Política Nacional

Bolsonaro se refere a Doria como “patife” ao criticar restrições em São Paulo

Publicados

em


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Reprodução: iG Minas Gerais

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se referiu ao governador de São Paulo,  João Doria (PSDB) como “patife” em conversa com apoiadores no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta sexta-feira (16).

Usando a metáfora de um apoiador que estava no local, que relatou não estar conseguindo vender bananas da sua plantação, localizada no Vale do Ribeira, no interior de São Paulo , Bolsonaro atacou o governador paulista e as medidas de isolamento social tomadas por ele para conter o avanço do novo coronavírus (Sars-Cov-2):

“A banana tá amadurecendo no pé. O cara não vai plantar mais. Agora, quando voltar o consumo novamente, o preço da banana vai lá para cima e o ‘patife’ vai dizer que a inflação é minha. Não fala quem é o patife aqui não, tá. Porque isso no dicionário até que não é tão pejorativo assim”, afirma.

O chefe do executivo também comentou indiretamente a confirmação da anulação das condenações do ex-presidente Lula (PT) no Supremo Tribunal Federal ( STF ), declarando que não há outros líderes do executivo conversando com “o povo por ai”, mas que a partir da próxima semana, “vai ter bastante, pode ter certeza”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Bolsonaro vai “contar sempre com o Centrão”, diz senador Fernando Bezerra

Publicados

em


source
Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE)
Reprodução

Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE)

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) disse em entrevista ao programa Roda Viva nesta segunda-feira (10) que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sempre vai poder contar com o Centrão . O bloco é mais conhecido por se posicionar mais de acordo com o oferecimento de cargos no governo do que com afinidades políticas.

“[Bolsonaro] vai contar sempre com o Centrão. A política é isso, é a arte do diálogo”, disse Fernando Bezerra. “O Kassab está fazendo um jogo interessante, que é fortalecer a legenda. Os partidos devem continuar com o Bolsonaro”, completou.

Bolsonaro se aproximou do Centrão ao apoiar a candidatura de Arthur Lira (Progressistas-AL) para a presidência da Câmara e nos últimos meses passou a entregar cargos ao bloco para conseguir fazer avançar suas agendas no Congresso.

Tal prática era uma das principais bandeiras de Bolsonaro em sua campanha à presidência em 2018, quando ele dizia que não “toma lá, da cá” no governo.

Questionado sobre o cenário para as eleições de 2022, o líder do governo no Senado disse que a polarização vai favorecer a reeleição de Bolsonaro. “Essas eleições de 2022, se continuarem no cenário que estamos vendo, dessa polarização entre o ex-presidente Lula e o presidente Bolsonaro, vai facilitar a reeleição do presidente Bolsonaro”, afirmou Fernando Bezerra.

O parlamentar fez comparação com o que ocorreu nas eleições de 2020 em Pernambuco, onde João Campos foi eleito pelo PSB, vencendo a deputada federal Marília Arraes (PT).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA