Esporte

CBF adia duelo da série D após internação de 17 atletas do Rio Branco

Publicados

em


A partida entre Bragantino-PA e Rio Branco-AC marcada para este domingo (18) foi adiada para amanhã (19), às 15h, no Estádio Olímpico São Benedito, o Diogão, na cidade de Bragança (PA). O jogo válido pela sétima rodada Grupo 1 da Série D do Campeonato Brasileiro seria hoje, mas 17 jogadores do Estrelão acreano estão sob suspeita de intoxicação alimentar. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não confirmou oficialmente o cancelamento, mas os dirigentes dos clubes já teriam se comunicado com a entidade e optado por esta decisão. Pelas redes sociais, o Rio Branco já confirmou o aceite da CBF.

Logo após o jantar, neste último sábado (18), atletas e comissão técnica do Rio Branco começaram a sentir uma indisposição estomacal. A situação forçou a comissão técnica do clube a levá-los para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da cidade de Bragança, município do interior paraense. PeloTwitter, o Estrelão divulgou boletim médico, informando que apenas quatro pessoas da delegação não sofreram qualquer mal-estar, justamente os que estavam sem fome e não participaram da refeição noturna.

Confira abaixo o ultimo informe do clube no Facebook:

Leia Também:  Série D: em partida truncada, Brasiliense vence Villa Nova por 1 a 0

Delegação está em hotel e segue apresentando sintomas. Casos mais agravantes são do goleiro Bruno, os zagueiros Wallinson e Paulinho e do meia Guilherme Campana. Nenhum membro da delegação fez qualquer alimentação desde a noite de ontem.

Somente 4 membros não foram acometidos: os atacantes Cassiano e Vandinho, o treinador interino Walter Clay e o ídolo Chicão, que acompanhou a delegação em viagem. Os 4 decidiram não jantaram na noite de ontem.

Um B.O foi realizado para relatar o ocorrido, sem acusações a nenhuma parte. Informamos que não é verdade que acusamos ou entramos com B.O contra o Hotel Íbis de Belém. Fomks hospedados em Belém na noite de sexta-feira, enquanto a situação aconteceu na madrugada de sábado para domigo, após uma refeição em um restaurante pré-determinado na logística da viagem na cidade de Bragança. Não foi o mesmo da imagem que publicamos na sexta.

Ao todo, 11 atestados já foram protocolados à CBF pedindo a suspensão da partida, além do prontuário e receitas de todos os 20 acometidos. Delegação deveria se deslocar ao Estádio Diogão neste momento, mas estará se encaminhando à UPA novamente. Clube pede a suspensão do jogo.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Leia Também:  Coluna - Yohansson para a história

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

EUA e Reino Unido denunciam Rússia por ciberataques contra Olimpíada

Publicados

em


O Reino Unido e os Estados Unidos condenaram nesta segunda-feira (19) o que chamaram de ciberataques que teriam sido orquestrados por agentes de serviços de espionagem russos, incluindo tentativas de atingir os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Autoridades britânicas e norte-americanas afirmaram que os ataques foram conduzidos pela Unidade 74455 da agência de espionagem militar russa GRU, também conhecida como Centro Principal de Tecnologias Especiais. O Departamento de Justiça dos EUA afirmou que seis membros da unidade tiveram papéis importantes nos ataques contra alvos que variaram desde a Organização para a Proibição de Armas Químicas às eleições de 2017 na França. As acusações envolvem quatro anos de atividades entre 2015 e 2019.

As autoridades dos EUA não comentaram se o momento da revelação, há poucas semanas da eleição nos Estados Unidos, foi escolhido para alertar sobre a atividade de grupos de hackers apoiados por governos estrangeiros. Já autoridades britânicas afirmaram que os hackers do GRU também conduziram operações de “ciber reconhecimento” contra os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que seriam realizados neste ano, mas acabaram sendo adiado para 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Leia Também:  Bélgica, Alemanha e Holanda querem sediar Mundial Feminino de 2027

As autoridades britânicas se recusaram a dar mais detalhes sobre os ataques ou a afirmar se foram bem sucedidos, mas disseram que tinham como alvo os organizadores das Olimpíadas, fornecedores e patrocinadores. O secretário do Exterior do Reino Unido, Dominic Raab, afirmou que as “ações do GRU contra as Olimpíadas são cínicas e imprudentes. Condenamos elas nos termos mais fortes possíveis”.

O vice-diretor da polícia federal dos EUA (FBI) David Bowdich afirmou: “O FBI repetidamente tem alertado que a Rússia é um adversário altamente capaz em ciberataques e a informação revelada neste indiciamento ilustra como as atividades cibernéticas da Rússia são invasivas e destrutivas”.

Em dezembro de 2019, a  Rússia foi banida dos Jogos Olímpicos por quatro anos por causa de acusações de doping de seus atletas.

As autoridades britânicas e norte-americanas afirmaram nesta segunda-feira (19) que os hackers russos se envolveram em outros ataques, como o que comprometeu sistemas de computadores dos Jogos de Inverno em 2018, durante a cerimônia de abertura na Coreia do Sul. Este ataque comprometeu centenas de computadores, derrubou acesso à internet e interrompeu as transmissões de mídia.

Leia Também:  Série D: em partida truncada, Brasiliense vence Villa Nova por 1 a 0

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA