Cidades

Cachoeiro já aplicou 90% das doses contra a Covid-19 que recebeu

Publicados

em

Cachoeiro de Itapemirim realiza a maior campanha de imunização de sua história, com mais de 100 mil aplicações da vacina contra a Covid-19 já feitas.

De acordo com a última atualização de dados, feita na última sexta-feira (18), 69 mil pessoas receberam a primeira dose (quase 90% das 77.524 doses recebidas para primeira aplicação) e 31.130 estão vacinadas com as duas doses (90% das 34.414 doses recebidas para segunda aplicação).

Com essa performance, Cachoeiro fica atrás apenas de municípios da Grande Vitória, em número de doses aplicadas.

E a vacinação segue em ritmo intenso. Nesta semana, estão sendo aplicadas todas as primeiras 2 mil doses disponibilizadas em agendamento on-line para o público de 45 a 50 anos. Nesta quarta-feira (23), mais 3 mil doses serão lançadas no sistema de agendamento para a faixa etária de 40 a 49 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) ressalta que segue, rigorosamente, as estratégias de vacinação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), e que não há estocagem de vacinas e, sim, reserva para aplicação da dose dois.

Leia Também:  Com investimentos de R$ 6,3 milhões, esgotamento sanitário beneficia mais de 80% da população de Campo Acima

A pasta esclarece, também, que Cachoeiro não deveria constar na lista das cidades capixabas que não alcançaram a meta de 80% de doses aplicadas, uma vez que os dados considerados pela Sesa, disponíveis no sistema Localiza SUS, estão desatualizados, por motivos técnicos, e não refletem a realidade da imunização no município – há uma demora na atualização dos dados do sistema, gerando discrepância entre doses aplicadas e as que aparecem nele.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Hospital Evangélico de Cachoeiro comemora sua última alta de COVID-19

Publicados

em

Aline Laura Almeida Ferreira de Souza, de 41 anos, moradora do bairro Nossa Senhora da Penha, em Cachoeiro de Itapemirim, é a última paciente da UTI Covid do Hospital Evangélico. Hoje, após 44 dias internada, teve alta e pode ir para casa com a família.

Quando o hospital deixou de ser referência ao coronavírus, Aline ainda necessitava de cuidados hospitalares intensivos. Segundo Pamella Maurício dos Prazeres, enfermeira chefe do setor, a decisão da não transferência da paciente se deu por conta do quadro clínico dela.

Na porta da UTI, esperando, estavam o esposo, Charles Carvalho Sousa, o filho, Kaike Almeida Carvalho Sousa, de 9 anos e Francis Busato, amiga da família. “Estamos tentando segurar a ansiedade”, disse Charles. A equipe de enfermagem também prestigiou o momento, com palmas, ornamentação e cantando louvores.

O HECI iniciou sua contribuição no enfrentamento ao coronavírus no dia 19 de março de 2021, com a chegada da segunda onda do vírus. No entanto, encerrou o atendimento a novos casos oficialmente no dia 08 de julho. A decisão de mantê-la internada, para o esposo, representou um alívio muito grande “ficou aquela sensação de que estávamos próximos, mesmo sem visita-lá”.

Leia Também:  Estruturação para compliance - Sim, você pode e você deve!!

Charles ainda completou: “Ela fez 41 anos sete dias antes de vir para cá. A sensação que nós temos é de que ela nasceu de novo. O dia de hoje fica marcado como a segunda data de aniversário dela”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA