Economia

Casas Bahia realizam a maior Black Friday do Brasil

Publicados

em


source

A Black Friday acontece nesta sexta-feira (27) e enquanto comércio e consumidores se mobilizam, as atenções se voltam para como as grandes marcas vão atuar neste ano atípico, marcado pela pandemia e, consequentemente, pela ebulição do e-commerce.

Casas Bahia
Reprodução: iG Minas Gerais

Casas Bahia têm a maior Black Friday do Brasil

Uma das dez varejistas mais conhecidas pelo brasileiro, de acordo com levantamento da IBEVAR FIA, as Casas Bahia já largaram na frente e, desde o último domingo (22), libera novas promoções diariamente. Tudo com o foco no cliente, já que é impossível aproveitar o melhor desse saldão de descontos em apenas um dia.

A maior Black Friday de todas está na rede que sempre desenvolve condições para atender às necessidades do cliente.  Além de oferecer até 80% de descontos e facilidade e flexibilidade de pagamento, como comprar com o cartão Casas Bahia e ter um mês para começar a pagar, a varejista disponibiliza o app para que o cliente possa pesquisar, comparar e fazer sua compra no conforto de sua casa ou sem perturbar sua rotina de trabalho.

Leia Também:  Passo Fundo voltará a receber voos da Azul em maio

Quem optar por trafegar no site ou pelo app terá acesso a promoções exclusivas na sexta-feira (27) . Esta é mais uma solução das Casas Bahia para incentivar o consumo responsável e evitar aglomerações nesse período em que a pandemia ainda é uma realidade.

Itens mais desejados

Smartphones e smartTVs lideram o ranking de produtos mais desejados da Black Friday pelos brasileiros. Justamente por isso, a competição por melhores preços promete ser feroz.  Importante ter o app das Casas Bahia instalado para não perder nada.

Roupas, calçados, games e eletrodomésticos são outros produtos que vão estar na mira dos brasileiros nesta sexta-feira (27).

As Casas Bahia , novamente com vistas à experiência do consumidor, disponibilizam  um hotsite para tirar dúvidas e garantir que essa Black Friday seja feliz para todos os envolvidos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Governo pagou R$ 162 em lata de leite condensado; veja valor de outros itens

Publicados

em


source
Governo Federal pagou R$ 162 em duas caixas de leite condensado
Divulgação

Governo Federal pagou R$ 162 em duas caixas de leite condensado

Após a informação divulgada na manhã desta terça-feira (26) de que o Governo Federal teria comprado R$ 15 milhões em leite condensado em 2020 , o Portal iG analisou algumas licitações de setembro do ano passado no Painel de Compras e constatou que o Ministério da Defesa gastou R$ 324 em duas caixas de leite condensado de 395 gramas. Os produtos, de acordo com o certame, são do tipo desnatado, com leite in natura e light.

No resultado da licitação, é possível encontrar cada unidade por R$162. Na internet, a reportagem encontrou o mesmo produto, com características semelhantes, por R$ 28.

Os resultados podem ser encontrados na licitação 77/2020, destinada ao 3º Esquadrão da Cavalaria do Exército , em setembro de 2020. O fornecedor é a Saúde & Vida Comercial de Alimentos.

Ainda no certame, o Governo Federal adquiriu 20 unidades de bacon defumado, com valor de R$ 31,20 a unidade. No total, só com este item, a União gastou R$ 624. O Ministério da Defesa solicitou, também, 54 unidades de creme de leite , gastando R$ 164, além de 60 kg de carne , totalizando R$ 2.005,50.

Leia Também:  GOL volta a receber Boeing 737 novo após dois anos

Em um certame anterior realizado com a mesma empresa, a terceira unidade da cavalaria adquiriu 24 unidades do mesmo leite condensado por mais R$ 324, ou seja, R$ 13,50 por unidade .

Você viu?

O Painel de Compras aponta que há três licitações registradas em dias diferentes, com os mesmos valores e produtos. A diferença fica por conta do valor das unidades e a quantidade adquirida pelo Ministério da Defesa.

Apenas com alimentação, 3º Esquadrão da Cavalaria do Exército gastou R$ 48.717,31 em setembro do ano passado.

O Portal iG tentou entrar em contato com a empresa Saúde & Vida Comercial de Alimentos por telefone, mas não obteve retorno. O Ministério da Defesa não respondeu os questionamentos feitos pela reportagem até a publicação da mesma.

Leia Também:  Economia brasileira deve crescer 3,6% este ano, estima FMI

Gastos com leite condensado

O gasto com leite condensado está entre os principais do Executivo federal, sob o comando do presidente Jair Bolsonaro , em 2020. De acordo com um levantamento do (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles , com base no Painel de Compras atualizado pelo Ministério da Economia , o gasto com o produto, que o presidente gosta de comer com pão, ultrapassou os R$ 15 milhões.

De acordo com o levantamento, o órgão que mais gastou foi o Ministério da Defesa, que totalizou mais de R$ 632 milhões em gastos alimentares. Só de vinho, a pasta ultrapassou os R$ 2,5 milhões.

O Ministério da Economia justificou que a maior parte do gasto com alimentação é do Ministério da Defesa “porque se refere à alimentação das tropas das forças armadas em serviço”. A pasta ainda acrescentou que “toda despesa efetuada pela Administração Pública Federal está dentro do orçamento”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA