Turismo

Comissário de bordo compartilha as piores gafes que já cometeu no trabalho

Publicados

em


source

Não é só viajar pra lá e pra cá! A vida de um comissário de bordo pode ser muito diferente do que muitas pessoas imaginam. De voos longos a passageiros mal educados, essa função também reserva alguns momentos, digamos, peculiares.

Leia também: Limpeza máxima: o futuro dos hotéis após a pandemia de Covid-19

Comissária de bordo oferecendo bebidas para um passageiro no avião.
Getty Images

Gabriel Santos revelou para seus seguidores três das suas maiores gafes enquanto trabalhava como comissário de bordo

Para completar, gafes e situações constrangedoras também podem fazer parte da rotina de um comissário de bordo . Em uma thread no Twitter, o comissário de bordo Gabriel Santos, que acumula mais de 30 mil seguidores, compartilhou três de suas maiores gafes que cometeu enquanto trabalhava.

Confusões com o ”portunhol”

Apesar das semelhanças entre as duas línguas, o português e o espanhol contam com algumas palavras que são parecidas, porém com significados totalmente diferentes.

Leia Também:  Com aumento de casos de Covid-19 na região, Hopi Hari suspende reabertura


Enquanto Gabriel oferecia café para um passageiro que falava espanhol, acabou confundindo a palavra colher ( cuchara ) com corrér , que tem um significado totalmente diferente.

Por sorte, o comissário de bordo percebeu o erro na hora e conseguiu se corrigir.

Leia também: Qual será o perfil do turista após a Covid-19?

Quem nunca confundiu colegas de trabalho?

Outra gafe que Gabriel contou para seus seguidores foi quando ele acabou confundindo uma comissária de bordo com sua supervisora.

Leia também: Cruzeiros: qual a maior preocupação do turista no pós-pandemia?

Leia Também:  Medidas eficientes para higienizar seu lugar em viagens de avião

”Rebecca o que?”

O terceiro mico que Gabriel compartilhou com seus seguidores foi sobre uma outra comissária de bordo , que se chamava Rebecca.

Porém, para o azar de Gabriel, a comissária Rebecca não tinha a mínima ideia de quem a cantora Rebecca Black era!


Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

5 destinos nacionais sem aglomeração para sua viagem pós-pandemia

Publicados

em


source

Pesquisa recente do buscador Viaja lá apontou que  20% dos brasileiros esperam voltar a viajar em outubro desse ano . Também segundo os dados, os destinos nacionais devem ser a preferência, já que o dolar está caro e é mais simples organizar uma viagem por aqui do que para o exterior. 

Para quem já está sonhando com a vida nos próximos meses, o iG Turismo conversou Gisella Depiné Poffo e Fernando De Borthole, do canal Sonho e Destino no YouTube, sobre dicas de viagens pelo Brasil. Eles listaram cinco destinos que te farão recarregar todas as energias após alguns meses de isolamento social. São locais geralmente sem aglomeração, mas com diversas atrações, principalmente passeios ao ar livre. 

1. Caraíva, Bahia

caraíva
Divulgação

A Praia da Barra é o nome dado para a parte da praia onde o rio e o mar se encontram


Caraíva é uma vila, localizada no litoral sul da Bahia, a 70 km de Porto Seguro . Ainda pouco explorada por turistas, é um destino para quem busca tranquilidade. As praias principais são a Praia de Caraíva e a Praia da Barra, que ficam na mesma faixa de areia. Outra atração é a ponta onde acontece o encontro do rio com o mar, chamado de Praia da Barra.

Leia Também:  5 destinos nacionais sem aglomeração para sua viagem pós-pandemia

2. Pirenópolis, Goiás

pirenópolis
Divulgação

Se você gosta de cachoeiras e passeios históricos, fuja do óbvio e vá para Pirenópolis

A cidade fica no interior de Goiás e é ideal para quem gosta de passeios históricos e cachoeiras. Pirenópolis tem uma população de 20 mil habitantes e as maiores atrações turísticas são o seu Centro Histórico, composto de casarões tombados como patrimônio histórico e os museus, como o Museu Rodas do tempo e o Museu de Arte Sacra.

3. Capitólio, Minas Gerais

capitólio
Divulgação

Capitólio é um dos destinos que mais cresce em busca nos últimos anos


Capitólio se tornou um destino bastante procurado nos últimos anos, mas segue sendo uma viagem sem erro para quem busca relaxar e ter contato com a natureza.

Localizada a 280 km da capital Belo Horizonte, o que dá em torno de 4 horas de carro, Capitólio é uma cidade sem grandes luxos, mas com bastante infraestrutura turística. As principais atividades da cidade são relacionadas a ecoturismo, tour por cachoeiras e passeios no Lago Furnas.

Leia Também:  5 cuidados para tomar com as promoções para viagens pós-pandemia

4. Pouso do Cajaíba, Rio de Janeiro

pouso do cajaíba
Divulgação

Vila de pescadores que fica há uma hora de barco de Paraty e tem vistas paradísicas


O vilarejo próximo a Paraty é uma área extremamente preservada e está fora da rota de grande parte dos turistas. Um dos motivos para isso é que chegar até lá requer um pouco de esforço e uma viagem de quase uma hora de Paraty até o destino. Porém, para quem está disposto e é apaixonado por praias e ilhas desertas, é um passeio inesquecível.

5. Guaramiranga, Ceará

guaramiranga
Divulgação

Está em busca de uma cidade serrana no nordeste? Temos!


Cidade conhecida como “Suíca cearense”’, é uma das cidade turísticas que se encontram na serra do Ceará ideal para nordestinos que procuram um clima mais ameno e para turistas de todo país que gostam de shows de jazz, comida boa e chalés com lareiras.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA