Estado

Capital do Espírito Santo é transferida simbolicamente para São Mateus

Publicados

em


A vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, participou, na manhã desta sexta-feira (20), da transferência simbólica da Capital do Espírito Santo para o município de São Mateus. O ato realizado no Dia Nacional da Consciência Negra está previsto na Lei Estadual nº 8.790/2007 e faz parte da programação da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) para o Novembro Negro. A solenidade aconteceu na Casa da Cultura, no Sítio Histórico Porto, com a presença de diversas autoridades.

Jaqueline Moraes, que é a primeira mulher negra eleita para o cargo, destacou a importância do ato de hoje. “Quando o País celebra o Dia Nacional da Consciência Negra, o Espírito Santo faz a transferência simbólica da Capital do Estado para São Mateus. Nos leva a pensar a partir daqui como um lugar de sonho do povo negro. Sonho como forma de cuidar de todos nós, a população negra deste Estado”, disse, citando o aumento na representatividade política de candidatos negros, mulheres e trans no último processo eleitoral.

“É necessário entendermos que esta é uma resposta social muito forte. As políticas afirmativas mostram que pretos e mulheres são a maioria, e se são maioria, precisamos ocupar os espaços de poder. Eu acredito muito nisso e vou continuar lutando para que estas mudanças continuem acontecendo”, reforçou Jaqueline Moraes, destacando que seu trabalho à frente da Vice-Governadoria do Estado é coletivo.

Para a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, a transferência simbólica da Capital para São Mateus é extremamente importante. “Aqui viveu Zacimba Gaba, mulher negra que lutou, resistiu e libertou muitas pessoas que foram escravizadas. Aqui atracou o último navio negreiro que chegou ao Brasil e aqui tem uma grande população negra. Estar aqui hoje, com nossa vice-governadora, que é negra, para esta solenidade também é histórico. Que possamos lutar dia a dia contra o racismo, que sejamos antirracistas e possamos transformar nossa sociedade em um espaço realmente democrático, justo e igualitário”, afirmou.

Leia Também:  Governo do Espírito Santo realiza 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia  

Já a gerente de Promoção da Igualdade Racial da SEDH, Edineia Conceição de Oliveira, enfatizou que a transferência simbólica da Capital é importante por causa do resgate cultural que se faz desse território. “Essa ação representa o reconhecimento a toda história do povo negro para os capixabas. É importante fomentar as políticas públicas para a população dessa cidade que tem uma representação tão grande para nosso Estado”, pontuou.

Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra relembra, por meio de ações em todo Brasil, a morte de Zumbi dos Palmares, líder quilombola que representa a luta dos negros contra a escravidão na época da colonização do País (1530 – 1888). Inicialmente incluída em 2003 no calendário nacional, a data foi oficializada pela Lei nº 12.519 já no ano de 2011.

No caso do ato simbólico no Espírito Santo, o presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Cepir), Rosemberg Moraes Caitano, explica a importância histórica da escolha de São Mateus para Capital neste 20 de novembro.

“Para mim, a importância da transferência da Capital para a cidade de São Mateus é um ato antirracista que o nosso Governo do Estado evidencia, tendo em vista que o porto de São Mateus foi o último a receber escravos em nosso Estado, mesmo depois da Lei Áurea. Eu acredito que quando o poder público efetiva essa ação de transferir a Capital, ele diz ‘não’ a toda a forma de racimo institucional”, lembrou.

Em razão das celebrações pelo mês da Consciência Negra, a SEDH preparou uma agenda especial, que teve início no último dia 11 de novembro e segue até 30 de novembro. Clique AQUI para conferir.

Prêmio Trajetórias

Durante a solenidade, o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, anunciou o Prêmio Trajetórias. “São 120 prêmios de R$ 30 mil para grupos artísticos, metade desses prêmios para a cultura popular. Comunidades quilombolas, comunidades ribeirinhas, grupos de jongo, congo, ticumbi, capoeira, todos podem participar do Prêmio Trajetórias”, comentou.

Leia Também:  Feira Sabores da Terra oferece produtos a partir de R$ 8,00

Leia o edital na íntegra: https://secult.es.gov.br/edital-emergencial-n-003-2020-renda-emergencial-mensa

Acesse a plataforma de inscrição AQUI. https://mapa.cultura.es.gov.br/oportunidade/61/ 

Agendas em São Mateus

Além da participação no ato de transferência simbólica da Capital do Estado, a vice-governadora Jaqueline Moraes cumpriu outros compromissos durante a agenda oficial no município. Foi assinada a Ordem de Serviço para reforma da 4ª Cia do 13º Batalhão da Polícia Militar, em Guriri. Ela também visitou as obras de reforma da Superintendência Regional de Educação (SRE) e de construção do espaço esportivo da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Ceciliano Abel de Almeida, no Centro do município.

As intervenções na unidade policial serão executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Serão realizados serviços de revisão elétrica e da parte hidráulica, substituição de todo o piso e telhado, pintura em geral, troca de esquadrias, manutenção dos banheiros, além de pavimentação do pátio e calçada cidadã. O valor do investimento é de R$ 354.552,72 e o prazo de execução da obra é de sete meses.

“O Governo está fazendo um investimento robusto na área de segurança pública do Espírito Santo. Estamos reformando também outras unidades da PMES em Vila Velha, Serra e Linhares. Executar melhorias no local de trabalho desses servidores é proporcionar dignidade para que exerçam seu trabalho da melhor forma possível”, afirmou o diretor-presidente do DER, Luiz César Maretto.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Vice-Governadoria
Íris Carolina Miguez
(27) 3636-1432 / (27) 99971-2819
[email protected]

Assessoria de Comunicação da SEDH
Juliana Borges
(27) 3636-1334 / (27) 99926-4669
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Secult
Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac
(27) 3636-7111 / 99753-7583 / 99902-1627
[email protected] / [email protected]

Assessoria de Comunicação DER-ES
Felipe Mansur Valinho / Flávia Pimentel Simões / Marília Vieira
(27) 3636-4404 / 99943-7470 / 99929-8211

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Feira Sabores da Terra oferece produtos a partir de R$ 8,00

Publicados

em


Macarrão saborizado de chocolate, vinho e socol; café premiado internacionalmente, com notas de frutas amarelas, caramelo e rosa branca; filé de tilápia defumado; blend de frutas vermelhas, cachaça e vinho, entre outras novidades, com valor a partir de R$ 8,00 estarão na Feira Sabores da Terra. O evento, que é voltado para o Agronegócio, acontece na Praça do Papa, em Vitória.

A feira, que começa nesta quinta-feira (26), será aberta ao público às 16 horas e segue funcionando até as 22 horas. Esse horário se repete na sexta-feira (27). No sábado (28), a feira abre às 10 horas e vai até as 22 horas. Já no domingo (29), funciona das 13h às 18 horas.

O evento é gratuito e vai possibilitar ao visitante fazer um tour gastronômico e cultural pelos sabores e belezas do Espírito Santo. Para que isso aconteça, a Agência de Desenvolvimentos das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo do Estado (Aderes) viabilizou a participação de cerca de 715 empreendedores, em sua maioria, da Agricultura Familiar, mas também da Economia Solidária, Microempreendedor Individual (MEI) e do Artesanato Capixaba.

O empreendedor da Agricultura Familiar, Eduardo Vettorazzi Tozi, do sítio Floresta, em Caxixe Quente, Castelo, vai participar do evento com cafés gourmet e microlotes especiais, com notas de rapadura, caldo de cana e floral, além de frutas amarelas, rosas brancas e melaço de cana. O pacote com 250 gramas varia de R$ 8,00 a R$ 20,00.

Leia Também:  Feira Sabores da Terra oferece produtos a partir de R$ 8,00

Já o Grupo Família Venturim, de Venda Nova do Imigrante, vai levar massas saborizadas de pimenta, limão siciliano, alho-poró, chocolate, vinho, socol, entre outros. O macarrão pode ser de biomassa de banana verde. O pacote de 250 gramas vai de R$ 12,00 a R$ 17,00.

Além disso, outros tipos de produtos, como queijo artesanal, frutas, flores, cachaça, mel, temperos, artesanato e quadros também serão expostos no evento.

A Feira Sabores da Terra é uma realização da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Espírito Santo (Fataes), em parceria com a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-ES). 

Segundo o diretor técnico da Aderes, Hugo Tofoli, a Feira Sabores da Terra vai ocorrer seguindo todas as normas sanitárias estabelecidas na Portaria Nº 198-R, de 03 de outubro de 2020, da Secretaria da Saúde (Sesa), que normatiza as regras aplicadas em eventos corporativos, acadêmicos, técnicos e científicos, além de sociais, entre outros, proporcionando segurança aos empreendedores e visitantes.

“A retomada das feiras comerciais, neste momento, é de extrema importância para os empreendedores dos segmentos que atendemos, pois vai oportunizar a comercialização de seus produtos. Porém, a feira não é importante somente para a venda, mas também uma forma de divulgar os produtos. É um espaço de comercialização, divulgação e fortalecimento do pequeno negócio”, afirmou Tofoli.

Leia Também:  Liberações de crédito emergencial do Banestes ultrapassam R$ 451 milhões

Evento seguro para visitantes

Para garantir a segurança e a proteção dos empreendedores e dos visitantes da Feira Sabores da Tarra, todos os dias, 30 minutos antes de começar a feira, será feita a desinfecção de todo o ambiente, inclusive, em objetos de contato comum, sendo que o procedimento se repetirá no horário de atendimento da feira, com a vaporização de produtos sanitizantes em todo o trajeto de circulação.

Além disso, outras ações de biossegurança serão adotadas na feira, como tapete sanitizante na entrada, aferição de temperatura, dispenser de álcool em gel 70% e pia para higienização das mãos, disponibilizados por todo percurso do evento. A feira também vai contar com percurso em sentido único, distanciamento de 1,5 metro, uso de máscaras e uso de protetor facial por parte dos empreendedores.

 

Agenda:

Feira Sabores da Terra e Agricultura Familiar
Data: 26 a 29 de novembro
Local: Praça do Papa, em Vitória.

 

Horários:
Quinta-feira (26) – das 16h às 22h
Sexta-feira (27) – das 16h às 22h
Sábado (28) – das 10h às 22h
Domingo (29) – das 13h às 18h

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Aderes
Débora Pedroza
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA