Tecnologia

Carteira do Google chega ao Brasil com pagamentos por aproximação

Publicado em

Carteira do Google chega ao Brasil
Divulgação/Google

Carteira do Google chega ao Brasil

O Google anunciou nesta quarta-feira (20) que seu novo aplicativo Carteira está disponível no Brasil. Ele é compatível com Android e WearOS e permite levar cartões de crédito e débito para pagamentos por aproximação, bilhetes de transporte, ingressos para eventos e documentos. Entre os parceiros locais, estão Nubank, Ingresso.com e o Ministério da Saúde.

Ao todo, são 15 bancos, bandeiras e emissores parceiros do Google no Brasil:

  • Bradesco
  • Banco do Brasil
  • Caixa
  • BTG
  • C6Bank
  • Itaú
  • Inter
  • Digio
  • Neon
  • Next
  • Nubank
  • XP
  • Visa
  • Mastercard
  • Elo

A ideia do Google, porém, é ir além de pagamentos. Por isso, a Carteira tem também suporte ao comprovante de vacinação contra Covid-19, emitido pelo Ministério da Saúde por meio do Datasus.

Outra parceira é com a Ingresso.com. Ela é responsável pela emissão dos tíquetes para o Rock In Rio 2022, que podem ser guardados no aplicativo. Segundo o Google, a ideia é expandir essa lista ao longo dos próximos meses.

Leia Também:  Meta anuncia novas formas para criadores de conteúdo ganharem dinheiro

É fácil obter o aplicativo: se o Google Pay está instalado em seu aparelho, ele será atualizado automaticamente para Carteira do Google. Também é possível fazer o download por meio da Play Store.

Google quer integrar Carteira a seus serviços

A nova Carteira foi apresentada em maio deste ano na Google I/O , conferência da empresa voltada a desenvolvedores.

A promessa é que ela tenha condições de realmente substituir sua carteira, com suporte a itens como passagens aéreas, cartões de fidelidade, ingressos, bilhetes de transporte, documentos de identidade e habilitação, e meios de pagamento.

O Google pretende integrar a Carteira a seus serviços. Assim, se você tem uma passagem aérea salva, receberia notificações sobre atraso ou cancelamento daquele voo.

Um ingresso para show apareceria na agenda como um compromisso, e o aparelho avisaria qual a melhor hora para sair e qual caminho pegar. Ao consultar informações no Google Maps, o app exibiria o saldo do seu cartão de transporte, e assim por diante.

Leia Também:  Instagram vai mostrar quem visualizou seu perfil? Não é bem assim

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Google Meet terá compartilhamento de Spotify e YouTube durante chamada

Published

on

Google Meet ganhará novos recursos
Tecnoblog

Google Meet ganhará novos recursos

O Google Meet ganhou muito destaque nos últimos anos, e vai receber alguns recursos extras para deixar suas reuniões mais legais. Com um novo recurso de compartilhamento ao vivo, dá para ouvir músicas no Spotify, ver vídeos no YouTube ou jogar com outros participantes da chamada. É bem parecido com o SharePlay, da Apple.

O recurso faz parte da fusão do Meet com o Duo, o app de videochamadas do Google (que não tem a mesma fama do irmão profissional).

Esse é um processo bem confuso, aliás: o app do Duo vai virar Meet e ganhar os recursos dele, enquanto o Meet vai ser renomeado para Meet Original e posteriormente descontinuado.

Jogos e streaming no Google Meet

Bagunça à parte, alguns novos recursos foram acrescentados. Um deles é este recurso de compartilhamento ao vivo. Ele ainda está em fase beta.

Durante uma chamada, basta tocar nos três pontos, escolher “Atividades” e selecionar uma das opções. Dá para iniciar uma sessão em grupo no Spotify, por exemplo, jogar Uno! Mobile ou Kahoot!, entre outras possibilidades.

Leia Também:  Motorola lança Moto X30 Pro, primeiro smartphone com câmera de 200 MP

SharePlay da Apple funciona com produtos diferentes

Compartilhar conteúdo de streaming em uma chamada não é inédito. É isso que o SharePlay da Apple faz.

Ele permite usar o FaceTime para compartilhar conteúdos de apps de streaming. Dentre as opções, estão a Apple TV+, o Disney+ e o HBO Max.

Spotify e YouTube não estão nessa lista, o que conta como um diferencial para o serviço do Google Meet.

O compartilhamento ao vivo teria sido bem interessante durante a fase mais crítica da pandemia de Covid-19, quando regras restritas de circulação estavam em vigor.

Mesmo assim, pode ser útil para empresas que adotaram o trabalho remoto ou para quem tem amigos espalhados pelo país ou pelo mundo.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA