Esporte

COB mantém projeto na Europa, apesar de veto inicial a brasileiros

Publicados

em


.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) acredita que a Missão Europa poderá ser realizada, mesmo com o país fora do primeiro grupo de nações, cujos residentes terão entrada liberada na União Europeia partir de 1º de julho, data da reabertura das fronteiras. A manifestação da entidade, por meio de nota oficial (segue abaixo, na íntegra), destaca que a janela para execução do programa vai até dezembro e avalia que, “dentro desse intervalo”, será possível continuar o planejamento. O Missão Europa visa levar atletas brasileiros para treinamentos em Portugal, onde a pandemia do novo coronavírus (covid-19) encontra-se estabilizada.  

Os critérios estabelecidos pela União Europeia para autorizar a entrada de pessoas de fora do bloco são relacionadas a providências tomadas pelos países de origem tais como estabilização ou queda da tendência de contágios pela covid-19, adoção de  medidas para enfrentamento da pandemia, e número de casos por 100 mil habitantes ser inferior à média do continente (16 casos/100 mil) no último dia 15.  As liberações serão revistas a cada duas semanas.

Segundo o COB, até agora, a Missão Europa prevê o atendimento a 207 atletas de 15 modalidades, vinculadas a 11 confederações. Uma delas, a do judô, estimava – até a semana passada – a permanência de 28 integrantes da delegação brasileira no continente até 23 de agosto. O foco do projeto é a preparação para a Olimpíada de Tóquio (Japão), afetada em decorrência da pandemia e às diferentes maneiras como a covid-19 se propaga no país. A principal base do Time Brasil será o Centro de Treinamento de Rio Maior, cidade a 75 quilômetros de Lisboa, capital de Portugal. O Comitê estima que o investimento na logística seja de R$ 13,7 milhões.

Leia Também:  Na reta final, Campeonato Espanhol inicia 34° rodada nesta terça-feira

“Nenhuma compra de passagens aéreas foi concluída até o momento, o que só será feito com a garantia da permissão de entrada de cidadãos brasileiros em Portugal. Se não for possível, o COB vai observar os protocolos de cada esporte, o que permitirá a retomada da prática esportiva no Brasil, adequada às normas de saúde pública, definidas por cada estado e município”, afirma a nota oficial, que ainda prevê a reabertura do CT Time Brasil, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, “até o final do mês de julho”, obedecendo a um protocolo de retorno estabelecido pelo próprio COB. 

O comunicado da entidade lembra que “atletas de diversas modalidades já estão em atividade no Brasil ou no exterior, seguindo protocolos locais, e optaram por não aderir à Missão Europa”. É o caso, por exemplo, dos judocas David Moura e Maria Suellen Altheman. Em entrevista à Agência Brasil, o gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Ney Wilson, informou que a dupla vem utilizando estruturas próprias para treinar durante a quarentena.

Por fim, a nota diz que o COB “segue trabalhando para que os atletas classificados ou com potencial de classificação para os Jogos de Tóquio tenham a oportunidade de retomar os treinamentos com tranquilidade e segurança, cumprindo todos os protocolos necessários e validados pelos serviços médicos, seja no Brasil ou no exterior”.

Confira a nota oficial do COB

O COB acompanha diariamente as regras para entrada de brasileiros na Europa para o melhor planejamento da operação de envio de uma delegação para treinamento em Portugal visando, principalmente, aos Jogos Olímpicos de Tóquio. A entidade trabalha para realizar a Missão Europa com a janela de execução de julho a dezembro e acredita que, dentro desse intervalo, será possível o envio de atletas brasileiros para treinamento no continente europeu.

Nenhuma compra de passagens aéreas foi concluída até o momento, o que só será feito com a garantia da permissão de entrada de cidadãos brasileiros em Portugal. Se não for possível, o COB vai observar os protocolos de cada esporte, o que permitirá a retomada da prática esportiva no Brasil, adequada às normas de saúde pública, definidas por cada estado e município.

Atletas de diversas modalidades já estão em atividade no Brasil ou no exterior, seguindo protocolos locais, e optaram por não aderir à Missão Europa. O COB trabalha para reabrir o CT Time Brasil aos atletas até o final do mês de julho, seguindo rigorosamente o Protocolo de Retorno do Centro de Treinamento Time Brasil e o Guia para a Prática de Esportes Olímpicos no Cenário da COVID-19.

Ainda que a pandemia venha a ser controlada, o retorno às atividades será progressivo, exigindo procedimentos rígidos de controle e segurança. O COB reitera que estará plenamente adequado às novas normas de convívio social e profissional, administrando quaisquer riscos.

O COB segue trabalhando para que os atletas classificados ou com potencial de classificação para os Jogos de Tóquio tenham a oportunidade de retomar os treinamentos com tranquilidade e segurança, cumprindo todos os protocolos necessários e validados pelos serviços médicos, seja no Brasil ou no exterior.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Leia Também:  Márcio Appel segue na briga pela vaga na segunda Olimpíada da carreira

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Campeonato Mineiro retorna dia 26 de julho

Publicados

em


.

Em reunião nesta terça (7), com os 12 clubes da primeira divisão de Minas Gerais, a Federação Mineira de Futebol (FMF) marcou a volta do Campeonato Estadual para o dia 26 deste mês. O anúncio do recomeço do torneio, paralisado em 15 de março, foi confirmado pelos dirigentes que participaram virtualmente do encontro.

Faltam apenas duas rodadas para o fim da fase de grupos da competição. Segundo o presidente da FMF, Adriano Aro, as datas originais das semifinais em dois jogos estão mantidas. A decisão coincide com o início do Brasileiro marcado para começar no dia 8 de agosto.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

A FMF se reuniu, na tarde desta terça, (07/07), com os clubes participantes do Módulo I, para discutir a retomada do Campeonato Mineiro Sicoob 2020. A conferência via internet possibilitou que a maioria optasse pela continuação do campeonato no formato original, com alterações apenas no Troféu Inconfidência: os jogo eliminatórios serão disputados em confronto único. Os clubes mandarão seus jogos em suas sedes, desde que exista aprovação das autoridades de saúde locais. Confira as datas para o retorno do Campeonato Mineiro: 26/07 – 10ª rodada 29/07 – 11ª rodada 02/08 – semifinais (ida) 05/08 – semifinais (volta) No dia 06/08, os finalistas se reunirão com a FMF para decidir as datas das finais, de forma adequada ao calendário do Campeonato Brasileiro.

Uma publicação compartilhada por Federação Mineira de Futebol (@fmf_oficial) em 7 de Jul, 2020 às 2:25 PDT

Nos próximos dias, a FMF deve divulgar um protocolo de segurança, enviado dia 17 de junho para as autoridades sanitárias do governo estadual. Entretanto, dificilmente acontecerão partidas em Belo Horizonte por conta da resistência do prefeito Alexandre Kalil, que é ex-presidente do Atlético-MG e considera apressado o retorno do torneio por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Leia Também:  Coluna - Clubes e paradesporto

Para o jornalista esportivo Orlando Augusto, que acompanha há décadas o futebol da região, a volta é precipitada: “Os casos da pandemia estão crescendo absurdamente e já se fala até em lockdown (fechamento total) na capital”.

Segundo dados recentes do boletim epidemiológico do estado, BH tem 8.085 casos confirmados e 188 mortes. Já todo o território de Minas totaliza 1.230 óbitos em decorrência da doença com cerca de 60 mil casos confirmados.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA