Estado

Cartilhas orientativas sobre cuidados com o Coronavírus são distribuídas aos produtores rurais

Publicados

em


.

A partir desta quinta-feira (21), a Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) e as equipes do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) visitarão propriedades rurais de 21 municípios capixabas para entregar cartilhas com orientação aos produtores e trabalhadores rurais para evitar contágio do novo Coronavírus (Covid-19) neste momento de colheita.

A cartilha foi lançada recentemente pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), em conjunto com vários parceiros que atuam no setor cafeeiro do Espírito Santo, e traz recomendações de prevenção e estratégias para evitar a contaminação e transmissão da doença durante a colheita do café deste ano.

“A cartilha fornece orientações gerais aos produtores de café e trabalhadores rurais, tais como medidas de prevenção do contágio do novo Coronavírus, adoção de boas práticas nos refeitórios, transporte, além de recomendações específicas para o início da colheita. É importante e necessário que os produtores adotem essas orientações para que possamos passar por esse momento tão complicado de forma segura”, ressaltou o secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto.

Leia Também:  Saiba mais sobre a Lei Aldir Blanc de auxílio emergencial à cultura

Nesta primeira etapa, serão contemplados os municípios do norte e noroeste do Estado, onde predomina o cultivo do conilon. Em seguida, as equipes também promoverão a distribuição da cartilha nos demais municípios capixabas.

Para o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, é fundamental que os produtores adotem essas orientações. “Os cuidados são primordiais para preservar a vida dos trabalhadores e das famílias rurais do Estado. As equipes do Idaf se uniram aos técnicos do Incaper de modo a contribuir para a potencialização dessas informações. É um momento atípico e precisamos que cada um faça a sua parte”, disse.

O diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, reforça a importância da cartilha para que a colheita do principal produto agrícola do Espírito Santo, o café, seja feita com segurança. “O trabalho no campo não para e deve ser feito com cuidados especiais neste momento tão delicado. Juntos, o Incaper e o Idaf, orientados pela Seag e pelo Governo do Estado, estão adotando todas as medidas possíveis para que a colheita do nosso café seja feita de maneira segura. Enquanto vários segmentos estão em crise por causa da pandemia, a agricultura, mais uma vez, ajuda a equilibrar a economia capixaba, mantendo sempre a preocupação e o cuidado com a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas”, afirmou Machado.

Leia Também:  Estado anuncia obras de infraestrutura e reforma de escolas em Vila Velha

 

Clique aqui e acesse a cartilha.

 

Texto: Francine Castro e Juliana Esteves

 

Informações à Imprensa
Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper
Juliana Esteves
(27) 3636-9868 / (27) 3636-9865
[email protected]

Assessoria de Comunicação do Idaf
Francine Castro/ Rafaely Lyra Walter
(27) 3636-3774 / (27) 99237-5308
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Ministério da Saúde orienta municípios darem continuidade à imunização contra Influenza

Publicados

em


.

A 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, iniciada no dia 23 de março, chega ao fim, nesta terça-feira (30), em todo o território brasileiro. Entretanto, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, os municípios capixabas devem dar continuidade à imunização até o fim das doses remanescentes.

A recomendação, segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, vem de uma decisão conjunta também da Secretaria da Saúde (Sesa) e dos representantes regionais e municipais do Estado. “Com o encerramento da campanha nesta terça (30), recomendamos que os municípios permaneçam desenvolvendo estratégias de vacinação dos grupos prioritários em que a meta ainda não foi alcançada, em especial crianças e gestantes, enquanto durarem os estoques”, informou.

Ainda segundo a coordenadora, os municípios também poderão ampliar a imunização para outros grupos de acordo com a disponibilidade no estoque das vacinas remanescentes. “Assim, cada município terá autonomia, em caso de doses remanescentes, para disponibilizar a imunização a outros grupos que não estavam contemplados na Campanha.”

No dia primeiro de junho, o Espírito Santo foi o primeiro estado brasileiro a atingir a meta de imunização preconizada pelo Ministério da Saúde, tendo vacinado 90% do público prioritário para a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Atualmente, o Estado está em segundo lugar na cobertura total, com 99,09%, atrás somente do Amapá, que atingiu a marca de 100,98% de cobertura vacinal total. A previsão parra balanço final da campanha está prevista para o final de julho.

Leia Também:  Hemoes inicia pesquisa do uso de plasma para pacientes com Covid-19

 

Dados no Espírito Santo

O Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, da Secretaria da Saúde, informa que, até a manhã desta terça-feira (30), o Estado já havia vacinado 1.221.693 pessoas, segundo dados parciais do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

A meta preconizada pelo Ministério da Saúde de 90% de vacinação para os públicos dos idosos e dos trabalhadores da saúde foi superada no Espírito Santo, com 136,08% (504.560 vacinados) e 107,93% (107.446 vacinados), respectivamente.

Nos demais grupos, a meta ainda precisa ser alcançada, como as crianças com 70,14% (196.038 vacinadas), gestantes 62,92% (25.209 vacinadas), puérperas 81,03% (5.336 vacinadas), indígenas 83,83% (3.883 vacinados) e adultos de 55 a 59 anos, com 69,28% (113.071 vacinados).

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sesa

Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes

(27) 3347-5642 / 3347-5643

[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA