Esportes

Britânicos desembarcam segunda-feira (19) no ES para conhecer centros de treinamento

Publicados

em

Por | 16.03.2012

 

 

Membros do Comitê Olímpico Britânico desembarcam no Espírito Santo na próxima segunda-feira (19) e permanecem no Estado até o final da terça-feira (20). O objetivo é conhecer as nove opções capixabas que farão parte do Guia de Locais de Treinamento Pré-Jogos, que o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 lançará em Londres, neste ano. A passagem dos britânicos pelo Espírito Santo será marcada também por um encontro com o governador Renato Casagrande.

A visita dos britânicos faz parte de um plano estratégico pelo Governo do Espírito Santo, por meio do Comitê Capixaba 2016, para inserir o Espírito Santo no momento de preparação das delegações que estarão nos jogos do Rio de Janeiro.

 

Os trabalhos, coordenados pelo governador Renato Casagrande e pelo secretário de Estado de Esportes e Lazer Vandinho Leite, foram apresentados aos comitês olímpicos de diversos países, com o respaldo do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

O diretor de jogos e serviços Mark England e a consultora de esportes de verão Tanya Harris, ambos do Comitê Olímpico Britânico, estarão acompanhados de Carolina Silva, representante do COB.

Como parte da agenda de trabalho no Estado, os britânicos solicitaram uma reunião com técnicos da Sesport onde pretendem colher dados e informações gerais tanto do Espírito Santo, como dos locais de treinamentos capixabas aprovados para o Guia. Após o encontro eles iniciam as visitas a vários pontos da Grande Vitória.

Vale lembrar que como ação estratégica do Governo do Estado, de inserir o Espírito Santo a nível nacional e internacional, um memorando técnico das potencialidades e instalações esportivas capixabas foi enviado pela Sesport ao Comitê Olímpico Britânico, que após consulta ao material, confirma o interesse de conhecer os equipamentos apresentados.  

“Essa visita representa muito para o Espírito Santo. Depois do sucesso que foi a visita dos representantes do Comitê Australiano, no final do ano passado, o Espírito Santo passou a ser observado com atenção, pois temos grandes projetos estruturais, instalações aprovadas e que estarão no Guia de Locais de Treinamento Pré-Jogos e também devido à nossa localização geográfica, que permite esse interesse dos comitês olímpicos”, disse Vandinho Leite.


O secretário frisou ainda que um dos dados que mais impressionaram tanto o COB, como os representantes das delegações australiana e britânica, tem sido exatamente o posicionamento estratégico do Estado, além do clima, das características dos locais para treinos e, os investimentos que o Governo do Espírito Santo tem direcionado para garantir estruturas de treinamento de qualidade.


“Estão sendo investidos R$ 127 milhões em infraestrutura esportiva, somente pelo Governo do Estado. As construções do Estádio Estadual Kleber Andrade, o Centro Olímpico Jayme Navarro de Carvalho, o Parque Tancredão e a Arena Esportiva e Cultural Riviera são importantes estruturas que vão permitir a volta do Espírito Santo ao cenário nacional e internacional dos grandes eventos esportivos. Somado a isso, estamos preparando uma grande estrutura logística que permite que o Estado seja uma primeira opção, logo após o Rio de Janeiro que não terá condições de atender a todas as delegações”, pontuou Vandinho Leite.

Os britânicos visitarão o Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho, o Estádio Estadual Kleber Andrade, o Iate Clube do Espírito Santo, o Clube Ítalo Brasileiro, a Universidade Federal do Espírito Santo, o Clube Álvares Cabral, o Ginásio Jones dos Santos Neves, a Associação Esportiva e Recreativa Tubarão e a Estação Conhecimento Vale.

Conheça o perfil das instalações aprovadas:

Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho

A construção é de responsabilidade do Governo do Espírito Santo e está em andamento. Com investimento de R$ 6,5 milhões o objetivo é tornar o local um centro de excelência na formação de atletas visando os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016, assim como abrigar seleções para o treinamento Pré-Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Leia Também:  ?Eterno? presidente, Marcus Vicente entre os que votam sobre a longevidade de Teixeira na CBF


Após a conclusão da obra, a estrutura contará com quatro ginásios (um de lutas, um de ginástica rítmica e artística e dois poliesportivos), duas quadras de vôlei de praia, centro médico, parque aquático (para treinamentos de natação, pólo aquático e nado sincronizado) e academia aparelhada.

Além disso, a estrutura terá ainda ampla área de apoio, com sala de reunião/conferência, multimídia, condicionamento físico e musculação. Todos na instalação esportiva. Estacionamento para ambulância e mais 80 veículos.

Estádio Estadual Kleber Andrade


Também é um importante investimento do Governo do Espírito Santo. Trata-se do primeiro estádio estadual. A infraestrutura esportiva contará com investimento de aproximadamente R$ 100 milhões com recursos estaduais para construir a mais moderna arena esportiva multiuso do Estado.

No espaço de mais de 43 mil m² a arena contará com o estádio para 23 mil pessoas sentadas, pista de atletismo oficial atendendo a todas as exigências da Confederação Internacional de Atletismo, edifício educacional para formação de atletas e cidadãos, rampas de acessos e elevadores para pessoas com deficiência, vinte cabines de imprensa, vestiários personalizados para atletas (do sexo masculino e feminino), vestiários para árbitros, grama natural com medidas oficiais para a realização de jogos de futebol e rúgbi, quatro quadras poliesportivas no entorno, cantinas e sanitários.

O espaço contará também com locais de apoio como sala de reunião/conferência, multimídia, sala de recuperação/fisioterapia e sala de musculação. Estacionamento geral e para ambulância com acesso facilitado à área de treinamento.

Clube Ítalo Brasileiro

O Clube Ítalo Brasileiro do Espírito Santo está localizado em dos bairros mais tradicionais de Vitória, a Praia do Canto. Instalado numa área de 27.000 m² de área, com piscinas, sauna, bares, restaurantes, praças de esportes, áreas para churrasco, praia, salões de festas e espaço para eventos.

Especificações técnicas da área:
– Academia de Ginástica (musculação, pilates e ginástica) com mais de 60 equipamentos;
– Ginásio coberto (prática de voleibol, basquete e handebol) com vestiários, sala de árbitros, depósitos);
– 01 campo de futebol de 7 (esporte paraolímpico);
– 02 quadras de tênis (piso de saibro) (esporte olímpico e Paralímpicos);
– 02 canchas de bocha (esporte Paralímpicos);
– Piscina semi-olímpica e piscina aquecida para hidroginástica;
– Saunas seca e a vapor; banheiras de hidromassagem e salas de massagem (masculina e feminina);
– Restaurante e lanchonete; Serviço completo de buffet (coquetéis/coffee-breaks/almoços e jantares);
– Estacionamento próprio;
– Business center (copiadoras, fax, internet, sala de reuniões); Proximidade com a Rede Hoteleira e a menos de 15 Km do aeroporto de Vitória.

Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral

Tradicional clube capixaba localizado em Vitória, possui 100 anos de história e tradição esportiva. Responsável por revelar importantes nomes do remo e da natação do Espírito Santo, o clube privado possui 108 mil m², conta com ginásio poliesportivo (com medidas oficiais para a realização de competições de voleibol, futsal, basquetebol e handebol), três piscinas, sendo uma olímpica, uma para aquecimento e outra para recreação, seis quadras de tênis (saibro), dois campos de futebol soçaite, quadras poliesportivas, uma quadra de vôlei de praia e garagem de remo.

O Álvares Cabral conta ainda com salas de reunião/conferência, multimídia, academia e locais para instalação de salas de recuperação de atletas. Amplo estacionamento com acesso de ambulância à área de treinamento.

Associação Esportiva e Recreativa Tubarão (Aert)

 

Construída em 1980, possui área de 185 mil m² e passou por reformas em 2011. O clube, que é administrado por funcionários da Vale, importante empresa mineradora mundial, possui tradição em sediar competições esportivas e experiência em abrigar clubes em período preparatório para competições.

Em janeiro de 2007, o Botafogo de Futebol e Regatas iniciou na Aert sua preparação para a temporada daquele ano. Na época, o clube carioca utilizou toda a estrutura local para seu período de treinamentos.

Leia Também:  Em seu terceiro ano, Bolsa Atleta Capixaba beneficiará 104 atletas olímpicos

A Associação Esportiva e Recreativa Tubarão conta com três piscinas, três campos de futebol profissional, campo de futebol soçaite (com grama sintética e dois com grama natural), uma quadra de areia, duas quadras de tênis (saibro), uma quadra de bocha, uma quadra poliesportiva, uma academia aparelhada e sauna seca e a vapor.

Vale ressaltar que o espaço esportivo ainda conta com salas de reunião/conferência, multimídia, academia e locais para instalação de salas de recuperação de atletas. Amplo estacionamento com acesso de ambulância à área de treinamento.

Núcleo de Desenvolvimento Humano e Econômico Serra

Espaço socioesportivo e cultural, o Núcleo de Desenvolvimento Humano e Econômico Serra também é mantido pela Vale. O espaço foi pensado para desenvolvimento humano e econômico, que são implantados em áreas urbanas e rurais, trabalhando para o desenvolvimento integrado do indivíduo e da comunidade por meio do esporte, da cultura, qualificação profissional, geração de emprego e renda.

Além de desenvolver atividades de formação, a administração local tem se colocado à disposição do projeto capixaba para fazer do Espírito Santo um local para centro de treinamento de seleções.

Para isso, possui equipamentos esportivos de alto nível que receberam investimentos privados para sua construção. Atualmente, o espaço conta com pista de atletismo oficial com oito raias, piscina semi-olímpica com oito raias e campo de futebol oficial (105m x 68m). Além de salas de reunião/conferência, multimídia, laboratório de informática, vestiários masculinos e femininos, refeitório com capacidade para servir 80 refeições simultâneas e estacionamento com acesso de ambulância à área de treinamento integram o local.

Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) possui área de 271.586 m² localizada na cidade de Vitória. Uma das mais conceituadas instituições de ensino do Estado, tem ligação com o esporte local por abrigar uma das mais tradicionais áreas de prática de tiro com arco.

Possui pista de atletismo, piscina e ginásio poliesportivo. Tem estacionamento amplo, com acesso para ambulância à área de treinamento, salas de reunião/conferência, multimídia, salas de recuperação, fisioterapia, musculação e importante centro de fisiologia do esporte.

Ginásio Jones dos Santos Neves (DED)

O Ginásio de Esportes Jones dos Santos Neves (Ginásio do DED), instalado em Bento Ferreira, constitui um espaço nobre na cidade para treinamento esportivo e realização de grandes competições locais e nacionais. Instalado em 1953, o ginásio foi reformado pela Prefeitura de Vitória e reaberto em 2008, após 15 anos fechado. Para a recuperação do espaço, a Prefeitura assinou um termo de comodato por 15 anos com a União Nacional dos Estudantes (UNE), que possui o domínio do ginásio.

Estrutura do ginásio

– Piso de madeira maciça, flexível e flutuante, desenvolvido para absorver o impacto nos saltos e quedas dos atletas. Foi usada a mesma tecnologia empregada nas quadras dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

– Arquibancadas com capacidade para 700 pessoas sentadas. Cobertura do ginásio foi mantida em sua estrutura original de treliças de madeira de lei. As telhas antigas foram trocadas por outras com propriedades de isolamento termo- acústico, garantindo um conforto interno aos freqüentadores.


Cobertura com estrutura original de treliças de madeira de


– Prédio anexo ao ginásio, com dois pavimentos e as seguintes instalações: no andar térreo, sanitários; bilheteria; guarita de segurança; secretaria; lanchonete e cinco salas. No andar superior, copa/cozinha; quatro vestiários; auditório de 50 metros quadrados com capacidade para 42 lugares; varanda; dois banheiros para a comissão de arbitragem; e depósito para material esportivo.

lei. Utilização de telhas com propriedades de isolamento termo-acústico, garantindo conforto interno aos frequentadores.

– Fachada com pastilhas de vidro.

 

 

 

 

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos

Papel do Flamengo é liderar e não ser lobo de outros clubes

Publicados

em

“Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” – Marcos 8:36

A vocação para a glória que faz do Flamengo um dos maiores clubes do mundo não pode ser confundida com arrogância e prepotência.

Este outro patamar onde o clube se encontra em relação a demais agremiações deve servir não apenas para levantar taças, mas também novos conceitos que atendam ao Flamengo e a todo futebol brasileiro.

De que serve ser uma superpotência futebolística e financeira se ao seu redor outros clubes de iguais tradições e histórias morrem com os cofres vazios?

A história linda do rubro-negro carioca não foi construída apenas de épicos embates contra Liverpool ou Boca Júnior. Nosso caminho de campeão foi trilhado ao longo do tempo contra o América, contra o Bangu, o Olaria, o Volta Redonda… e, claro, contra os três grandes do Rio de Janeiro.

É preciso que esses clubes, ou a maioria pelo menos, continuem vivos, e é tarefa do Flamengo ajudar nisso, colocando-se como um líder e facilitador de novos entendimentos comerciais que favoreçam a todos. Não igualmente, claro, mas proporcionalmente ao tamanho de cada um.

Leia Também:  Fluminense terá patrocínio do Grupo SIKA

Não com a soberba do presidente Rodolfo Landim, que a cada atitude que tem se coloca para o futebol brasileiro como um novo Eurico Miranda, mas com a humildade e seriedade do ex-presidente Bandeira de Mello que mostrou para nós que administrar é muito mais que apenas levantar taças.

Na gestão passada o rubro-negro deu exemplo pagando suas dívidas, limpando seu nome,  construindo uma nova relação com o torcedor e fazendo gestão honesta e transparente para criar confiança em investidores, estabelecendo assim patamares sólidos para que hoje chegasse aonde chegou.

Ao estabelecer uma nova relação com a Rede Globo, peitando seus interesses que nem sempre são favoráveis aos clubes, o Flamengo de agora ensina um novo caminho que pode gerar muitas coisas boas, não só do ponto de vista financeiro.

Uma delas é colocar fim ao nefasto horário estabelecido pela emissora para transmitir jogos durante a semana: religiosamente após suas telenovelas, lá para quase 22hs, horário em que pobres mortais trabalhadores já estão sonhando com o trânsito das 4hs da madrugada. Uma transmissão feita pelo próprio canal do clube, quando este for mandante, pode ter um novo horário mais adequado à realidade de um trabalhador e sem a ditadura televisiva.

Leia Também:  Campeão mundial pelo Grêmio, Valdir Espinosa morre aos 72 anos

São pequenos passos a serem conquistados ao longo dos anos, mas não há dúvida de que o Flamengo se coloca como grande artífice desse novo momento pela grandeza de clube que se tornou. Pode-se, e deve-se, estar em um patamar acima dos demais, mas é bom para todos que os clubes tradicionais estejam igualmente fortes para que a velha rivalidade sobreviva.

Por isso cabe ao Clube Regatas Flamengo liderar esse processo pela força que tem. O rubro-negro será decisivo no novo formato do Campeonato Carioca do ano que vem. É preciso pensar em si, mas sobretudo ajudar agremiações menores.

O papel do Flamengo é ajudar a estabelecer um novo patamar para o futebol Carioca e Brasileiro, sem deixar de ser forte, mas sem se tornar o lobo de outros clubes. De que adianta ganhar o mundo e ver rivais próximos morrerem e levarem para seus túmulos as tradições e as histórias  que tão bem fazem ao futebol…. e ao Flamengo?

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA