Cidades

BRK Ambiental de Cachoeiro mantém excelência em Sistema de Gestão Integrado

Publicados

em

Concessionária dos serviços de água e esgoto de Cachoeiro de Itapemirim, a BRK Ambiental manteve a certificação do seu Sistema de Gestão Integrado (SGI), o que atesta que a empresa emprega padrões internacionais de qualidade, de proteção do meio ambiente e de compromisso com a saúde e a segurança dos seus funcionários. A auditoria de supervisão da certificação ocorreu em junho, por auditor da Fundação Vanzolini, centro de referência internacional para organizações que buscam alcançar e manter padrões elevados de desempenho.

O processo de certificação é cíclico, com auditorias realizadas uma vez por ano e a recertificação atestada a cada três anos. A recertificação anterior ocorreu em 2018. Desta vez, a auditoria foi realizada para comprovar que Sistema de Gestão Integrado da BRK Ambiental continua com seu nível de excelência.

A auditoria de supervisão atestou a gestão nos processos administrativos e operacionais da empresa. “A excelência operacional é um dos nossos compromissos, e atuar com segurança e integridade são elementos que norteiam o trabalho dos nossos profissionais. Esta certificação funciona como um selo de garantia da qualidade dos nossos serviços, da saúde e da segurança dos funcionários, além do cuidado com o meio ambiente. Demonstra o cuidado da BRK Ambiental nesses três aspectos que são fundamentais para o desenvolvimento sustentável de uma organização”, ressalta o diretor da BRK Ambiental, Bruno Ravaglia.

Leia Também:  Com apoio do Bandes, empresa de mármore e granito investe no noroeste do Estado

O analista da Qualidade da concessionária, Wescley Macedo, explica que o monitoramento assegura o cumprimento das normas NBR ISO 14001:2015 (Sistema de Gestão Ambiental), OHSAS 18001:2007 (Sistema de Gestão de Saúde e Segurança) e NBR ISO 9001:2015 (Sistema de Gestão da Qualidade) pela BRK Ambiental. “Atualmente, também estamos trabalhando a migração da norma OHSAS 18001:2007 para a ISO 45001:2018, que é uma norma internacional mais moderna em relação à saúde e à segurança dos funcionários. Já atendemos a essa norma e estamos refinando os processos para buscar a certificação, o que deve ocorrer no próximo ciclo de recertificação, em 2021”, finaliza o analista da Qualidade.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Em Cachoeiro, faixas elevadas vão garantir mais segurança e acessibilidade na Beira Rio

Publicados

em

A Prefeitura de Cachoeiro está instalando faixas elevadas para travessia de pedestres na avenida Beira Rio. De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdurb), o objetivo é garantir mais segurança em pontos onde são altos os índices de atropelamentos, além de melhorar as condições de acessibilidade e mobilidade na região.

A primeira faixa está sendo implantada em frente ao trecho do calçadão onde foi construída, recentemente, uma rampa para facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida. A previsão é de que a intervenção seja concluída até esta sexta, com a devida sinalização.

Em seguida, será iniciada a instalação de outra faixa na altura da cabeceira da ponte de pedestres Rosalina Depoli e da entrada da rua Lourival Sales. No local, são registradas, frequentemente, ocorrências de atropelamento, inclusive, com vítimas fatais.

“A faixa elevada é um recurso para induzir a redução da velocidade dos veículos; uma medida de moderação do tráfego – traffic calming, no exterior – que contribui para que o uso compartilhado da via pública seja feito de forma segura para todos, principalmente, para o pedestre, que é o elo mais frágil no sistema de trânsito”, explica o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Jonei Petri.

Leia Também:  Compromisso de governo: prefeito Tininho entregou a praça da Barra, em Marataízes, nesta sexta-feira

Outro trecho da Beira Rio que receberá faixa elevada, futuramente, é o que fica em frente à praça de Fátima, próximo ao ponto de parada de ônibus. A intervenção no local, no entanto, está associada à realocação do abrigo de passageiros, a ser feita nos próximos meses.

“Todas essas intervenções fazem parte de um amplo projeto de requalificação da área central de Cachoeiro, que dialoga com o Plano Municipal de Mobilidade Urbana. São ações muito abrangentes, que passam por tratamento das calçadas; melhorias na acessibilidade e nos pontos de ônibus; resolução de pontos de conflito no trânsito; implantação de circuito cicloviário; entre outras medidas importantes para a qualidade de vida da população”, salienta Petri.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA