Política Nacional

Defesa de Flávio Bolsonaro pede ao STF arquivamento do caso das rachadinhas

Publicados

em


source
 Flávio Bolsonaro
Reprodução/Flickr

Flávio Bolsonaro

RIO — A defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) entrou nesta sexta-feira com pedido de arquivamento das investigações sobre o esquema de “rachadinhas, no Supremo Tribunal Federal (STF). O senador é acusado de se beneficiar da devolução dos salários de funcionários fantasmas empregados no gabinete dele na Assembleia Legislativa do Rio, quando era deputado estadual. O pedido está sob sigilo no STF.

Os advogados do parlamentar argumentam que o caso deve ser encerrado porque houve ilegalidades ao longo da investigação, entre elas os relatórios produzidos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e compartilhados com o Ministério Público do Rio de Janeiro. Em março, no entanto, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou legal o compartilhamento com o MP do Rio de Janeiro dos dados reunidos pelo Coaf.

Você viu?

Foram os dados do órgão de inteligência que revelaram movimentações atípicas de R$ 1,2 milhão de Fabrício Queiroz. Com base nessas informações, o MP do Rio abriu investigação, em julho de 2018, para apurar eventuais irregularidades.

O advogado Frederick Wassef, que assina o pedido, afirmou que houve irregularidades na atuação do Coaf e do MP-RJ e que, por isso, todos os atos praticados a partir dos relatórios devem, segundo ele, ser considerados nulos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Bolsonaro nega referência a Lula em foto com operários: “apontando para o céu”

Publicados

em


source
Bolsonaro e Fábio Faria em live
Reprodução

Bolsonaro e Fábio Faria em live

Bolsonaro negou, em live realizada nesta quinta-feira (24), que operários tenham feito um gesto com as mãos referindo-se ao ex-presidente Lula em  foto feita durante visita à barragem de Oiticica, em Jucurutu, no Rio Grande do Norte. 

Ao lado de Fábio Faria, o presidente disse, na foto abaixo, os trabalhadores estavam apontando para o céu, para Deus, e criticou a repercussão da imprensa.

Em evento com Bolsonaro no Rio Grande do Norte, operários teriam feito
Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Regional

Em evento com Bolsonaro no Rio Grande do Norte, operários teriam feito “L” em apoio a Lula


Você viu?



“Ô, pessoal da imprensa. Se vocês apoiam tanto assim o Lula, convida ele para dar um passeio em qualquer lugar, pode ser um lugar humilde igual ao que nós estivemos. Pode ser na Paulista, em Copacabana… Já que ele é tão bom assim. Vai ver como é que o povo o recebe.

Leia Também:  Bolsonaro nega referência a Lula em foto com operários: "apontando para o céu"

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA