Entretenimento

Cunhada de Medina diz que foi expulsa de casa por briga com família do surfista

Publicados

em


source
Esposa de Felipe Medina contou que houve uma briga entre a família
Reprodução/Quem

Esposa de Felipe Medina contou que houve uma briga entre a família

Bruna Bordini, casada com irmão do surfista Gabriel Medina, está envolvida em uma polêmica com a família dele. Casada com Felipe Medina, ela contou no Instagram que foi expulsa do imóvel no qual vivia em Maresias, São Paulo, onde os sogros vivem. 


Na série de postagens feitas nos Stories, ela deu alguns detalhes do que ocorreu. “O jeito que saímos daqui nos doeu muito, ficamos sem casa, sem carro. E preferimos mudar de cidade para ter uma vida nova, com mais paz, pelo bem de nossa saúde mental e, principalmente, da nossa filha, para ela crescer longe de tormentos”, disse.

Bruna afirma que foi expulsa após não aceitar um emprego com carteira assinada, pois teria que deixar a filha com outra pessoa quando fosse trabalhar. “Isso foi inadmissível e gerou a expulsão. Fui taxada de folgada, que não queria trabalhar. Hoje trabalho em casa, do celular e ainda consigo cuidar da minha filha”, disse. 

Leia Também:  Com Covid-19, Bárbara Bruno está em recuperação e já consegue 'abrir os olhos'

Ela também disse que foi taxada de “folgada e que não queria trabalhar”, e que isso foi o motivo da expulsão. “Espero que vocês reflitam todo o mal que estão fazendo e se escondendo atrás de uma farsa, de uma personagem do bem. O tempo nunca mais voltar e a confiança não será a mesma”, finalizou. 

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Exclusivo: Edu Guedes aciona Marco Camargo e pede R$ 400 mil de indenização

Publicados

em


source
Edu Guedes
Reprodução/Instagram

Edu Guedes

Um imóvel comprado por  Edu Guedes vem fazendo o apresentador passar noites sem dormir. A coluna explica: ele descobriu recentemente que o bem havia sido penhorado, mas que foi comprado de  Marco Camargo e da mulher do produtor musical, Fernanda Boscolo de Camargo .


Marco Camargo  e Fernanda venderam, em outubro de 2016, um terreno no Alphaville Residencial 4, em Santana de Parnaíba, São Paulo. De acordo com Guedes, por manterem uma relação de amizade e confiança, e por serem colegas de trabalho na televisão, jamais poderia suspeitar que o bem vendido pelo casal estivesse sendo objeto de uma ação de execução.

Segundo Edu conta no processo, foram feitas inúmeras tentativas de contato com o casal, mas todas sem sucesso. Para não perder o imóvel, o apresentador se viu obrigado a quitar os valores. A dívida foi paga em novembro de 2020.



Logo depois, ele notificou Marco e Fernanda para que o casal fizesse o ressarcimento do valor, mas as tentativas amigáveis foram em vão. Por conta disso, o advogado de Edu optou pela cobrança regressiva. Na ação, ele conta que Marco e Fernanda teriam declarado no contrato de compra e venda, em 2016, que o imóvel não sofria restrições de qualquer natureza, inexistindo ônus real, pessoal, judicial ou extrajudicial.

Leia Também:  Com Covid-19, Bárbara Bruno está em recuperação e já consegue 'abrir os olhos'

Edu Guedes  narra que sobreveio a informação, de que a aquisição originária entre os antigos proprietários e  Marco Camargo e sua mulher, foi mantida sob fraude de execução.

Você viu?


A dívida que culminou na penhora do imóvel, é de 23 de abril de 2008, do proprietário anterior a Marco Camargo . O produtor musical comprou em junho de 2009, e vendeu a Guedes em 2016. Contudo, o chef de cozinha descobriu o imbróglio recentemente, ao ser surpreendido com a penhora.

A juíza Anelise Soares, da 5ª Vara Civil de Barueri, São Paulo, reconheceu em 12 de julho de 2018, que houve fraude à execução.

Mesmo procurando a justiça, o apresentador considera que há um outro problema: o risco de dilapidação do patrimônio, e pediu o arresto cautelar sobre um imóvel de Marco e Fernanda localizado em São Roque, São Paulo, ou alternativamente tutela de evidência para constar na matrícula do imóvel, impedimento a venda do bem. 

Leia Também:  Exclusivo: Edu Guedes aciona Marco Camargo e pede R$ 400 mil de indenização

Edu Guedes diz que os dois se furtaram em assumir a responsabilidade pela reconhecida  fraude a execução, sendo que nem mesmo responderam ao envio de notificações extrajudiciais, permanecendo inertes.

O advogado também leva ao conhecimento do magistrado, a informação de que Marco e Fernanda são devedores contumazes, bastando uma pesquisa com seus respectivos nomes no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, para ver que não irão pagar os valores da dívida arcada por Guedes.

O apresentador pede para que Marco e Fernanda sejam condenados a indenizá-lo por danos materiais e morais, no valor de R$ 440 mil.

Marco Camargo  e Fernanda ainda não se manifestaram.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA