Política

Caparaó reivindica mais segurança rural em audiência

Publicados

em


.

Segurança nos distritos rurais, torre de telefonia, maior efetivo das polícias Militar e Civil, servidores, escrivães e infraestrutra foram reivindicações apresentadas pelos representantes da população de seis municípios do entorno do Caparaó – Brejetuba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Ibatiba e Muniz Freire – em audiência pública virtual realizada na noite de quinta-feira (17).

A exemplo das seis audiências públicas anteriores, a reunião da Comissão de Defesa da Segurança e de Combate ao Crime Organizado contou com autoridades municipais e estaduais e representantes da polícias Civil e Militar, para debater os direitos e as prioridades na área de segurança pública no estado.

O presidente do colegiado, deputado Delegado Danilo Bahiense (sem partido) destacou a importância daquela região estratégica do Estado. Para ele, é uma região que tem estado sujeita a furtos, roubos e assassinatos por forasteiros e que necessita de maior segurança. 

Funções administrativas

O Caparaó, além de fazer limites com Minas Gerais, é uma região turística e produtora de café, entre outros produtos. Foi relatado que tem delegado se desdobrando em funções administrativas por falta de servidor.

Leia Também:  Iniciativas beneficiam doadores de sangue

O delegado de Ibitirama, Iúna e Irupi, Tiago Dorneles, considerou positiva a integração entre as polícias Civil e Militar e disse que, por ser uma área fronteiriça, tem haviado cooperação entre as polícias do Espírito Santo e de Minas. 

Segundo Dorneles, a região é desprotegida na área rural, pois tem poucos habitantes e é pouco vigiada. Ele apontou a falta de efetivos, escrivães. Informou que os delegados estão sobrecarregados, inclusive fazendo trabalho administrativo por falta de servidores. 

Torre de telefonia

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ibatiba, Marli Silveira, reivindicou uma torre de distribuição de sinal de celular e a presença maior de patrulhas nas comunidades rurais do município.

O presidente da Associação Comunitária dos Agricultores de Água Limpa, de Ibatiba, Luciano Lucindo, reiterou a questão da segurança na área rural. Para Lucindo, a posse de arma, e não o porte, é importante para o agricultor. Também reivindicou a torre de telefonia. 

O delegado titular da 8ª Regional em Ibatiba, Claudio Araújo, enfatizou que faltam policiais civis e militares em Iúna, Ibatiba, Irupi e Brejetuba, além de uma delegacia especializada para crimes como os praticados contra mulheres. 

Leia Também:  Plano de saúde: mantida tramitação de PL que acolhe inadimplentes

O representante da OAB de Iúna Cristian Neves reiterou que é preciso ter maior presença da polícia e dar estrutura mínima para que as delegacias possam trabalhar. De acordo com Neves, a unificação das comarcas, processo iniciado pela Justiça do estado, vai prejudicar a população.

Participaram também da audiência pública o subsecretário de Integração Institucional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), Guilherme Pacífico; o membro da Comissão de Segurança da OAB-ES Márcio da Conceição; o diretor de Planejamento do Município de Ibatiba, Ulisses Lopes; o delegado de Muniz Freire, Bruno Alves Rodrigues; o superintendente da Polícia Civil na Região de Caparaó, Paulo Rogério Sousa; o comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Marcelo Muniz; o comandante do 4º Batalhão PM, coronel Jeferson; o PM do 4º Batalhão de Bombeiros Militar major José Uliana; além dos vereadores Darlan Braga (Iúna) e Wilson Barglini (Muniz Freire).
 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Deputados parabenizam servidores públicos

Publicados

em


O Dia dos Servidores públicos é comemorado nesta terça-feira (28), mas na sessão desta terça-feira (27), alguns parlamentares já se anteciparam e parabenizaram os funcionários pela dedicação no dia a dia à sociedade.

Confira mais imagens da sessão híbrida

O deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL) lembrou que os servidores são fundamentais para o bom funcionamento da administração pública. “São eles que tornam a gestão pública mais eficiente, por isso temos que valorizá-los”, reconheceu.

O parlamentar destacou que foi policial militar por mais de 30 anos e, além dos policiais, destacou a função nobre dos professores e médicos. “A todos os funcionários públicos, nossa gratidão, pois vocês são essenciais para uma contínua e melhor sociedade”, agradeceu.

Dr. Emílio Mameri (PSDB) também ressaltou que é preciso valorizar os servidores, que são capazes e comprometidos. Ele citou os professores como os mais importantes, pois todos nós passamos por eles. Também citou os profissionais de saúde e destacou as visitas que fez a instituições de saúde dos municípios de Castelo e Atílio Vivácqua.

Economia e pandemia

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) destacou que a economia vem reagindo, finalmente, e que o comércio neste final do ano deve melhorar. “Graças ao cidadão capixaba, que entendeu que é necessário manter alguns serviços para o desenvolvimento do Estado e reagiu”, ressaltou.

Leia Também:  Plenário: nova tecnologia para acessar informações

Por outro lado, o deputado Dr. Rafael Favatto (Patri) se mostrou preocupado com o aumento da ocupação de leitos de UTI devido à Covid-19. “É o maior índice em mais de dois meses. Ainda é preciso se conscientizar do uso da máscara, do álcool em gel e de lavar bem as mãos”, sugeriu.

Maus-tratos a animais

A agressão a mais um cachorro, ferido a faca, em São Mateus, veio à tona na fala da deputada Janete de Sá (PMN), que preside a CPI dos Maus-Tratos contra os Animais. Segundo ela, foi uma ONG da região que denunciou e o agressor está preso. “Agradeço e peço ajuda a toda a população, para denunciar os casos. As pessoas precisam saber que há legislação e que vão ser presas”, advertiu. O mesmo tema foi proferido pelo deputado Doutor Hércules (MDB), que citou algumas leis que protegem os animais, inclusive de autoria dele.

Expediente

Começou a tramitar na sessão desta terça (27) o Projeto de Lei (PL) 542/2020, de Luciano Machado (PV), que cria o Programa de Fornecimento de Absorventes Higiênicos para a população em situação de rua. A matéria deve ser analisada pelas comissões de Justiça, Cidadania, Saúde e Finanças.

No Expediente Sujeito à Deliberação os deputados aprovaram a prorrogação do prazo de funcionamento até o final da 19ª Legislatura e a transposição para a próxima sessão legislativa dos trabalhos da Comissão Especial em Defesa, Inovação e Melhoria da Segurança Pública no Município da Serra.

Leia Também:  Plano de saúde: mantida tramitação de PL que acolhe inadimplentes

Já na Ordem do Dia os três projetos que constavam na pauta – todos do Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos) – permaneceram em prazo regimental:

1. PL 933/2019, que regulamenta o §1º do artigo 32 da Constituição Estadual acerca dos atos da Administração Pública Direta e indireta, no âmbito do Estado, onde deverão conter, de forma clara, o nome do órgão público e o valor total pago pela publicidade e sua veiculação. Prazo em Justiça;

2. PL 425/2019, que dispõe sobre a garantia do direito de remarcação do curso de formação obrigatório para a posse em cargo público, decorrente de concurso público no âmbito do Espírito Santo, para às grávidas e lactantes, independente de previsão expressa no edital ou do momento da gravidez. Prazo em Saúde;

3. PL 146/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade do aviso aos pais ou responsáveis das ausências dos seus filhos nas escolas da rede pública de ensino do Estado. Prazo em Justiça.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA