Notícias em Geral

Captação mudará de lugar e Itapemirim e Marataízes terão água potável ainda nesta semana

Publicado em

Os moradores de Itapemirim e Marataízes terão, em breve, água potável em suas residências. Um novo ponto de captação de água, três quilômetros acima do ponto atual, será construído pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) com a ajuda da Usina Paineiras. A empresa cederá tubulação e moto-bombas, usadas na irrigação de suas lavouras.

Com isso, a expectativa do SAAE é que o abastecimento seja normalizado ainda nesta semana. Em diversos momentos ao longo das últimas semanas, o SAAE suspendeu o abastecimento porque não conseguiu captar água em condições para tratamento, já que o atual ponto de captação do rio está sendo alcançado pelas marés que avançam para dentro do Itapemirim, que está com baixo volume em decorrência da estiagem, que já se dura quase três anos.

“A estiagem é muito dura para as lavouras, mas a prioridade sempre deve ser o abastecimento humano, então nos solidarizamos com o SAAE e, especialmente, com a população, neste momento difícil para todos”, afirmou o diretor de Negócios da Usina Paineiras, Antonio Carlos de Freitas.

Leia Também:  CNH Social 2019 atrai mais de 56 mil pessoas

No último domingo (18), a Justiça do município determinou, após uma ação ajuizada pela Prefeitura de Itapemirim, que SAAE normalizasse o abastecimento de água no município, até que se normalize o nível de salinização permitido pela legislação vigente. 

O abastecimento de água está sendo realizado desde a última segunda-feira (19), com o teor de cloreto (sal) acima do recomendado, e a água não serve para o consumo humano, porém pode ser usada para serviços de limpeza doméstica. A população não deve ingerir a água nestas condições e precisa ter cuidado com o uso de chuveiros elétricos, pois poderá causar choques e até queimá-lo. 

Nas escolas da rede municipal de ensino de Itapemirim, os alunos são orientados e levar as garrafas de água de casa para o consumo próprio. Além disso, cartazes e panfletos informam aos estudantes sobre a importância de não desperdiçar água nesse momento de estiagem.

fonte http://www.folhavitoria.com.br/

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias em Geral

Procon do ES divulga balanço e telefonia lidera reclamações

Published

on

By

Proteção e Defesa do Consumidor

As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

Por | 06.02.2020

 

Em 2019, a telefonia móvel liderou o ranking de atendimentos no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES). No mesmo período de 2018, bancos foram o assunto mais demandado. As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

No último ano, 52.204 atendimentos foram realizados pelo Procon-ES. Desse total, mais de 5 mil atendimentos estão relacionados à telefonia móvel. Ocupa a primeira posição do ranking a telefonia móvel, seguida das financeiras, bancos, energia elétrica, telefonia fixa, cartão de crédito, aparelho de telefone, água e esgoto, TV por assinatura e, em décimo lugar, móveis.

Os segmentos que lideraram os atendimentos foram, com 19.961 registros, os assuntos financeiros; seguido por serviços essenciais, com 13.572 queixas; produtos (7.518); serviços privados (4.962); saúde (906); habitação (211) e alimentos (200).

O diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, ressaltou que diferentemente do ranking de atendimento dos últimos anos, que foram liderados por bancos e empresas de cartão de crédito, a telefonia móvel ocupou a primeira posição em 2019.

“Cobrança indevida, incluindo lançamentos de serviços não solicitados na fatura e a mudança unilateral nos contratos com reajuste no valor do serviço são as queixas dos consumidores quando se trata de telecomunicação”, disse.

Leia Também:  Cinco suspeitos de envolvimento em tragédia de Brumadinho são presos

Para evitar problemas, o consumidor deve ter atenção redobrada antes da contratação de serviços. “É preciso ler atentamente o contrato, tirar todas as dúvidas e só assiná-lo se estiver de pleno acordo com as cláusulas estabelecidas. É preciso sempre conferir os lançamentos cobrados nas faturas. Em caso de dúvidas, procurar o Procon”, afirmou Athayde.

Negociação de dívidas

Rogério Athayde ressaltou ainda que grande parte das demandas de bancos, operadoras de cartões e financeiras estão relacionadas a cobrança indevida e a negociação de dívidas. “No ano de 2019, realizamos 5.261 atendimentos no setor de cálculo e negociação de dívidas do Procon-ES”.

Os atendimentos do setor são realizados de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas, presencialmente na sede do Procon-ES, localizada na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, Centro, Vitória. Também disponibilizamos o mesmo atendimento na unidade localizada no Faça Fácil Cariacica.

Fornecedores

Em relação aos fornecedores mais demandados no Procon-ES em 2019, em primeiro lugar no ranking, está a Vivo, em segundo aparece a concessionária de energia elétrica EDP, seguida do Banco BMG, Telemar, Banco Bradesco, Caixa Econômica Federal, Dacasa Financeira, Banco Itaú, Claro e, em décimo lugar, aparece a Oi Móvel.

Leia Também:  Mortalidade infantil volta a crescer no Brasil depois de 26 anos

“A maioria dos atendimentos realizados pelo Procon-ES é solucionado de maneira preliminar, ou seja, sem necessidade de abertura de processo e realização de audiências. Esse número demonstra o alto índice de resolução das demandas que chegam ao órgão e a rapidez com a qual os problemas dos consumidores são solucionados”, informou o diretor Rogério Athayde.

Reclamação

Os consumidores poderão registrar suas reclamações pelo aplicativo Procon-ES (disponível para Android) ou pessoalmente, na sede do Procon Estadual, na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, das 9h às 17 horas, de segunda a sexta. Os consumidores podem procurar ainda a Unidade Faça Fácil, em Cariacica, que atende também aos sábados, até às 13 horas.

Existe também uma plataforma online, do Ministério da Justiça, para o registro de reclamações. Por meio do site www.consumidor.gov.br é possível registrar queixas e solucionar os problemas de consumo diretamente com as empresas em até dez dias.

Para atendimento é preciso que o consumidor tenha disponível o RG (Carteira de Identidade), CPF, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA