Entretenimento

Danuza Leão morre aos 88 anos no Rio de Janeiro

Publicados

em

 

source
Danuza Leão
Reprodução/Instagram

Danuza Leão

A jornalista, escritora e ex-modelo Danuza Leão morreu nesta quarta-feira (22), aos 88 anos. Danuza estava internada na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio, onde tratava de problemas respiratórios. Nascida em Itaguaçu, no Espírito Santo, ela mudou-se com a família aos 10 anos de idade para o Rio. Aos 17, começou a carreira de modelo profissional, na década de 1950, e foi a primeira brasileira a desfilar no exterior. Irmã da cantora e compositora Nara leão, acompanhou de perto o surgimento da bossa nova no apartamento de seus pais, o célebre 303 do edifício Palácio Champs Élysées, na Avenida Atlântica, em Copacabana.

Aos 20 anos, Danuza casou-se com o jornalista Samuel Wainer, o fundador do jornal Última Hora, que tinha o dobro de sua idade. O casal teve três filhos: a artista visual Pinky Wainer, o distribuidor cinematográfico Bruno Wainer e o jornalista Samuel Wainer Filho, que morreu em um acidente de carro em 1984, aos 29 anos. Danza era avó do ator Gabriel Wainer, do fotógrafo e cineasta João Wainer e da artista visual Rita Wainer. Depois de Samuel Wainer, Danuza casou-se com o compositor e cronista Antônio Maria e com o jornalista Renato Machado. Após o estouro da onda Disco no Rio, ela tornou-se uma das maiores promoters da noite carioca, em boates como a Hippopotamus e a Regine’s.

Leia Também:  Cachoeiro fechou 2021 com o maior saldo de empregos dos últimos 20 anos

Foi colunista no Jornal do Brasil e na Folha de S. Paulo, antes de assinar uma coluna na Revista Ela, do GLOBO, entre 2017 e 2019. Autora de oito livros, como os best sellers “Na sala com Danuza” (1992) e “É tudo tão simples” (2011). A autobiografia “Quase Tudo” (2005) e “Fazendo as malas” (2008) lhe renderam o Prêmio Jabuti. Danuza foi ainda jurada de programa de TV, entrevistadora, dona de butique e produtora de arte. Também colaborou em novelas da TV Globo e atuou no cinema, em filmes dirigidos pelo amigo Glauber Rocha, como o clássico do cinema novo “Terra em transe” (1967) e “A idade da Terra” (1980).

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entretenimento

“O Brasil está lascado”, diz Gil do Vigor após declaração de Ana Maria

Publicados

em

Ana Maria Braga e Gil do Vigor
Reprodução/Instagram

Ana Maria Braga e Gil do Vigor


Ao compartilhar um post com trechos da entrevista de  Ana Maria Braga ao jornal “Folha de S.Paulo”, no qual a  apresentadora de 73 anos acabou confidenciando que pautas LGBT acabam derrubando a audiência, mas que, ainda assim, não mudaria nada, já que precisa “se posicionar no que acredita”,  Gil do Vigor não escondeu seu descontentamento com o relato.

“Fiquei muito triste com essa informação, pois, mesmo sabendo dos problemas de nosso país, queremos acreditar na mudança, mas fico feliz por pessoas como a Ana Maria! Sim, o Brasil está lascado, mas nós resistimos, é o que temos feito desde sempre, resistir”, destacou o  ex-participante da vigésima primeira edição do “Big Brother Brasil” via Twitter.


Por falar no “Mais Você”, o programa passou a ocupar um novo horário na grade matinal da Globo nesta segunda-feira (4): 10h30, logo após o “Encontro”, agora sob o comando de Patrícia Poeta e Manoel Soares. Contudo, Ana Maria garantiu que os conteúdos não sofrerão mudanças. Em bate-papo com o site “GShow”, ela revelou que “a gente vai se achar nesse novo caminho”.


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA