Cidades

Cachoeiro teve grande queda nos casos de dengue, chikungunya e zika em 2021

Publicados

em

O número de casos confirmados de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, em Cachoeiro de Itapemirim, teve queda de 3.000% em 2021, em comparação com o ano anterior. De 2020 para o ano passado, a diminuição de pessoas com dengue foi de 3.065 para 137; de 1.975 para 31, no caso da chikungunya; de 36 para apenas um, em relação à zika.

Para aprimorar o trabalho de combate ao Aedes aegypti, a Vigilância Ambiental, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (Semus), passou a contar com 30 novos agentes de combate a endemias, chegando a um total de 94 atuando em Cachoeiro.

Isso contribuiu para incrementar a rotina de visitas a residências, para eliminar focos de reprodução do mosquito. Por causa da pandemia, as visitas estavam ocorrendo de forma peridomiciliar (no entorno das residências), mas, em novembro, retornaram para o formato domiciliar, em que o agente entra no domicílio e dialoga com os moradores (mantendo todos os protocolos sanitários).

Além disso, seis servidores com bomba costal percorrem, diariamente, bairros e distritos para aplicação espacial de inseticida, de acordo com o número de notificações em cada local do município.

Leia Também:  Em Cachoeiro, setores da Secretaria de Fazenda em endereço provisório voltam à sede oficial

“O trabalho do poder público é fundamental para o combate a doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, mas é muito importante que cada cidadão faça a sua parte, dando o devido tratamento a recipientes com acúmulo de água parada, dentre outros focos de reprodução do mosquito”, ressalta o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Fumacê

Por causa de seus efeitos nocivos ao meio ambiente, o conhecido fumacê só pode ser usado em casos específicos, como em situações de epidemia de doenças causadas pelo Aedes aegypti. Para o combate ao pernilongo culex, que provoca incômodo na população, a Vigilância Ambiental desenvolve um trabalho com aplicação de larvicida biológico, para eliminar as larvas do mosquito.

Também está sendo providenciada a aquisição de um óleo vegetal com inseticida específico para combater o culex a partir de pulverização.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Covid-19: shopping e praça de Cachoeiro terão testagem e vacinação a partir desta segunda (17)

Publicados

em

A partir desta segunda-feira (17), a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará testagem para Covid-19 e vacinação contra Covid-19 e Influenza em dois novos espaços da região central de Cachoeiro: praça Jerônimo Monteiro, das 8h às 12h; e Shopping Cachoeiro, das 13h às 17h – sempre de segunda a sexta, em ambos os locais, e por tempo indeterminado.

Qualquer pessoa que comparecer aos locais poderá solicitar a testagem, sem necessidade de agendamento prévio. O procedimento será feito com teste rápido de captura de antígeno (TRAg), em que há coleta de material pela garganta ou nariz (swab), no qual os resultados aparecem em cerca de 15 minutos, com grau de precisão de mais de 90%.

A vacinação também ocorrerá sem agendamento. Bastará apresentar documento de identidade, cartão de vacinas e cartão do SUS ou CPF. Menores de 18 anos precisarão estar acompanhados por um adulto.

A disponibilização de pontos de testagem na praça e no shopping já havia sido anunciada anteriormente, entretanto, a Semus, atendendo à demanda da população, decidiu estabelecer um horário à tarde e adicionar o procedimento de vacinação aos pontos de testagem.

Leia Também:  Governo do Estado oficializa criação de escolas técnicas em Castelo e Vargem Alta

Durante programação realizada na praça Jerônimo Monteiro, nesta semana, também foram disponibilizadas testagem e vacinação para a população. Nos dois dias de evento, houve 542 testagens, com 137 resultados positivos (25,2% do total).

Neste momento de grande aumento de casos, é muito importante ampliarmos o acesso à testagem e à vacinação. A programação realizada, na praça, nesta semana, foi bastante produtiva, com muitas pessoas demonstrando satisfação com a facilidade para conseguir se testar e tomar a vacina”, destaca o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Testagem e vacinação nas unidades

A Semus lembra que Cachoeiro já conta com testagem nos prontos atendimentos municipais (24 horas) e nas Unidades Básicas de Saúde – UBS (de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h).

A vacinação, por sua vez, ocorre de segunda a sexta, das 8h às 15h, nas UBS e na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA