Agronegócio

CNA analisa portaria que regulamenta Cadastro Nacional da Agricultura Familiar

Publicados

em


Brasília (24/11/2021) A Comissão Nacional de Empreendedores Familiares Rurais da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniu, na quarta (24), para propor sugestões de melhorias operacionais para a implementação do Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF).

O CAF vai substituir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) de forma gradativa. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o novo sistema entrará em funcionamento no dia 31 de dezembro de 2021. Saiba mais.

Os requisitos e procedimentos para inscrição no modelo de cadastro estão na Portaria SAF/MAPA nº 242/2021, que foi analisada pelos membros da Comissão durante a reunião. As sugestões serão encaminhadas em um documento para a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF) do ministério.

O CAF irá aprimorar e aperfeiçoar os mecanismos de identificação do público da agricultura familiar, a qualificação das Unidade Familiar de Produção Agrária (UFPA) e os empreendimentos familiares rurais.

Segundo a assessora técnica da CNA, Marina Zimmermann, o documento é requisito básico para o acesso do produtor rural às políticas públicas voltadas para a agricultura familiar.

Leia Também:  Sistema Faepa Senar vai auxiliar na formação de arranjo produtivo local em Cabaceiras

“É importante que os agricultores familiares continuem participando das ações que promovam a geração de renda, a melhoria de seus sistemas produtivos e a comercialização de seus produtos”, disse Marina.

Com a transição do sistema, o Ministério da Agricultura prevê treinamentos com representantes da rede cadastradora. A capacitação da primeira turma, totalmente online e composta por membros das federações de agricultura dos estados, terá início no dia 29 de novembro, com carga de 20 horas.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agronegócio

Olimpíada Rural 2021 divulga vencedores

Publicados

em


A Olimpíada Rural 2021 chegou ao fim, no dia 3 de dezembro, com a divulgação das cinco equipes vencedoras desta edição. No total, 20 alunos foram premiados. A competição educacional envolve estudantes que participaram dos programas Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) e Aprendizagem de Adolescentes e Jovens (AAJ), promovidos pelo Sistema FAEP/SENAR-PR, com o objetivo de estimular o empreendedorismo e a inovação entre jovens do meio rural, além de prepará-los para o mercado de trabalho. A exemplo do ano passado, em razão da pandemia do novo coronavírus, esta edição da Olimpíada Rural transcorreu de forma online. No total, 75 alunos divididos em 15 equipes participaram da disputa.

“A Olimpíada Rural ressalta a ênfase do Sistema FAEP/SENAR-PR na formação de jovens, não só preparando para o mercado de trabalho, mas, principalmente, formando cidadãos melhores”, disse o presidente da entidade, Ágide Meneguette.

Veja os vencedores da Olimpíada Rural 2021

Como prêmio, os integrantes da equipe campeão ganharam uma medalha e um celular Motorola G9. Os outros premiados receberam uma caixa de som JLB (os segundos colocados), uma smart TV LG (terceiros lugares), um smartwatch (quartos lugares) e um headphone (quintos colocados).

Leia Também:  Senar-MT lança Polo Tecnológico do Araguaia com potencial para capacitar 8.400 pessoas por ano

Os vencedores foram definidos por uma banca examinadora formada por técnicos do Sistema FAEP/SENAR-PR, que avaliaram um estudo de caso elaborado por cada equipe. Os alunos se debruçaram sobre situações e problemas reais que ocorrem em uma propriedade rural e propuseram soluções, aplicando os conhecimentos adquiridos ao longo dos programas JAA e AAJ.

“As reuniões entre os alunos e as interações ocorreram todas de forma virtual, com supervisão de um supervisor do SENAR-PR. Os estudos de caso foram postados pelas equipes no meio virtual, para que a banca pudesse fazer a avaliação. Ou seja, tudo de forma remota”, disse Regiane Hornung, técnica do Departamento de Planejamento e Controle (DEPC) do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Programas

O programa JAA traz conhecimentos e competências que acompanham os alunos por toda a vida, como como comunicação, liderança, trabalho em equipe e cidadania. Na segunda fase, os participantes frequentam módulos específicos, voltados a uma atividade rural: pecuária leiteira, fruticultura, mecanização, agricultura orgânica, olericultura ou cana-de-açúcar.

O AAJ, por sua vez, as aulas são destinadas à prática profissional, aprofundando conhecimentos na atividade escolhida pelo aluno. O programa é dividido em três fases: Núcleo Básico, no qual os jovens desenvolvem competências comportamentais (gestão de pessoas, comunicação, liderança, cidadania, entre outros); Núcleo Específico, em que são abordados os conteúdos voltados à atividade profissional que vão desenvolver; e Prática Profissional, que ocorre nas oficinas das usinas, no caso das empresas do grupo Santa Terezinha.

Leia Também:  Últimos dias de inscrições para a Corrida Agro Fraterno
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA