Política Nacional

Deputada bolsonarista vira alvo do MPF por vídeo contra uso de máscaras

Publicados

em


source
Deputada federal Bia Kicis (PSL-DF)
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Deputada federal Bia Kicis (PSL-DF)

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF ) é investigada pelo Ministério Público Federal ( MPF ) por ter publicado um vídeo condenando o uso de máscaras e do distanciamento social contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

No clipe “Brasil vencendo o Covid-19”, apoiadores de Bolsonaro aparecem defendendo o tratamento precoce contra a doença, ainda que autoridades médicas e estudos  ao redor do mundo tenham divulgado a eficácia destes medicamentos, criticando o uso de máscaras, sob justificativa de “querer respirar”.

A deputada, que em dado momento segura a Constituição Federal, é acompanhada da trilha sonora, que diz que ela foi “rasgada à forca”.

O Ministério Público abriu um procedimento preparatório para averiguar os fatos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  STF atende pedido de SP em ação para habilitação de leitos pelo governo federal
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Sob comando de Arthur Lira, centrão busca afrouxar regras eleitorais e políticas

Publicados

em


source
Sob comando de Arthur Lira, centrão busca 'afrouxar' regras eleitorais e políticas
Reprodução: iG Minas Gerais

Sob comando de Arthur Lira, centrão busca ‘afrouxar’ regras eleitorais e políticas

O deputado federal  Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara e líder do centrão , começou a articular uma reforma política no país. Benefícios aos partidos nanicos e limitar nas ações da Justiça Eleitoral estão entre as prioridades. As informações são do jornal A Folha de S.Paulo .

Na última quarta-feira (24), um grupo de trabalho deu início às conversas por ordem de Lira, que deseja votar as mudanças políticas ainda no primeiro semestre . De maneira paralela, uma comissão especial estudará quais mudanças precisam ser alteradas na Constituição .

Segundo a deputada federal Margarete Coelho (PP-PI) e relatora do roteiro estabelecido pelo grupo de trabalho, a mudanças visam “conter o ímpeto ativista do Poder Judiciário em regulamentar matérias que devem ser previstas em lei em sentido estrito e não em resoluções do TSE (Tribunal Superior Eleitoral)”.


Partidos envolvidos no grupo de Arthur Lira defendem a adoção do sistema eleitoral chamado de ‘ distritão ‘, que consiste em eleger apenas os deputados federais, estaduais e vereadores mais votados . Com isso, a ideia é fortalecer as legendas . No ‘distritão’, os votos depositados em candidatos que não se elegem são desperdiçados .

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA