Estado

Chamadas indevidas representaram cerca de 80% das ligações recebidas pelo Samu 192 em 2011

Publicado em

Em 2011, foram feitos 45.752 envios de ambulância para socorro, 8.377 a mais que em 2010

Por | 10.01.2012

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) da Secretaria de Estado da Saúde recebeu um total de 635.660 ligações em 2011. Destas, 46% foram trotes e 31% concentraram pedidos de informações gerais, como endereços e telefones de hospitais.

 

O coordenador médico do Samu 192, Alexandre Bittencourt, destaca que, do total de chamadas recebidas em 2011, apenas 23% foram adequadas ao perfil de serviços prestados. ?As chamadas indevidas congestionam as linhas telefônicas e podem causar saídas desnecessárias de ambulâncias, prejudicando os serviços à população”, afirma. O número de chamadas foi, porém, menor que em 2010, que registrou 690.746 ligações.
 
Os atendimentos com regulação médica totalizaram 90.080 dos chamados do Samu 192 em 2011, sendo que foram feitos 45.752 envios de ambulância para socorro, 8.377 a mais que em 2010. A média de envio de ambulância para atendimento em 2011 foi de 125 por dia. Segundo Bittencourt, em quase metade dos chamados a população contou com atendimento médico por telefone, tendo seu problema resolvido apenas com orientação.

?O envio da ambulância ocorre nas situações que envolvem risco de vida e que necessitem de atendimento imediato?, explica. Entre os tipos de agravos atendidos, predominaram os clínicos adultos (ex: infarto, AVC, parada cardíaca), com 55%. Entre as causas externas, segundo tipo de atendimento mais comum, os acidentes de trânsito foram responsáveis por 12.418 envios de ambulância, contra 10.485 em 2010.

Leia Também:  Carteira de investimentos para o ES ultrapassa R$ 100 bilhões

O coordenador destaca, que desde 2006, primeiro ano de funcionamento do Samu no Estado, o número de atendimentos a acidentes de trânsito aumentou em quase 370%. Quando computados apenas os números de acidentes motociclísticos esse crescimento chega a 1.639%. Isso porque em 2006 foram 420 atendimentos a acidentados de moto. Já em 2010 foram 5.462 e, no ano passado, 6.886 no total.

Já as motolâncias, que tiveram seu funcionamento iniciado em agosto do ano passado, foram responsáveis por 452 atendimentos até dezembro. As motolâncias foram criadas para atender a ocorrências específicas, de maior gravidade, em que o tempo?resposta garante a sobrevida e minimiza sequelas, como em situações de parada cardiorrepiratória, falta de ar severa, dor torácica, acidentes de trânsito graves, suspeita de infarto e de derrame cerebral

Casos graves

O Samu 192 foi criado para atender a casos graves envolvendo risco de vida e que necessitem de atendimento imediato. Atualmente, está presente em 12 municípios das regiões Metropolitana da Grande Vitória, Serrana e Litoral Sul, com cobertura até Piúma.

Para os pacientes que não apresentam risco de vida, como acamados ou com dificuldades de locomoção, os municípios disponibilizam ambulâncias que realizam transporte sanitário.

O atendimento do Samu abrange uma área de 1.793.942 habitantes. Conta com 355 profissionais, que atuam 24 horas por dia nas emergências, a maioria médicos, enfermeiros, condutores e técnicos de enfermagem, 17 Unidades de Suporte Básico, seis Unidades de Suporte Avançado e quatro motolâncias.

Leia Também:  ES assina maior convênio da história com Ministério do Turismo

Quando acionar o Samu 192

Confira abaixo os casos de urgência e emergência que necessitam de assistência do Samu 192:

– Parada cardiorrespiratória;
– Suspeita de infarto;
– Dificuldade respiratória severa;
– Suspeita de acidente vascular cerebral;
– Intoxicação exógena;
– Queimadura de grande extensão;
– Choque elétrico;
– Acidentes/traumas com vítimas;
– Quedas;
– Afogamento;
– Alguns casos de desmaio;
– Surto Psiquiátrico;
– Ferimento por arma de fogo ou arma branca
– Trabalho de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;

Como utilizar o Samu 192

A coordenação do Samu 192 dá algumas orientações às pessoas que acionam o serviço em casos de emergência.

– Manter-se próximo à vítima;
– Tentar manter a calma;
– Informar ao telefonista o endereço, ponto de referência, nome e idade do paciente;
– Descrever com clareza o que aconteceu, o que o paciente está sentindo e responder às perguntas do médico;
– Seguir as orientações passadas pelo médico.

Média de chamadas diárias em 2011

1.742 ligações
798 trotes
125 envios de ambulância

Atendimentos a acidentes de trânsito 2011

Atropelamentos – 1.898
Acidentes Automobilísticos – 2.572
Acidentes Motociclísticos – 6.886
Acidentes Ciclísticos – 1.062
Total -12.418

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Estado

Vila Velha vai receber novas obras de macrodrenagem e investimentos na saúde

Published

on

O Governo do Estado segue realizando o maior investimento da história no município de Vila Velha. Nesta sexta-feira (01), o governador Renato Casagrande inaugurou o Sistema de Bombeamento de Águas Pluviais da Grande Cobilândia, além de realizar a assinatura da Ordem de Serviço para obras de construção da Galeria-dique e do Parque Linear do Canal Marinho, incluindo sistema de comportas e construção de galeria de águas pluviais na Avenida Carlos Lindemberg.

Durante a agenda oficial, o governador fez ainda a entrega das quadras poliesportivas da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Francelina Carneiro Setúbal e da Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Professor Agenor Roris. Além disso, foram anunciados investimentos em equipamentos e aprimoramentos na Atenção Primária à Saúde do município, como a construção de três Unidades Básicas de Saúde nos bairros de Novo México, Paul e Rio Marinho.

Macrodrenagem

O governador Renato Casagrande inaugurou o Sistema de Bombeamento de Águas Pluviais da Grande Cobilândia, que é constituído pelas Estações de Bombeamento de Águas Pluviais (EBAPs) Cobilândia e Marilândia, além da Galeria Marilândia. O investimento do Governo do Estado é da ordem de R$ 42 milhões. 

“Eu sei que a população da Grande Cobilândia está feliz, mas eu estou muito mais por acionar essa Estação de Bombeamento. O trabalho que estamos fazendo nessa região simboliza um novo tempo. Existe um antes e o depois desses nossos investimentos, que estão mudando a vida das pessoas. São mais de 400 milhões de reais para macrodrenagem em Vila Velha. E temos a certeza que vamos melhorar a vida de muita gente que sofreu até hoje. Essas pessoas vão viver um tempo novo e isso nos orgulha em estar na vida pública”, afirmou o governador.

Cada estação de bombeamento terá capacidade de bombear 36.000.000 litros/hora, totalizando 72.000.000 litros/hora. Ambas estações foram projetadas para terem suas capacidades de bombeamento ampliadas para 54.000.000 litros/hora, o que soma 108.000.000 litros/hora como capacidade máxima do sistema. 

A Galeria Marilândia tem extensão de 1.000 metros, seção de 6,0 x 2,0 metros, e tem por função interligar as duas estações de bombeamento, funcionando como reservatório de acumulação das águas de chuva, aumentando a eficiência de bombeamento. Essas estações auxiliarão na drenagem das águas da bacia do Rio Aribiri, beneficiando a região da Grande Cobilândia, Alvorada, Alecrim, Primeiro de Maio, Santa Rita e Ilha da Conceição.

O governador autorizou ainda o início da construção da Galeria-dique e do Parque Linear do Canal Marinho. A obra vai aumentar a capacidade de drenagem do canal e escoamento mais eficiente das águas para a EBAP Marinho, de onde serão bombeadas para a baía de Vitória. Além disso, o equipamento será de extrema importância para conduzir as águas provenientes do Córrego Campo Grande para a baía de Vitória, sem transbordar suas águas para os bairros lindeiros. O investimento é de R$ 57 milhões.

Com investimento de R$ 12 milhões, serão construídos passeios e ciclovia bidirecional, com extensão de 3,1 quilômetros, interligando a Rodovia Leste-Oeste à Av. Carlos Lindemberg, proporcionando maior mobilidade aos moradores e usuários de toda essa área de abrangência. Junto à galeria-dique, será construído um parque linear totalmente arborizado, no trecho compreendido entre as EBAPs Cobilândia e Marilândia, que abrigará quadras esportivas, academia popular, playgrounds, pista de caminhada e bancos.

Leia Também:  Carteira de investimentos para o ES ultrapassa R$ 100 bilhões

Ainda serão executadas galerias de drenagem nos bairros Cobilândia e Rio Marinho, objetivando conduzir as águas pluviais que hoje escoam para o Canal Marinho diretamente para o Rio Aribiri, onde serão bombeadas pelas EBAPs Cobilândia e Marilândia.

Outra importante intervenção que será executada é o sistema de comportas, que será implantado na confluência do Córrego Campo Grande com o Canal e o Rio Marinho, com a função de controlar o volume de água que escoa para estes, direcionando as águas do Córrego Campo Grande para a EBAP Marinho ou Laranja. Todo esse controle e direcionamento das águas será feito por sensores de níveis, localizados ao longo dos canais, controlados e operados remotamente pelo Centro de Controle de Operações do sistema de drenagem do município de Vila Velha.

Além disso, serão executadas as obras de drenagem e urbanização do Canal Guaranhuns, com investimento de R$ 29 milhões. As intervenções serão constituídas de galerias abertas e fechadas, bem como desassoreamento e retificação do Canal Guaranhuns, além da construção de passarelas e urbanização ao longo do mesmo, aumentando sua capacidade de drenagem, retirando pontos de estrangulamento e construindo locais de lazer. 

Também foi anunciada a contratação da empresa para construção de galerias no bairro Aribiri, com investimento de R$ 7,3 milhões.  As galerias projetadas têm a função de ampliar a capacidade de drenagem do Canal da Travessa Belas Artes, bem como proporcionar melhorias na mobilidade urbana, visto que a sua construção com seção fechada permitirá o aumento da largura desta travessa. As obras compreendem a construção de 1.018 metros de galerias fechadas, com largura variando de 2,00 a 3,00 metros.

“Historicamente, a cidade de Vila Velha sofre com alagamentos e os motivos são muitos. Boa parte do município está abaixo do nível do mar e o escoamento das águas sofre influência da maré. Os investimentos demonstram o trabalho do Governo do Estado para mitigar o problema, tanto que o município concentra o maior número de obras nessa área de toda a história. O objetivo é diminuir a possibilidade de alagamentos durante tempestades torrenciais, como as que já aconteceram por várias vezes. Vamos trabalhar de forma intensa para finalizar as entregas para a população o mais rápido possível”, acrescentou o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Octavio Guimarães.

Mais investimentos

Na área da Educação, o governador realizou a entrega das quadras poliesportivas da EEEFM Francelina Carneiro Setúbal, no bairro Coqueiral de Itaparica, e da EEEM Professor Agenor Roris, em Praia de Itaparica. O valor total dos investimentos é de R$ 4,7 milhões. As quadras são destinadas à prática de futebol de salão, basquetebol e voleibol, e foram construídas com telha termo acústica e fechamento lateral, que minimizam a incidência de luz, garantindo maior conforto térmico. Ambas as quadras contam com arquibancada. Um total de 2.226 são atendidos pelas duas unidades de ensino.

Leia Também:  Prazo de submissão do Edital 09/2022 - NIS é prorrogado para julho

“Essas quadras ficaram lindas e agora os alunos têm uma escola mais estruturada. Temos escolas nessa qualidade em todo o Estado. Nós acreditamos que é através da educação que vamos diminuir a desigualdade. Com nossos alunos aprendendo a ser cidadãos, convivendo com pessoas e pensamentos diferentes, mas vivendo em harmonia. A escola é um local também para aprender a viver em sociedade. Quando investimos em infraestrutura, como salas de aulas, laboratórios e quadras, queremos que o aluno permaneça na escola. Temos o melhor Ensino Médio do Brasil, mas queremos ser os melhores em todos os níveis”, pontuou Casagrande.

O prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, comemorou as entregas do Governo do Estado no município. “Quando sonhamos grande, realizamos grande. Como são as obras que entregamos hoje. O sonho do governador, assim como o meu, são maiores do que esses dois ginásios. Nós sonhamos juntos em terminar os alagamentos de Vila Velha”, disse

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, lembrou que as quadras foram construídas em parceria com o Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER-ES). “O DER-ES tem nos ajudado muito com as melhorias da nossa Rede Física escolar. Não somente as quadras, assim como os professores e todos profissionais das escolas contribuem, cada um do seu modo, para a melhoria da qualidade da educação”, declarou.

Na área da Saúde, foram anunciados novos investimentos de R$ 12,7 milhões em equipamentos e aprimoramentos na Atenção Primária à Saúde (APS) do município de Vila Velha. Durante a agenda oficial, foi assinado o repasse para a construção de três Unidades Básicas de Saúde nos bairros de Novo México, Paul e Rio Marinho. A ação faz parte do Plano Decenal SUS APS+10, estabelecido pelo Decreto Nº 5010-R de novembro de 2021.

Foram entregues ainda dois novos veículos que serão utilizados para o transporte sanitário da região. Com o investimento de R$ 526 mil, o intuito é garantir maior segurança, conforto e acesso aos pacientes que utilizam os serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os veículos do tipo van, com capacidade para transportar até 16 passageiros, fazem parte do contrato de aquisição estadual no valor de R$ 23,4 milhões para aquisição de 89 vans.

O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, realizaram ainda a entrega de sete câmaras de refrigeração ao município, sendo seis com capacidade de 500 litros e uma de 1.500 litros. O objetivo é aprimorar e equipar as salas de vacinação, proporcionando atendimento com maior qualidade à população.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA