Economia

Confiança do comércio recua 0,9 ponto em janeiro, quarta queda seguida

Publicados

em


source

Agência Brasil

Reabertura comércio Rio de Janeiro RJ
Tomaz Silva/Agência Brasil

Reabertura comércio Rio de Janeiro RJ

O Índice de Confiança do Comércio , medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 0,9 ponto de dezembro de 2020 para janeiro deste ano e chegou a 90,8 pontos, em uma escala de zero a 200. Com o resultado, o indicador registrou a quarta queda consecutiva.

Você viu?

A confiança caiu em três dos seis principais segmentos do comércio pesquisados pela FGV. A queda foi puxada pelo Índice da Situação Atual, que mede a confiança do empresário no momento presente e que recuou 3,6 pontos, atingindo 90 pontos, o menor nível desde junho de 2020 (86,1).

Já o Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, subiu 2 pontos e chegou a 92,1.

“A piora segue influenciada pela redução no ritmo de vendas atual, resultado da cautela dos consumidores. Apesar do avanço das expectativas em relação aos próximos meses, a melhora ainda não reflete otimismo, apenas uma redução do pessimismo. Diante desse cenário, ainda não é possível vislumbrar uma retomada consistente do setor nos próximos meses, que depende da recuperação do mercado de trabalho e da confiança do consumidor”, disse o pesquisador da FGV Rodolpho Tobler.

Leia Também:  Pix custa até R$ 10 para clientes PJ e MEI no Itaú, BB e Santander

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Amazon vai doar R$ 5,3 milhões para construção de nova fábrica de vacinas em SP

Publicados

em


source
Amazon divulga aumento de 44% na receita em resultados de 2020
Luciano Rocha

Amazon divulga aumento de 44% na receita em resultados de 2020


A Amazon anunciou que doará R$ 5,3 milhões para a construção do novo prédio do Instituto Butantan que fabricará vacinas contra a Covid-19. Assim, a empresa passa a integrar a lista de 39 companhias que irão repassar parte de suas receitas para acelerar a construção do prédio na capital paulista.

Essa é a segunda vez que a empresa doa ao Brasil em prol do combate à pandemia de covid-19. Em julho de 2020, a Amazon doou 5 milhões de reais para a compra de itens de proteção individual e equipamentos médicos essenciais, como ventiladores mecânicos.

Leia também:

Na lista, estão empresas como Vale, iFood, Magazine Luiza, B2W, Minerva, Ambev, BTG Pactual e JBS, que doou 5 milhões para o projeto.

Leia Também:  Amazon vai doar R$ 5,3 milhões para construção de nova fábrica de vacinas em SP

A fábrica, que está em construção desde o início de novembro, abrigará a produção nacional da vacina e terá 11.000 m². A atual fábrica do Instituto Butantan tem 1.880 m², quase quatro vezes menor que a em construção. O objetivo é produzir 100 milhões de doses anualmente a partir de janeiro de 2022. A previsão para a conclusão é setembro deste ano

“Queremos oferecer nosso apoio onde a ajuda é mais necessária, e no momento vemos que é na vacinação. Esperamos que o valor ajude o Instituto Butantan a atingir a meta estipulada para a conclusão da fábrica, de forma que as doses da vacina possam ser fabricadas e assim imunizar toda a população brasileira”, disse em nota Alex Szapiro, gerente nacional da Amazon Brasil..

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA