Cidades

Consulta junto aos comerciantes de Marataízes mostra que ampla maioria aprova obras nas avenidas Rubens Rangel e Simão Soares

Publicado em

Mais de 2/3

O trecho da consulta compreende o Banco do Brasil até a Barra. Os votantes deram nomes (seus e das empresas) e outras informações adicionais.

Por Ilauro Oliveira | 06.08.2019

Para promover a transparência e a participação popular nos atos administrativos, na quinta-feira dia 11 de julho, a Prefeitura de Marataízes promoveu uma audiência pública sobre a reurbanização das avenidas Rubens Rangel e Simão Soares. Além da iniciativa do prefeito Tininho Batista (PDT), o evento também foi uma solicitação da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) para que fosse apresentado o projeto executivo da obra.

Esse era apenas o primeiro passo da administração para ouvir democraticamente os comerciantes das duas avenidas e das ruas adjacentes.  O segundo passo aconteceu logo após, ainda na primeira quinzena do mês, através de uma consulta pública simples promovida pela própria administração.

Seis pessoas percorreram o comércio da região ouvindo os comerciantes sobre a aprovação ou não das obras de reurbanização das duas avenidas. O trecho da consulta compreende o Banco do Brasil até a Barra. Os votantes deram nomes (seus e das empresas) e outras informações adicionais.

O site Atenasnoticías teve acesso exclusivo aos números dessa consulta. Ao todo, 249 comerciantes se propuseram a votar. Desses, 168 votaram sim, indicando serem favoráveis às obras. Outros 81 votaram não, indicando serem contrários às obras nas duas avenidas. Ou seja, mais de dois 2/3 dos que foram ouvidos aprovam a iniciativa da administração, ou então, percentualmente, 67% a favor e 33% contra.

Prefeito comenta o resultado com alegria, mas avalia que a reurbanização possa iniciar após o verão

O site procurou o prefeito de Marataízes para comentar os números dessa consulta. Tininho, que mais uma vez defendeu a importância da obra, disse que jamais faria um projeto dessa envergadura sem consultar os comerciantes.

Leia Também:  Confira os serviços públicos afetados pela enchente em Cachoeiro

“Esse é meu jeito de governar: com democracia. Primeiro fizemos a audiência pública. Mas no dia (da audiência) tinham poucos comerciantes, só uns 30 ao todo. Então se tivesse uma eleição ali, certamente o projeto venceria, mas não seria justo não ouvir a maioria. Por isso achei que precisávamos de mais opiniões. Então solicitei esse questionário e fizemos a consulta com o maior número possível”, disse.

Para Tininho, foi uma alegria ter um resultado tão elástico: “Para nossa alegria, constatamos que a ampla maioria é favorável à obra. E agora, que os comerciantes aprovaram, a responsabilidade passa a ser nossa. Vamos marcar a licitação, os recursos já existem e o desejo de todos também”.

No entanto, sobre a data do pontapé inicial, o prefeito fez uma ressalva: “Trata-se de um projeto que vai mudar a vida dos comerciantes e dos moradores dessa região. Então, embora esteja tudo a favor, vamos analisar com calma sobre o início, já que temos um verão batendo à nossa porta e esse é o momento que o comércio sempre lucra mais. Quem sabe não seja melhor iniciar depois?”, deixou no ar, considerando os transtornos que uma obra dessa magnitude possa gerar.   

Saiba mais sobre esse investimento de R% 24 milhões

Como já divulgado, o investimento gira em torno de R$ 24 milhões, abrangendo 4.800 metros, do Banco do Brasil, centro de Marataizes, até o início da Ponte do Pontal, na Barra de Itapemirim. O dinheiro sairá diretamente dos cofres municipais.

A obra de reurbanização visa melhorar a mobilidade urbana, de um modo geral, além de embelezamento local. Os principais pontos do projeto podem ser conhecidos abaixo:

Leia Também:  8 novos horários para atender universitários de Cachoeiro

 Adequação da pista existente, que passa a ter faixas com larguras de 3,50 cada, baias de ônibus e estacionamento lateral, além de sinalização horizontal e vertical novas, visando a segurança e conforto dos usuários;

– Implantação de baias de ônibus em ambos os lados da pista, bem como a construção de abrigos para os usuários de transporte público;

– Implantação de calçada com largura mínima de 2,50m, em toda a extensão da via e ambos os lados;

– Ciclovia, localizada lateralmente à calçada, com extensão de 3,80 km e largura de 2,50m;

– Regulamentação de vagas de estacionamento, inclusive vagas exclusivas destinadas a idosos e pessoas com deficiência;

– Tratamento paisagístico que priorize não só o “embelezamento” cenográfico da avenida, mas que contribua para o sombreamento de partes dos percursos de calçada, visando o conforto dos usuários.

– Implantação da praça em frente a Prefeitura Municipal de Marataízes.

– Implantação de rede de coleta de águas pluviais compatibilizada com o projeto de macrodrenagem do bairro Barra do Itapemirim, bem como a adequação da drenagem existente ao longo da via;

– Substituição das luminárias existentes na rede de iluminação pública por luminárias LED mais modernas e econômicas;

– Melhoria visual das redes de distribuição de energia/telecomunicações com a utilização de redes enterradas;

– Reabilitação do pavimento existente, por meio de soluções técnicas compatíveis com as reais necessidades da avenida, definidas pelos estudos de pavimento existente;

 

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Prefeito de Cachoeiro assina contrato para realização de concurso público com mais de 400 vagas

Published

on

O prefeito Victor Coelho assinou, nesta quinta-feira (18), em Brasília, o contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção (Cebraspe) para organização e realização de concurso público da Prefeitura de Cachoeiro.

O certame terá mais de 400 vagas para cargos do nível fundamental ao ensino superior, distribuídas em diversas áreas de atuação, além de cadastro de reserva. Os salários iniciais vão de R$ 1.241,16 a R$ 11.894,45.

De acordo com a Secretaria Municipal de Administração, as datas para publicação do edital e aplicação das provas ainda serão definidas pela banca e comissão do concurso.

O último concurso para cargos do quadro geral da Prefeitura de Cachoeiro foi realizado em 2007. O novo certame estava sendo preparado para 2020, mas precisou ser suspenso por força do cenário pandêmico e vedações da Lei Complementar 173/2020 (Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus).

“É um concurso muito aguardado no nosso município. Tivemos de adiar há dois anos, por causa da pandemia, mas, agora, estamos retomando esse projeto de governo, que gerará muitas vagas de trabalho no nosso município e fortalecerá os serviços municipais”, afirma Victor Coelho.

Leia Também:  Prefeitura de Marataízes envia proposta para armar Guarda Municipal

O Cebraspe é uma associação civil sem fins lucrativos, que figura entre as maiores instituições brasileiras especializadas na realização de concursos públicos. A contratação foi realizada com respaldo no inciso XIII, do artigo 24, da Lei nº 8.666/93 (Lei de Licitações).

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA