Economia

Caixa libera saque aniversário para nascidos em maio; veja as datas

Publicados

em


source
Saque aniversário para nascidos em maio estão disponíveis
Agência Brasil

Saque aniversário para nascidos em maio estão disponíveis

A Caixa Econômica Federal iniciou os depósitos do saque aniversário do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para quem nasceu em maio. As retiradas podem ser feitas até 30 de julho.

O benefício permite o saque de parte do fundo de garantia no mês de nascimento do beneficiário. Quem tem até R$ 500 em depósitos, tem direito à 50% do benefício, enquanto valores acima de R$ 20 mil, o beneficiário terá apenas 5% do FGTS.

A retirada do saque aniversário retira do direito de sacar o fundo de garantia em caso de demissão sem justa causa. No entanto, é considerado um bom meio para os beneficiários que precisam do dinheiro rapidamente ou os que pediram demissão de seus empregos.

Confira o calendário de saques aniversário

  • Janeiro – 4/1 a 31/3        
  • Fevereiro – 1/2 a 30/4   
  • Março – 1/3 a 31/5         
  • Abril – 1/4 a 30/6             
  • Maio – 3/5 a 30/7            
  • Junho – 1/6 a 31/8         
  • Julho – 1/7 a 30/9            
  • Agosto – 2/8 a 29/10      
  • Setembro – 1/9 a 30/11
  • Outubro – 1/10 a 31/12
  • Novembro – 1/11 a 31/1/22        
  • Dezembro – 1/12 a 28/2/22

Como solicitar o saque aniversário

A solicitação do benefício pode ser feita no site ou aplicativo da Caixa até o último dia do mês de nascimento do beneficiário. A transferência é realizada gratuitamente em qualquer conta bancária.

Para conferir o saldo do FGTS é preciso acessar o site www.caixa.gov.br/extrato-fgts ou por meio das agências bancárias da estatal.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tesla recua sobre aceitar Bitcoin como pagamento e moeda cai R$ 52 mil

Publicados

em


source
Elon Musk, fundador da Tesla
Juliana Nascimento

Elon Musk, fundador da Tesla

O bitcoin , a maior  moeda digital do mundo, caiu mais de 17%   em 12 horas após o dono da Tesla, Elon Musk avisar que não mais a aceitaria para a compra de seus carros elétricos, alegando preocupações climáticas .

A criptomoeda perdeu quase US$ 10 mil ( R$ 52 mil ) em valor, sendo negociada a US$ 45.700 (R$ 241 mil), quando antes estava cotado a US$ 54.819 (R$ 289,48 mil).

Foi a segunda maior queda diária da história da moeda virtual, segundo dados de analistas financeiros.

Na manhã desta quinta-feira, a criptomoeda se recuperou um pouco  e estava sendo negociada a US$ 49.265.

Até então, a maior queda diária do bitcoin aconteceu em fevereiro passado, quando ele perdeu 18% de seu valor e influenciou diretamente uma queda de 13% nas ações da própria Tesla.

Você viu?

‘Estamos preocupados’, diz bilionário

“Estamos preocupados com o rápido aumento do uso de bitcoin nas negociações de combustíveis fósseis para “mineração”, especialmente carvão, que tem as piores emissões de qualquer combustível”, escreveu Musk para se justificar.

Leia Também:  Dono da CNN, Rubens Menin compra rádio mineira "Itatiaia"

Mas em fevereiro, a Tesla comprou US$ 1,5 bilhão da divisa, antes de começar a aceitá-la como pagamento para carros em março, gerando um aumento de cerca de 20% na criptomoeda.

A moeda digital é criada quando computadores de alta potência competem com outras máquinas para resolver enigmas matemáticos complexos, um processo que consome muita energia e que hoje frequentemente depende da eletricidade gerada a partir de combustíveis fósseis, especialmente carvão.

No ritmo atual, essa “mineração” de bitcoin consome anualmente aproximadamente a mesma quantidade de energia que a Holanda em 2019, de acordo com os dados mais recentes disponíveis da Universidade de Cambridge e da Agência Internacional de Energia.

Por ouro lado, o apoio do empresário a outra critpomoeda, a dogecoin, continua forte. Recentemente, ele anunciou que sua SpaceX vai lançar a “Missão Doge-1 à Lua” no primeiro trimestre do próximo ano E a empresa de foguetes comerciais financiará a missão (um satélite) com dogecoin (baseada num meme com um cachorro).

Leia Também:  Prova de vida volta a ser obrigatória: veja como fazer pelo caixa eletrônico


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA