Cidades

Covid-19: 1 em cada 4 cachoeirenses adultos já está com vacinação completa

Publicados

em

Cachoeiro de Itapemirim alcançou a marca de 38.203 vacinados com as duas doses contra a Covid-19 ou com a vacina de dose única. Isso representa pouco mais de 25% da população adulta do município (cerca de 150 mil pessoas, de acordo com o IBGE). Ou seja, um em cada quatro adultos cachoeirenses está com o esquema vacinal completo.

No total, foram aplicadas 132.758 doses no município, de acordo com dados do Portal Covid-19 Cachoeiro até esta quinta-feira (15). Desse montante, 94.555 se referem à primeira dose e 6.668, à vacina de dose única. Desse modo, 67% dos maiores de 18 anos da cidade (101.223 pessoas) receberam pelo menos a primeira dose da vacina.

Atualmente, a campanha de imunização contempla pessoas de 33 anos ou mais. Ela foi iniciada priorizando alguns grupos: trabalhadores da saúde; pessoas acolhidas em instituições de longa permanência de idosos (ILPIs) e seus cuidadores; idosos em geral (a partir dos 60 anos); quilombolas; pessoas a partir dos 18 anos com comorbidades; mulheres grávidas e puérperas; trabalhadores da educação; profissionais das forças de segurança e salvamento; rodoviários; trabalhadores do Serviço Único de Assistência Social (Suas) e pessoas em situação de rua.

Conforme ocorre a cobertura vacinal desses grupos prioritários e a chegada de novas remessas de doses, a campanha avança para o público em geral, contemplando faixas etárias em ordem decrescente. A Prefeitura de Cachoeiro faz chamamentos para vacinação em seus canais de comunicação.

Leia Também:  Covid-19: 58,5% do público-alvo no Brasil recebeu a primeira dose

Em cada etapa, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) adota estratégias diferentes. Para o público em geral, tem sido feita a vacinação a partir do agendamento on-line. Em outros grupos, foi feita a vacinação domiciliar (pessoas acima de 90 anos e acamados), nas instituições em que são atendidos (pessoas com deficiência mental, idosos acolhidos em instituições de longa permanência) ou nos locais de trabalho (trabalhadores de hospitais e unidades de saúde).

Dados sobre a evolução da campanha de imunização em Cachoeiro podem ser conferidos em: www.cachoeiro.es.gov.br/covid19.

Mutirão para segunda dose

Neste sábado, das 8h às 15h, a Semus realizará um novo mutirão para aplicação da segunda dose. Quem já se vacinou uma vez e estiver com a segunda dose atrasada ou perto da data de vencimento poderá procurar a Policlínica Municipal Bolívar de Abreu, sem precisar de agendamento. Os documentos exigidos são documento de identidade com foto e cartão de vacina.

Todas as pessoas que receberam a primeira aplicação devem ficar atentas à data da segunda dose. É preciso procurar a unidade de saúde mais próxima ou a Policlínica Municipal assim que chegar o dia marcado no cartão de vacinas. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h – se a data coincidir com final de semana ou feriado, basta se dirigir até o local no dia útil seguinte.

Leia Também:  Prefeitura de Cachoeiro inicia instalação de novos abrigos em ponto de ônibus do Guandu

“O esquema vacinal contra a Covid-19 só fica completo com a segunda dose ou com a vacina de dose única. Por isso, é fundamental que a população fique atenta e também não se esqueça de adotar as medidas preventivas contra o coronavírus”, destaca o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Pessoas que perderam a data

Pessoas com mais de 50 anos ou de grupos prioritários que não conseguiram se vacinar, anteriormente, devem procurar a UBS mais próxima com sala de vacinas ou a Policlínica Municipal. Caso não haja doses disponíveis na ocasião, a equipe de saúde dará as orientações necessárias.

A Prefeitura de Cachoeiro tem uma página na internet com respostas para as dúvidas mais frequentes sobre a campanha de imunização. Confira em: www.cachoeiro.es.gov.br/vacinacao.

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19, em Cachoeiro, podem colaborar com a campanha “Compartilhe Amor”, doando, no momento da vacinação na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Hospital Evangélico de Cachoeiro comemora sua última alta de COVID-19

Publicados

em

Aline Laura Almeida Ferreira de Souza, de 41 anos, moradora do bairro Nossa Senhora da Penha, em Cachoeiro de Itapemirim, é a última paciente da UTI Covid do Hospital Evangélico. Hoje, após 44 dias internada, teve alta e pode ir para casa com a família.

Quando o hospital deixou de ser referência ao coronavírus, Aline ainda necessitava de cuidados hospitalares intensivos. Segundo Pamella Maurício dos Prazeres, enfermeira chefe do setor, a decisão da não transferência da paciente se deu por conta do quadro clínico dela.

Na porta da UTI, esperando, estavam o esposo, Charles Carvalho Sousa, o filho, Kaike Almeida Carvalho Sousa, de 9 anos e Francis Busato, amiga da família. “Estamos tentando segurar a ansiedade”, disse Charles. A equipe de enfermagem também prestigiou o momento, com palmas, ornamentação e cantando louvores.

O HECI iniciou sua contribuição no enfrentamento ao coronavírus no dia 19 de março de 2021, com a chegada da segunda onda do vírus. No entanto, encerrou o atendimento a novos casos oficialmente no dia 08 de julho. A decisão de mantê-la internada, para o esposo, representou um alívio muito grande “ficou aquela sensação de que estávamos próximos, mesmo sem visita-lá”.

Leia Também:  Covid-19: Brasil tem 19.632.443 casos e 548.340 mortes

Charles ainda completou: “Ela fez 41 anos sete dias antes de vir para cá. A sensação que nós temos é de que ela nasceu de novo. O dia de hoje fica marcado como a segunda data de aniversário dela”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA