Cidades

Covid-19: saiba como funciona o Pronto Atendimento Paulo Pereira Gomes em Cachoeiro

Publicados

em

O Pronto Atendimento (PA) do Centro de Saúde Paulo Pereira Gomes (PPG), no bairro Baiminas, é um dos locais de referência para casos suspeitos de Covid-19 em Cachoeiro de Itapemirim. Entretanto, a unidade desempenha um papel específico na rede pública de atendimentos de saúde para a doença.

Assim como os demais equipamentos de Pronto Atendimento, o PPG concentra os casos de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a atenção básica e atenção hospitalar. Seu objetivo é promover a estabilização do quadro clínico dos pacientes, com suporte de atenção em até 24 horas.

Havendo necessidade de encaminhamento para procedimento de alta complexidade (atendimento hospitalar), é feita a solicitação de transferência para a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim ou outro hospital de referência para tratamento de Covid-19 no sul do estado. Isso se dá por meio do Sistema de Regulação de Leitos (Sisreg), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), responsável pela autorização e liberação da vaga.

Leia Também:  Trânsito é liberado na ponte João Santos Filho, em Cachoeiro

Para a realização dos serviços de saúde, o PPG disponibiliza 32 leitos, podendo atender até 300 pacientes a cada 24 horas – atualmente, tem realizado de 150 a 200 atendimentos, em média. O equipamento público conta, ainda, com estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia e laboratório de exames. Mas não oferece, por exemplo, serviços de hotelaria hospitalar, como alimentação para acompanhantes, tendo em vista a sua especificidade.

Também, no Paulo Pereira Gomes, são coletadas amostras de Swab dos casos suspeitos de Covid-19 para exames RT-PCR, de forma a obter a confirmação laboratorial. De acordo com o protocolo da Sesa, o período para realização desse exame é entre o quarto e o sétimo dia, contando a partir do primeiro dia de apresentação dos sintomas, sendo aplicado de acordo com a gravidade do caso.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realiza, ainda, testes sorológicos validados (testes rápidos), cedidos pelo Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen). Essa modalidade é aplicada aos casos suspeitos que já não apresentam sintomas há, no mínimo 72 horas, a partir do oitavo dia do início dos sintomas, também seguindo o protocolo proposto pela Sesa.

Leia Também:  Motoristas de ônibus fazem manifestação em Cachoeiro de Itapemirim

“Todas as pessoas com sintomas respiratórios recebem acompanhamento diário da Semus. Já investimos R$ 2,6 milhões em ações para Covid-19, e estamos, a cada dia, buscando aprimorar nossos procedimentos”, explica a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Em Cachoeiro, obras da Unidade de Saúde da Mulher estão em fase final

Publicados

em

As obras no imóvel que abrigará a Casa Rosa – Unidade de Saúde da Mulher estão em fase final. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro, a expectativa é de que a entrega ocorra ainda neste mês de julho.

Localizado à subida da rua Costa Pereira, Centro, próximo ao Banco do Brasil, o local reunirá, em um único espaço, diversas ações voltadas, especificamente, para o público feminino, para facilitar o acesso a serviços oferecidos pela atenção primária.

A Casa Rosa contará, também, com salas para vacinas e testes rápidos, fisioterapia, odontologia, ultrassonografia, ginecologia, clínica geral, psicologia e nutrição, dentre várias outras áreas, além de um auditório para palestras.

A unidade será batizada com o nome de Doutora Glaura Moreira Santos, médica com reconhecidos serviços prestados ao SUS em Cachoeiro, que faleceu ainda Jovem, vítima de câncer.

Na manhã desta sexta-feira (1), o prefeito Victor Coelho e o secretário municipal de Saúde de Cachoeiro, Alex Wingler, realizaram uma visita ao local, para acompanhar as últimas etapas da obra.

Leia Também:  Morre o empresário e músico Jersilio Cypriano

“A Faculdade Multivix, nossa parceira na realização desse projeto, está concluindo os últimos ajustes para que possamos concretizar a entrega da Casa Rosa, que além de serviços em saúde, também ofertará outras atividades voltadas ao público feminino, como questões relacionadas à beleza e à estética”, explica o secretário municipal de Saúde de Cachoeiro, Alex Wingler.

“Estamos ansiosos para realizar essa grande entrega em Cachoeiro. A Casa Rosa representará um avanço muito importante na promoção de políticas de saúde voltadas para o público feminino, que contará com um espaço amplo e equipado, com uma grande quantidade de serviços”, destaca o prefeito.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA