Economia

Déficit de R$ 708,7 bilhões nas contas públicas é previsto para este ano

Publicados

em


source

Agência Brasil

mansueto
Agência Brasil

Mansueto Almeida, secretário do Tesouro

Com gastos extras para enfrentamento da pandemia de Covid-19, queda de receitas pela postergação de pagamento de tributos e com atividade econômica em queda, o Tesouro Nacional prevê déficit nas contas públicas de R$ 708,7 bilhões. Esse valor corresponde a 9,9% de tudo que o país produz – Produto Interno Bruto (PIB).

Se a estimativa se confirmar, será o maior déficit primário (despesas maiores que as receitas, sem considerar o cálculo os gastos com juros) já registrado pelo setor público consolidado, formado por União, Estados e municípios, segundo o Tesouro Nacional.

No mês passado, o Tesouro estimava déficit primário de R$ 600 bilhões. Em 2019, o déficit primário do setor público ficou em R$ 61 bilhões (0,9% do PIB).

“O déficit do setor público pressupõe que não haja novas frustrações de receitas e renovação dos programas de combate aos efeitos econômicos e sociais da covid-19, muitos dos quais programados para terminar em junho. Se algum programa for renovado ou se houver novas frustrações de receitas, o déficit primário do setor público passará de 10% do PIB, pressionando ainda mais o crescimento da dívida líquida e bruta”, diz o Tesouro, em relatório divulgado hoje (28).

Leia Também:  Auxílio elevou padrão de vida em 23 milhões de casas, diz Ministério da Economia

O Tesouro destaca que a dívida pública bruta deverá passar de 75,8% do PIB, em 2019, para mais de 93% do PIB com as medidas já anunciadas, um crescimento de 17 pontos percentuais. A dívida líquida do setor público passará de 55,7% para cerca de 68% do PIB, acréscimo de cerca de 12 pontos percentuais do PIB em um ano.

Veja ainda:  Com vetos, Bolsonaro sanciona socorro de R$ 60 bilhões a estados

Resultado do Tesouro

Em abril, o governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrou déficit primário de R$ 92,902 bilhões, contra um superávit de R$ 6,526 bilhões no mesmo mês de 2019. O resultado do mês passado foi o pior já registrado pelo Tesouro Nacional na série histórica iniciada em 1997.

De janeiro a abril, o resultado negativo chegou a R$ 95,762 bilhões, contra R$ 2,762 bilhões no primeiro quadrimestre do ano passado. O resultado negativo em 12 meses chegou a R$ 189,5 bilhões, equivalente a 2,58% do PIB.

Leia Também:  Mega-Sena valendo R$ 33 milhões: veja os números sorteados nesta quarta-feira

A projeção de déficit primário para o governo central é de cerca de R$ 676 bilhões, próximo a 9,5% do PIB.

Leia:  Desemprego bate recorde em abril e atinge 12%

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Mega-Sena valendo R$ 33 milhões: veja os números sorteados nesta quarta-feira

Publicados

em


source
Prêmio desta semana é de R$ 33 milhões
Agência Brasil

Prêmio desta semana é de R$ 33 milhões

O concurso 2277 da Mega-Sena desta quarta-feira (8), tem um prêmio estimado em R$ 33 milhões. As dezenas sorteadas foram:

10 – 22 – 23 – 37 – 53 – 60 

Segundo a Caixa , ninguém acertou as seis dezenas; prêmio do próximo sorteio está estimado em R$ 40 milhões.

Nesse concurso, 89 apostas acertaram a quina , ou seja, cinco números sorteados, e levaram um prêmio de R$ 31.990,12 cada. Já a quadra teve 5597 apostas ganhadoras, e cada uma levou R$ 726,69.

Como apostar

Para apostar na Mega, o participante deve escolher de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa , ou no site especial de loterias do banco.

Segundo a Caixa , ninguém acertou as seis dezenas sorteadas no último sábado (4). Os números sorteados foram: 05 – 15 – 18 – 27 – 49 – 57 .

Leia Também:  O que eu não preciso pagar durante a pandemia? Veja o que está suspenso

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões. Os sorteios da Mega-Sena são realizados, normalmente, duas vezes por semana, às quartas e aos sábados.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA