Política Nacional

“Decisão de Rosa Weber sepulta obstrução governista à CPI”, afirma Contarato

Publicados

em

 

 

source
Senador Fabiano Contarato (Rede Sustentabilidade)
Divulgação/Agência Senado/Leopoldo Silva

Senador Fabiano Contarato (Rede Sustentabilidade)

O senador Fabiano Contarato (Rede Sustentabiliade) foi um dos parlamentares que se posicionaram sobre a decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), de conceder um habeas corpus ao governador do Amazonas, Wilson Lima , tornando facultativa a ida dele à CPI da Covid. Para ele, a decisão da ministra “sepulta” uma tentativa governista de obstrução das investigações da CPI. “É didática a decisão da ministra Rosa Weber, que autorizou o governador do Amazonas a não comparecer à CPI da Covid. Como delegado por mais de 20 anos, aprendi que é preciso ter foco nas investigações, sob pena de não se chegar a lugar algum. O presidente Jair Bolsonaro atua para tumultuar a CPI, entulhando-a com distrações. A decisão do Supremo Tribunal Federal sepulta de vez a tentativa de obstrução às investigações dos governistas”, afirmou o senador da Rede.

E completou: “Cabe às Assembleias Legislativas abrir CPIs para investigar seus governadores e demais autoridades estaduais. É razoável a CPI no Congresso investigar 5.565 prefeitos, 27 governadores e milhares de autoridades de saúde Brasil afora? Não se trata de ser leniente com o governador do Amazonas, que, inclusive, já está denunciado e terá o que merece na Justiça, graças ao célere (e seletivo) trabalho da Procuradoria Geral da República (PGR). Uma CPI federal deve priorizar o que a PGR ignora solenemente: a omissão criminosa do Governo Federal”.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Bolsonaro nega referência a Lula em foto com operários: “apontando para o céu”

Publicados

em


source
Bolsonaro e Fábio Faria em live
Reprodução

Bolsonaro e Fábio Faria em live

Bolsonaro negou, em live realizada nesta quinta-feira (24), que operários tenham feito um gesto com as mãos referindo-se ao ex-presidente Lula em  foto feita durante visita à barragem de Oiticica, em Jucurutu, no Rio Grande do Norte. 

Ao lado de Fábio Faria, o presidente disse, na foto abaixo, os trabalhadores estavam apontando para o céu, para Deus, e criticou a repercussão da imprensa.

Em evento com Bolsonaro no Rio Grande do Norte, operários teriam feito
Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Regional

Em evento com Bolsonaro no Rio Grande do Norte, operários teriam feito “L” em apoio a Lula


Você viu?



“Ô, pessoal da imprensa. Se vocês apoiam tanto assim o Lula, convida ele para dar um passeio em qualquer lugar, pode ser um lugar humilde igual ao que nós estivemos. Pode ser na Paulista, em Copacabana… Já que ele é tão bom assim. Vai ver como é que o povo o recebe.

Leia Também:  Governo Bolsonaro avalia cancelar contrato da Covaxin após denúncias

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA