Política

Deputados destacam legado de Cariê Lindenberg

Publicados

em


A morte do fundador da Rede Gazeta de Comunicação, Carlos Fernando Monteiro Lindenberg Filho, o Cariê, foi bastante repercutida durante a sessão ordinária virtual desta terça-feira (6). O empresário, músico e escritor faleceu aos 85 anos, após complicações de uma pneumonia. O deputado Torino Marques (PSL), que trabalhou por 16 anos como jornalista na Rede Gazeta, lamentou a morte.

“Foi um homem notável, carismático e simples. Dispensava tratamento amável e cordial a todos, mesmo aos mais humildes colaboradores, tornando a sua presença sempre bem-vinda. Era bastante respeitado no mundo político e também no empresarial. Cariê foi um inovador, ele trouxe a modernidade para a imprensa capixaba, ampliou e modernizou o jornal A Gazeta, com a impressão em off set, no começo dos anos 70. Em 1976 inaugurou a TV Gazeta e associou-se à Rede Globo. Criou o núcleo de rádio da Rede Gazeta e a transformou em um vigoroso sistema de comunicação”, comentou Torino.

Filho do ex-governador do Espírito Santo, Carlos Lindenberg, Cariê era considerado por todos à sua volta um entusiasta e defensor da democracia. Também se notabilizou ao longo de sua carreira por ser uma pessoa de hábitos simples, como lembrou o deputado Doutor Hércules (MDB). “Eu gostaria de destacar a humildade que ele recebia a todos. Eu quero deixar essa lembrança da humildade e do sorriso de Cariê”, afirmou o parlamentar.

Leia Também:  Maio Amarelo: direção defensiva pode salvar vidas

O deputado Theodorico Ferraço (DEM) também falou sobre o pesar pela morte do empresário e desejou força à família e aos amigos de Cariê. “Apresento aqui os meus sentimentos à Beatriz, Letícia e Café (filhos), enfim, à toda Família Gazeta. Cariê foi responsável por um dos marcos mais importantes no jornalismo do Espírito Santo. Ele deu a vida para fazer o maior império que o Espírito Santo teve até hoje, que faz inveja a todo Brasil. Ao Cariê, a minha homenagem, a minha saudação póstuma”, comentou Ferraço.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa (ALES), deputado Marcelo Santos (Podemos) também lamentou a morte do empresário e solicitou à Mesa Diretora da Casa que prepare voto de pesar pelo falecimento de Cariê. Outros parlamentares também prestaram suas homenagens ao fundador da Rede Gazeta: os deputados Luciano Machado (PV), Dr. Emílio Mameri (PSDB), Alexandre Xambinho (PL), Bruno Lamas (PSB), Iriny Lopes (PT) e Luiz Durão (DEM).

Nota de Pesar

A Comissão de Cultura e Comunicação Social da Ales também emitiu nota de pesar assinada pela presidente do colegiado, deputada Iriny Lopes. “Defensor das artes e da democracia, Cariê representou o que de melhor pode se esperar em um cidadão com acesso aos meios de comunicação, não se furtando de levar adiante valores importantes à sociedade e em defesa da liberdade de expressão”, destaca um trecho.

Leia Também:  Plenário avaliza extinção de cargo do Incaper

A nota ressalta ainda que o empresário “tornou A Gazeta um jornal sem vínculos formais com qualquer partido e deu início ao formato jornalístico que conhecemos hoje no Espírito Santo. A mesma influência foi recebida por meio dele na escrita e na cultura capixabas, onde exerceu grande contribuição em apoio a produtores e artistas locais e deu ares também com colaborações próprias”.
 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Quintino propõe criação da Rota do Monte Aghá

Publicados

em


O Projeto de Lei (PL) 181/2021, apresentado pelo deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL), cria a Rota do Monte Aghá, com trajetos partindo dos municípios de Itapemirim e de Piúma. 

Com cerca de 340 metros de altitude, à beira-mar, o Monte Aghá está situado dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Lagoa Guanandy e foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura em dezembro de 1985.

Segundo Quintino, o Monte Aghá é referência marítima para pescadores e navegantes e é atração turística do sul do estado. “O monumento, além de possuir peculiar beleza cênica, possui fauna e flora bastante diversificadas”, destaca o parlamentar na justificativa do projeto. 

Além disso, é local propício para a prática de esportes de aventura: “O Monte Aghá é uma formação rochosa de relevo privilegiado; por sua localização e formato geológico, é uma excelente montanha para a prática de trekking, hiking, escalada, rapel, voo livre, mountain bike, caminhadas noturnas, entre outras”, afirma. 

O projeto foi lido na sessão ordinária do último 10 de maio e segue para análise pelas comissões de Constituição e Justiça; de Turismo e Desporto; e de Finanças.

Leia Também:  Majeski quer transparência sobre situação de escolas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA