórios que  somam cerca de R$ 70 milhões

Para evitar problemas, o consumidor deve ter atenção redobrada antes da contratação de serviços. “É preciso ler atentamente o contrato, tirar todas as dúvidas e só assiná-lo se estiver de pleno acordo com as cláusulas estabelecidas. É preciso sempre conferir os lançamentos cobrados nas faturas. Em caso de dúvidas, procurar o Procon”, afirmou Athayde.

Negociação de dívidas

Rogério Athayde ressaltou ainda que grande parte das demandas de bancos, operadoras de cartões e financeiras estão relacionadas a cobrança indevida e a negociação de dívidas. “No ano de 2019, realizamos 5.261 atendimentos no setor de cálculo e negociação de dívidas do Procon-ES”.

Os atendimentos do setor são realizados de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas, presencialmente na sede do Procon-ES, localizada na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, Centro, Vitória. Também disponibilizamos o mesmo atendimento na unidade localizada no Faça Fácil Cariacica.

Fornecedores

Em relação aos fornecedores mais demandados no Procon-ES em 2019, em primeiro lugar no ranking, está a Vivo, em segundo aparece a concessionária de energia elétrica EDP, seguida do Banco BMG, Telemar, Banco Bradesco, Caixa Econômica Federal, Dacasa Financeira, Banco Itaú, Claro e, em décimo lugar, aparece a Oi Móvel.

Leia Também:  Criador de aves exóticas de Ibatiba será indenizado por causa de apagão

“A maioria dos atendimentos realizados pelo Procon-ES é solucionado de maneira preliminar, ou seja, sem necessidade de abertura de processo e realização de audiências. Esse número demonstra o alto índice de resolução das demandas que chegam ao órgão e a rapidez com a qual os problemas dos consumidores são solucionados”, informou o diretor Rogério Athayde.

Reclamação

Os consumidores poderão registrar suas reclamações pelo aplicativo Procon-ES (disponível para Android) ou pessoalmente, na sede do Procon Estadual, na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, das 9h às 17 horas, de segunda a sexta. Os consumidores podem procurar ainda a Unidade Faça Fácil, em Cariacica, que atende também aos sábados, até às 13 horas.

Existe também uma plataforma online, do Ministério da Justiça, para o registro de reclamações. Por meio do site www.consumidor.gov.br é possível registrar queixas e solucionar os problemas de consumo diretamente com as empresas em até dez dias.

Para atendimento é preciso que o consumidor tenha disponível o RG (Carteira de Identidade), CPF, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA