Política Nacional

Brasil está “perdendo vidas e empregos por causa do presidente”, diz Haddad

Publicados

em


source
Fernando Haddad%2C ex-prefeito de São Paulo
Reprodução/TV Cultura

Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad , disse em entrevista ao Roda Viva , da TV Cultura, nesta segunda-feira (6) que o Brasil está “perdendo vidas por causa do presidente da República” ao comentar a forma como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conduz o País em meio à pandemia da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com o ex-prefeito, a crise na saúde evidenciou a falta de preparo que Bolsonaro tem para ser presidente. “Nós podiamos passar quatro anos sem saber que ele era um incompetente, mas nós temos a pior gestão da Saúde”, afirmou.

Haddad ainda falou sobre a formação de uma frente ampla de oposição ao governo federal pelas instituições democráticas e defendeu que “o Brasil perdeu a eleição de 2018 ao eleger alguém sem nenhum compromisso com a democracia”.

Leia Também:  Deputado bolsonarista é condenado a pagar R$ 20 mil por dossiê antifascista

“O que a gente precisa agora é se unir. A gente quer criar um ambiente em que não se repita o cenário de 2018 porque todos os democratas pressupõem e democracia, mas não foi o que aconteceu na época”, disse o ex-prefeito.

A união de movimentos democráticos tem sido a principal bandeira da oposição contra Bolsonaro. Em manifestações recentes, no entanto, o ex-presidente Lula já afirmou que o Brasil não está mais com idade para ser “Maria vai com as outras” e tem se recusado a dialogar com outros nomes da política.

Ao comentar um possível diálogo com ex-ministro Sergio Moro, que comandou a pasta da Justiça e Segurança Pública até abril deste ano, o ex-prefeito criticou a conduta que o ex-magistrado como juiz e evitou dizer que ele poderia ser um aliado. “Eu não consigo ver que a ação do Moro não seja suspeita contra o Lula. O Moro não cumpriu sua função de juiz, ele usou a função de juiz para começar sua vida política.”

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Mourão sobre 100 mil mortes por Covid-19: “A gente só pode lamentar, né?”

Publicados

em

 

 

source
Vice-presidente Hamilton Mourão
Romério Cunha/VPR

Vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente,  Hamilton Mourão (PRTB), afirmou na manhã desta segunda-feira (10) que “a gente só pode lamentar, né? Já falei que já perdi três amigos pra essa doença”, ao comentar o marco de  100 mil brasileiros mortos pela Covid-19.

A fala foi feita para jornalistas em frente ao Palácio do Planalto, quando Mourão chegada ao local para trabalhar. O Brasil chegou às 100 mil mortes pela doença no sábado (8). Neste domingo, o número de óbitos foi atualizado para 101.049, segundo o Ministério da Saúde.

Ao ser questionado sobre o Brasil participar de uma aliança internacional pela vacina contra a Covid-19, Mourão afirmou não ter informações.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputado bolsonarista é condenado a pagaar R$ 20 mil por dossiê antifascista
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA